Seguidores

Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

sexta-feira, agosto 31, 2012

AFINAL, A BÍBLIA MOSTRA QUANDO NASCEU JESUS?

EDIFICAÇÃO










Jesus Cristo nasceu na festa dos Tabernáculos, a qual acontecia a cada ano, no final do 7º mês (Iterem) do calendário judaico, que corresponde [mais ou menos, pois o calendário deles é lunar, o nosso é solar] ao mês de setembro do nosso calendário. A festa dos Tabernáculos (ou das Cabanas) significava Deus habitando com o Seu povo. Foi instituída por Deus como memorial, para que o povo de Israel se lembrasse dos dias de peregrinação pelo deserto, dias em que o Senhor habitou no Tabernáculo no meio de Seu povo (Lev 23:39-44; Nee 8:13-18 ).

Em João 1:14 ("E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.") vemos que o Verbo (Cristo) habitou entre nós. Esta palavra no grego é skenoo = tabernáculo. Devemos ler "E o Verbo se fez carne, e TABERNACULOU entre nós, e...". A festa dos Tabernáculos cumpriu-se em Jesus Cristo, o Emanuel (Isa 7:14) que significa "Deus conosco". Em Cristo se cumpriu não apenas a festa dos Tabernáculos, mas também a festa da Páscoa, na Sua morte (Mat. 26:2; 1Cor 5:7), e a festa do Pentecostes, quando Cristo imergiu dentro do Espírito Santo a todos os que haveriam de ser salvos na dispensação da igreja (Atos 2:1).

Vejamos nas Escrituras alguns detalhes que nos ajudarão a situar cronologicamente o nascimento de Jesus: • Os levitas eram divididos em 24 turnos e cada turno ministrava por 1 semana, 2 vezes ao ano. Durante os sábados especiais, todos os turnos ministravam juntamente; 1Cr 24:1-19. • O oitavo turno pertencia a Abias (1Cr 24:10) •

O primeiro turno iniciava-se com o primeiro mês do ano judaico – mês de Abibe Êxo 12:1-2; 13:4; Deut 16:1. Temos a seguinte correspondência: Mês (número) Mês (nome, em Hebraico) Turnos Referências 1 Abibe ou Nisã = março 1 e 2 Êxo 13:4 Ester 3:7 2 Zive = abril 3 e 4 1Re 6:13 3 Sivã = maio 5 e 6 Est 8:9 4 Tamuz = junho 7 e 8 (Abias) Jer 39:2; Zac 8:19 5 Abe = julho 9 e 10 Núm 33:38 6 Elul: agosto 11 e 12 Nee 6:15 7 Etenim ou Tisri = setembro 13 e 14 1Rs 8:2 8 Bul = outubro 15 e 16 1Rs 6:38 9 Chisleu = novembro 17 e 18 Esd 10:9; Zac 7: 10 Tebete = dezembro 19 e 20 Est 2:16 11 Sebate = janeiro 21 e 22 Zac 1:7 12 Adar = fevereiro 23 e 24 Est 3:7 Zacarias, pai de João Batista, era sacerdote e ministrava no templo durante o "turno de Abias" (Tamuz, i.é, junho) (Luc 1:5,8,9).

Terminado o seu turno voltou para casa e (conforme a promessa que Deus lhe fez) sua esposa Isabel, que era estéril, concebeu João Batista (Luc 1:23-24) no final do mês Tamus (junho) ou início do mês Abe (julho). Jesus foi concebido 6 meses depois (Luc 1:24-38), no fim de Tebete (dezembro) ou início de Sebate (janeiro). Nove meses depois, no final de Etenim (setembro), mês em que os judeus comemoravam a Festa dos Tabernáculos, Deus veio habitar, veio tabernacular conosco. Nasceu Jesus, o Emanuel ("Deus conosco").









Holdings - Tel Aviv - Jafra - Israel
O Blog " A Serviço do Senhor "
Diác. Rilvan Stutz " O Servo com Cristo "
Membro - Shvoong - Titular - Escritor

quinta-feira, agosto 30, 2012

GOOGLE: UM EXEMPLO DE ÉTICA E MORAL

Noticias Pelo Mundo










Para quem não conhece a Google é uma empresa de TI que existe á cerca de 10 anos e que se tornou famosa por criar um dos maiores e mais eficazes (senão o maior e mais eficaz) motores de busca do mundo e que tem o mesmo nome.

