Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

quinta-feira, junho 12, 2008

UM METEORO CHAMADO PR. ROBSON PÔNCIO

SIMPLESMENTE UM GRANDE HOMEM!

UM HOMEM QUE MARCOU UMA IGREJA E UMA CIDADAE.

IN MEMORIAM


Ainda tomado pela emoção e com lágrimas nos olhos, sinto-me na obrigação de escrever algumas poucas palavras sobre o Pastor Robson Pôncio Figueira. Temos algumas coisas em comum: crescemos naquela que era a segunda casa, a PIB DE MOÇA BONITA – PADRE MIGUEL, onde desfrutamos em grande parte das mesmas amizades. Chegamos a graça da chamada Pastoral na mesma época, concluímos o Curso de Bacharel em Teologia no mesmo Seminário (o do Sul) e no mesmo período. Tivemos a mesma formação (Administração de Empresas).

Mais afinal, quem foi o Pastor Roberto Pôncio? Sendo ainda uma criança bem pequena, era trazido para Igreja por sua mãe; aqui ele cresceu, aceitando a Jesus como seu Salvador numa pregação do seminarista (hoje pastor) Adilson Fausto de Moura. Quando Jovem e adolescente, participou ativamente da vida da Igreja em suas várias organizações.

Em 1998, casou-se com Érica, uma jovem da Cidade de Vitória/ES, com quem teve três lindas filhas. Em 1999, foi consagrado ao Ministério, assumindo o pastorado DA Igreja Batista do Paraíso – São Gonçalo Niterói Rio de Janeiro. Ali exerceu seu Pastorado por 5 anos. Em 2004, seguiu com a para os EUA, onde ficou por quase 3 anos servindo ao Senhor da Glória.

Eu Rilvan Stutz, não poderia deixar de registrar também meu relacionamento com o Robson. Eu em outra Denominação, a Presbiteriana, mas morando quase ao lado da Igreja do Robson, nos conhecemos e tivemos bons momentos de relacionamento. Guardo em meu coração suas palavras, soam como se fosse hoje, era um grande amigo! Foi no esporte e nas bagunças da época. Hoje sou informado do seu falecimento. Realmente não contemos as lágrimas, mas sabemos com certeza repousa nos Braços do Senhor!

Voltando ao comentário do Pr Roberto, Robson retornou ao Brasil em 2007. Pouco tempo depois estava assumindo o ministério pastoral da Igreja Batista de Muniz Freire, no Estado do Espírito Santo, onde viveu a plenitude da sua vida como Pastor, causando um verdadeiro impacto na cidade pela sua maneira simples, amorosa e dinâmica de se relacionar com as suas ovelhas e moradores da cidade. Cidade está que o recebeu de braços abertos, criando nele o desejo de ali ser sepultado.


O título deste artigo, “UM METEORO”, foi a maneira como um membro da IBMF definiu a vida do Pastor Robson naquela Igreja e cidade, que viu nele um homem de Deus (2Reis 4.9) que passou por ali deixando sua marca e refletindo Cristo em sua maneira de viver. Abriu mão de ter uma vida confortável e tranqüila, para simplesmente servi-Lo, e Deus o honrou e o encheu de alegria nos últimos dias de sua vida. Não é tão simples entender a morte de alguém aos 41 anos de idade, vitimado por um enfarto, quando vivia talvez o melhor momento ministerial, amado pelas ovelhas, querido pelos moradores da Cidade; a não ser pelo fato de que “preciosa é à vista do Senhor a morte dos seus santos” (Sl.. 116. 15) e de que “o Senhor o deu, o Senhor o tomou” (Jô 1. 21b).

Apesar da dor e da saudade, termino com a expressão que o Pr Robson sempre dizia: “A Deus Toda Honra, Toda Glória e Todo Louvor. Amém! Amém! Amém!.
Texto Original do Pr Roberto Barreto.
Homeômero do Amigo Diácono Rilvan Stutz

Um comentário:

  1. ESSE METEORO FOI MEU IRMÃO QUE HJ SINTO MUUUUUUUUUUUUUUUUITA SAUDADE!

    ResponderExcluir

Seja bem vindo, obrigado e volte mais vezes...