Seguidores

Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

segunda-feira, setembro 09, 2013

MANTENDO UM CORPO SAUDÁVEL







  


10 Passos Para Ter corpo saudável e melhorar a qualidade de vida.
Prezados leitores, como já havia comentado no artigo anterior, fui obeso em minha adolescência, chegando a pesar cento e dez quilos, medindo um metro e setenta e cinco centímetros.

Com a obesidade a minha auto-estima baixou e, consequentemente, surgiu à depressão, o colesterol alto, a ansiedade, a insônia, a hipertensão arterial, dores musculares, problemas intestinais e a dificuldade de concentração.

O tempo foi passando e comecei a notar que apenas eu poderia mudar aquela situação, pois a tendência era que ela se agravasse cada vez mais.

Estudante de Educação Física, ainda não formado, resolvi aplicar em mim os ensinamentos acadêmicos que eu estava adquirindo na Universidade. Desta forma elaborei um programa de "dez passos rumo a um corpo saudável".

Primeiro: Alongamento

Quem é obeso sabe da dificuldade de iniciar qualquer programa físico. Portanto o primeiro passo foi iniciar com o princípio básico de toda a atividade física; O ALONGAMENTO.

Estabeleci uma carga mínima de cinco minutos diários, para não perder a motivação. Por um mês fiz alongamento dos membros inferiores e superiores e, ao final do tempo previsto o meu estado anímico melhorou consideravelmente e a musculatura já não reagia ao exercício.

Segundo: Caminhada

Mais motivado resolvi dar o segundo passo em busca da minha qualidade de vida praticando uma atividade física. Caminhava três vezes por semana em uma intensidade moderada durante trinta minutos, sem abandonar o alongamento, antes e depois do exercício.

É importante, nesta fase, estabelecer um horário que seja mais prático, dependendo das suas atividades diárias. O horário, escolhido por mim, foi o das 19 horas, quando me desobrigava dos meus compromissos diários.

No final do segundo mês me sentia mais leve. 

Terceiro: Respiração

Passados dois meses, me sentindo muito melhor, fui para o terceiro passo. Como sou ansioso a minha pressão continuava alta, e para relaxar adotei técnicas de respiração.

Aprendi a respirar com o diafragma. Com cinco minutos, por dia, usando esta técnica de respiração, em menos de um mês, minha ansiedade já estava bem controlada e minha pressão mais baixa, quase dentro da normalidade.

Quarto: Dieta

Menos ansioso e com uma melhor auto-estima, decidi então dar o quarto passo: melhorar a minha alimentação. Fiz uma dieta nada radical onde evitava frituras, gorduras e embutidos, podendo escolher um dia por semana para poder comer o que quisesse, pois apesar de saber que não faz bem comer este tipo de alimento, gosto muito e muitas vezes comemos também para socializar com amigos ou parentes.

Com a redução de frituras gorduras e embutidos, melhorei muito minha parte intestinal, pois sempre tive muitos problemas de prisão-de-ventre e cólicas abdominais.

Minha alimentação estava boa, mas faltava algo que eu não gostava mesmo sabendo de sua grande importância para uma alimentação saudável. 

Quinto: Alimentação saudável (Saladas e verduras).

Este, confesso, não foi fácil. Geralmente, quem tem problema de peso, abdicam das comidas saudáveis para ingerir os alimentos que o atraem, logicamente os mais saturados em gorduras. Mesmo não gostando ingeria salada e verduras todos os dias, antes de comer os pratos mais calóricos.

Passada a dificuldade inicial, pois em minha vida toda nunca tinha comido salada, fui me habituando e senti os benefícios desta decisão principalmente na parte intestinal e também na dieta de emagrecimento, pois comendo salada eliminava espaço para os demais alimentos.

Sexto: Frutas

Para a minha alimentação ficar perto da perfeição faltava os dois seguintes passos. O sexto passo foi o de me conscientizar a comer frutas entre as refeições ao invés de produtos industrializados e repletos de gordura trans e sódio. A pressão melhorou e o peso diminuiu, para a minha alegria.

"Sua meta tem que ser sempre a sua saúde, o seu bem-estar e a sua auto-estima."
Sétimo: Água. Quando passei a tomar cerca de dois litros de água por dia, mais a ingestão de frutas, saladas e verduras, as cólicas abdominais, azia e prisão de ventre desapareceram e regularizei totalmente o meu intestino.

No sétimo passo

Minha vida tinha mudado da água para o vinho, pois não sentia mais dores musculares, minha pressão estava controlada, meu intestino funcionava regularmente e já havia perdido mais de trinta e cinco quilos, me sentindo muito melhor minha auto estima tinha voltado e eu não sabia mais o que era depressão.

Oitavo: Chá verde

O oitavo passo foi recomendação do meu cardiologista: beber todos dos dias de dois a três copos de chá verde por dia, que representa o equivalente a meio litro de água.

O chá verde auxilia na perda de peso, diminuição das taxas de colesterol, controla a pressão arterial, ativa o sistema imunológico, reduz o risco de artrose, aterosclerose dentre outras doenças degenerativas, tem ótima ação cicatrizante por uso tópico. 

Nono: Fibras

Juntamente com o oitavo passo, passei para o nono, a ingestão de fibras na minha alimentação. Além de regularizar o intestino, as fibras previnem muitos tipos de câncer do aparelho digestivo e são muito úteis no processo de emagrecimento.

Décimo: Perseverança

Meus amigos o último passo é o mais importante, o mais difícil e o mais complicado de qualquer projeto, quer seja alimentar, físico ou intelectual a: PERSEVERANÇA.

Sem isto não se chega a lugar algum. Não se atinge os objetivos desejados. Você tem que por na cabeça aonde quer chegar, não importam as dificuldades, os sacrifícios e o desânimo, que certamente vai acontecer, pois não há vitória sem luta. Não esmoreça.

Dê o primeiro passo e ele o levará ao final do seu objetivo e, no nosso caso, o objetivo é o mais importante do mundo: a sua saúde, o seu bem-estar e a sua auto-estima.

Caros amigos, como poderão notar todos os passos podem ser seguidos por qualquer pessoa e de qualquer nível social, pois técnicas de respiração, alongamentos, caminhadas e a ingestão de saladas, frutas, chá verde e fibras só dependem da nossa força de vontade.






Rádio Rei dos Reis