Mas o objetivo deste artigo não é falar sobre o motor de buscas da Google, mas sim da empresa no geral. O que me levou a escrever este artigo foi o fato de o Google ser uma das empresas da Internet que mais se preocupa com a “segurança social” na rede, Basta notarmos como ela não “dá bolas” ao “crime” na Internet, tal é o caso da pirataria e pornografia.


O Google não permite que quase nenhum dos seus serviços (que na verdade são muitos) seja usado por sites com conteúdo explícito ou de legalidade duvidosa. Porém há sempre alguém tentando boicotar este esforço todo de manter a Internet minimamente organizada, como no caso do Orkut (rede social da Google) onde os usuários criam comunidades dedicadas a divulgação de material duvidoso.

Mas nos outros serviços como o You Tube (rede de compartilhamento de vídeos que agora pertence a Google), é quase impossível encontrar estes casos, um exemplo de boa organização. Agora imagine você, o que seria da net se o motor de busca de imagens da Google não filtrasse o conteúdo quando uma criança buscasse pelo termo “sexo” para uma pesquisa da escola. Outro fato que me deixa espantado é o de eles oferecerem presentes de natal para a maioria dos editores que usam o Adsense, isso é demais né?








Holdings - Tel Aviv - Jafra - Israel
O Blog - " Serviço do Senhor "
Diác. Rilvan "O Servo com Cristo"Membro Shvoong

Prof. Backstageel - Membro Shvoong



terça-feira, agosto 28, 2012

ALIMENTAÇÃO: O CÓDIGO DE CORES

CUIDANDO DA SAÚDE










O Código de Cores
A alimentação humana muda conforme as necessidades de cada momento. De algum tempo para cá, além do preço, e da facilidade de obtenção, há uma seleção de alimentos sendo direcionada para a promoção, e manutenção da saúde. Pela primeira vez na história da humanidade o número de indivíduos com sobrepeso e abaixo do peso é praticamente o mesmo, 2.1 bilhões (UCLA).

Há tempos o homem em sua cadeia evolutiva foi se afastando do alimento "in natura". Há uma epidemia mundial de obesidade juntamente a uma explosão de doenças relacionadas, incluindo diabetes, síndrome metabólica, problemas ósseos, cardiovasculares, pulmonares e até algumas formas de câncer. A obesidade e o sobrepeso são responsáveis em grande parte pelos custos e cuidados com a saúde, além de contribuir para o crescimento dos números de mortalidade no mundo.

Só uma dieta não basta. Faz-se necessário o benefício de um conjunto de ações ao longo do tempo, para diminuir o risco da ocorrência destas doenças. Segundo o centro de nutrição humana da UCLA, a ingestão diária, entre 400 e 600 g de frutas e vegetais está associada à redução da incidência de algumas formas de câncer. Tais alimentos contêm fitoquímicos que podem regular a expressão do gen. Inibindo a formação de células carcinogênicas.

Os fitoquímicos de cores variadas proporcionam facilidade em orientar a população sobre como as cores dos alimentos podem direcionar a ingestão das frutas e vegetais. Alimentos vermelhos contêm licopeno um antioxidante, encontrado nos tomates (melhor absorção e quantidade se aquecido), goiaba, etc, e está envolvido na saúde da próstata, pulmões e coração.

Os vegetais amarelos e verdes, como o milho e verdes folhosos contém Luteína e “Zeaxanthin”, estando relacionados à saúde da retina (degeneração macular ocorre com a idade), do coração e do sistema imunológico. Alimentos vermelhos e roxos contêm antocianinas e reverastrol, poderosos antioxidantes, encontrados nas maçãs, uvas, “berries” e vinho tinto, protegem o DNA, e a saúde do coração.


A cor laranja como cenoura, manga, abóbora, damasco, contém beta caroteno, e ajudam o sistema imunológico. As amarelas como laranjas, tangerinas e limões contêm flavonoides cítricos, que também protegem o coração e o sistema imunológico.

Alimentos verdes (as brassicas) incluindo brócolis, couve de Bruxelas, agrião, nabo, rúcula,repolho, e outros contém glicosinolatos, protegem o sistema cardiovascular e imunológico.Vegetais brancos como os da família da cebola, alho, cogumelos, contém compostos organo-sulfuricos,alicina, quercitina, adenosina e outros fitoquímicos, protegendo o sistema cardiovascular, diminuindo a pressão arterial.

No mundo todo, estudos sobre hábitos alimentares, indicam que o baixo risco de doenças crônicas, incluindo algumas formas de câncer, está vinculado ao consumo de frutas, vegetais, alimentos integrais, proteínas como a da soja, e frequentemente pouca gordura e muita fibra. Adultos e crianças, deveriam ingerir pelo menos um alimento de cada grupo, diariamente.

O código de cores é uma simplificação das recomendações nutricionais, e justamente por ser de fácil entendimento, auxilia muitas pessoas a encontrar alimentos saudáveis quando viajam ou frequentam restaurantes. Em casa, preparar os alimentos de forma simples e rápida influência o padrão de alimentação, pois evita a perda dos nutrientes, em sua preparação. Síntese com base no artigo “Aplicando ciência para mudar da alimentação.







Holdings Tel Aviv - Jafra - Israel
O Blog " A Serviço do Senhor "
Diác. Rilvan Stutz " O Servo com Cristo "

Prof. Alce Martins - Membro Shvoong/


segunda-feira, agosto 27, 2012

REDES DE PETRI MULTIPLEXADAS NA SÍNTESE DE SUPERVISORES DE SISTEMAS A EVENTOS DISCRETOS

NOTÍCIA PELO MUNDO










Uma rede de Petri ou rede de transição é uma das várias representações matemáticas para sistemas distribuídos discretos. Como uma linguagem de modelagem, ela define graficamente a estrutura de um sistema distribuído como um grafo direcionado com comentários. Possuem nós de posição, nós de transição, e arcos direcionados conectando posições com transições. Redes de Petri foram inventadas em agosto de 1939 por Carl Adam Petri quando ele tinha 13 anos. Vinte e três (23) anos depois, ele documentou o trabalho como parte de sua tese de doutorado.
=
A qualquer momento durante a execução de uma rede de Petri, cada posição pode armazenar um ou mais tokens. Diferente de sistemas mais tradicionais de processamento de dados, que podem processar somente um único fluxo de tokens entrantes, as transições de redes de Petri podem consumir e mostrar tokens de múltiplos lugares. Uma transição só pode agir nos tokens se o número requisitado de tokens aparecer em cada posição de entrada.
=
Transições agem em tokens de entrada por um processo denominado disparo. Quando uma transição é disparada, ela consome os tokens de suas posições de entrada, realiza alguma tarefa de processamento, e realoca um número específico de tokens nas suas posições de saída. Isso é feito atomicamente. Como disparos são não determinísticos, redes de Petri são muito utilizadas para modelar comportamento concorrente em sistemas distribuídos.
=
Neste trabalho é apresentada uma nova formalização de rede de Petri, denominada Rede de Petri Multiplexada. Este tipo de rede apresenta uma estrutura de funções em suas transições que multiplexa os arcos, dando a capacidade de compactação da rede em número de transições, permitindo realizar em termos de uma rede de Petri Lugar/Transição os mesmos objetivos que uma rede de Petri Predicado/Transição.
=
Por outro lado, o trabalho contempla a utilização da lógica temporal na especificação do comportamento da rede, permitindo utilizá-las na modelagem e síntese de Supervisores de Sistemas a Eventos Discretos, cujo paradigma já é bastante utilizado e se apresenta como uma das ferramentas mais viáveis para o controle abstrato destes sistemas. Desde que a lógica temporal tem se mostrado como muito usual pela sua grande abrangência, esta substitui as linguagens formais na especificação de comportamentos dos Sistemas a Eventos Discretos, em suas várias modalidades, como a RTTL, CTL, entre outras.
=
Assim, este trabalho se apresenta como uma base na estruturação de novos conceitos que se podem aplicar aos Sistemas a Eventos Discretos, tanto na base da modelagem como na especificação de comportamentos e na síntese de supervisores para a automação destes sistemas, que é uma das principais formalizações para a moderna automação industrial no mundo atual.
=
DEFINIÇÃO FORMAL

Uma rede de Petri é dada por:
• Um conjunto de posições.
• Um conjunto de transições.
• Um conjunto de arcos também chamados de relações de fluxo. Ele é sujeito a restrição de que nenhum arco conecta duas posições ou transições, ou mais formalmente:
=
• Conhecido como marco inicial, no qual para cada posição , existem tokens.
• Conhecido como um conjunto de pesos de arco, relaciona para cada arco um denotando quantos tokens são consumidos de uma posição por uma transição, ou alternativamente, quantos tokens são produzidos por uma transição e colocados em cada posição.
=
• Conhecido como restrições de capacidade, relaciona para cada posição um número positivo denotando o número máximo de tokens que podem ocupar aquela posição.
=
Uma variedade de outras definições formais existe. Essa definição é para uma rede posição-transição. Muitas das outras definições não incluem os pesos de arco e as restrições de capacidade.
=
Atualmente as Redes de Petri são ferramentas importantes para controle de sistemas e eventos discretos que possuem infinitas variáveis de nivel lógico limitado. São importantes ferramentas para a Automação Industrial.
=
(Continua). Rilvan Stutz








Holdings - Tel Aviv - Jafra - Israel
O Blog " A Serviço do Senhor
Diác. Rilvan Stutz " O Servo com Cristo "

Wipkipédia Livre - pt. Wikipédia
Eduard Montegomery - Antonio Marcus - M. Shvoong


sábado, agosto 25, 2012

ANEURISMA MATA RÁPIDO

CUIDANDO DA SAÚDE









ANEURISMA MATA RÁPIDO

O Aneurisma consiste em uma dilatação em um ponto fraco de uma artéria, veia ou coração. Essa afirmação é do Dr. Alessandro Loiola, estudioso do assunto que lembra que frequentemente, contudo, o termo aneurisma é utilizado para descrever dilatações em paredes arteriais.

A fraqueza na parede da artéria em geral decorre de seu endurecimento por um processo denominado aterosclerose. Os aneurismas também podem ser causados por hipertensão, infecção ou uma fraqueza congênita da parede do vaso. Os aneurismas podem ser sérios.

O rompimento de um aneurisma é um evento extremamente perigoso. Um aneurisma na aorta, o maior vaso do corpo que sai do coração, por de romper-se subitamente (aneurisma dissecante). Geralmente isto causa dor lancinante. Se um aneurisma aórtico se rompe completamente, pode ser fatal. Se o rompimento ocorre no cérebro, ocorre um derrame ou hemorragia cerebral (hemorragia subaracnóide).

Intercedendo-se imediatamente, os danos causados pela ruptura podem ser controlados. Uma suspeita de ruptura deve ser confirmada por um exame radiográfico da artéria (arteriografia). O tratamento via de regra é cirúrgico.









Holdings Tel Aviv - Jafra - Israel

O Blog " A Serviço do Senhor "
Diác. Rilvan Stutz " O Servo com Cristo "

Rilvan Stutz - Membro Shvoong - Titular
Dr. Gerson Aranha - Membro Shvoong



quinta-feira, agosto 23, 2012

FAMÍLIA E VIDA SOCIAL

Tema - Educação










A família é o único ente social presente constantemente em todas as civilizações. As ciências humanas já mostraram que este ente está fadado a transformar o ser humano em todas suas dimensões, a par da evidência de que, nesta missão, seu papel é insubstituível.

Não se estranha porque a filosofia, desde seus primórdios, tenha dedicado várias linhas à importância social da vida doméstica. Cícero (in De Officiis, 1, 17, 54), por exemplo, chamava-a de principium urbis et quasi seminarium rei publicae, princípio contido também, em versão moderna, na Declaração Universal dos Direitos do Homem (art.16, 3 – A família é o elemento natural e fundamental da sociedade e tem direito à proteção desta e do Estado).

Por ser a base da sociedade, daí decorre o fato de que o bom funcionamento da sociedade deriva, em grande parte, de uma práxis familiar adequada: a família é a cátedra do humanismo mais rico e a primeira escola das virtudes sociais, os quais são a alma vital do desenvolvimento da mesma sociedade.

No lar familiar, pode-se aprender (ou não) os princípios da solidariedade, do serviço mútuo e desinteressado, a lealdade, a honra, além de se poder conhecer, desde cedo, o frágil equilíbrio das relações humanas, sobretudo quando envolvidas em responsabilidades comunitárias.

Os reflexos da família na vida social são tão grandes que a política, a economia, as leis e a cultura devem sempre zelar por um constante e amplo trabalho institucional destinado a assegurar à família seu papel de lugar primário de humanização da sociedade e de protagonista ativa do crescimento social. Deste modo, a família poderá exigir, sobretudo das autoridades públicas, o respeito aos direitos que, salvando a família, salvam a mesma sociedade.

Estudiosos do nascimento e declínio das civilizações, como Sorokin e Dawson, mostram justamente que a vida de uma cultura está em íntima conexão com a evolução dos valores familiares. Aristóteles já descrevia a família como uma comunidade instituída pela natureza para o cuidado das necessidades que se apresentam na vida cotidiana (inPolítica, 1, 2, 1252 b 13-17).
E não só aquelas mais imediatas, como o sustento material, mas outras tão importantes quanto: a educação, o trabalho, a cultura, o amor ao bom, ao belo e ao verdadeiro, o respeito ao outro. Consequentemente, a instituição familiar deve ser tratada como fundamental e essencial na realização de uma autêntica comunidade social.

Com efeito, a íntima sinergia entre as duas sociedades naturais, a família e a coletividade social, resulta evidente. É um círculo virtuoso (ou não) entre a prosperidade da família e a prosperidade da sociedade. Para que a família cumpra seus propósitos, é necessário um efetivo apoio da sociedade e, para que a sociedade funcione como esperado, requer-se o desenvolvimento de uma vida familiar correta.

Enfatizar a responsabilidade do Estado para com a família não importa concluir que esta deva permanecer deitada em berço esplêndido, a ponto de abandonar seus deveres políticos. Pelo contrário, o fato de que a sociedade tenha a obrigação de fomentar uma sã vida familiar demanda um maior e constante empenho da família para exigir seus direitos, a fim de se fazer ativamente presente em todas as esferas da vida social. Com respeito à divergência, é o que penso.







Holdings - Tel Aviv - Jafra - Israel
O Blog " A Serviço do Senhor "
Diác. Rilvan Stutz " O Servo com Cristo "

Portal da Família - Artigos
Exmo Sr. Juiz André G. Fernandes


quarta-feira, agosto 22, 2012

COMBUSTÍVEL PARA SONHOS

EDIFICAÇÃO









==============================Rede de Divulgação

Quando José sonhou alcançar grandes coisas no Senhor seus irmãos ficaram revoltados. José era quem trazia ao pai as notícias dos malfeitos dos irmãos; foi a José, e não ao primogênito Judá, que o pai dera uma túnica especial; era José o primogênito da mulher a quem Jacó amava. A clara predileção do pai pelo filho mais novo já lhes era uma agressão, imagine a ideia de prostrarem-se diante do “sonhador”!

Movidos por esta revolta o venderam como escravo ao Egito.

O sonho de José era profético, dado pelo próprio Deus, mas aparentemente só lhe trouxe sofrimentos: exclusão, perseguição e escravidão.

Mas as dores trazidas por ter revelado o seu sonho não abalou a fé de José. No Egito, como escravo, José trabalhou diligentemente e terminou conquistando graça ante os olhos do seu senhor, tornando-se o administrador de todos os bens da casa. Parecia que, apesar de todos os problemas, a sorte de José havia sido selada: ser escravo, mas senhor dos demais conservo. Tendo em vista o ponto em que ele estava quando chegou, já era um avanço em tanto.

Mas havia um plano de Deus para a vida de José. O problema era que o “plano de Deus” tornava sua vida cada vez mais difícil!

A mulher de Potifar viu o jovem vigoroso e belo e o desejou. Fez propostas, assediou-o. Naquele momento, aos olhos dos valores que regem este mundo, José estava com “a faca e o queijo nas mãos”. Bastava atender aos clamores de sua senhora, satisfazer-lhe os apetites e ele passaria a ser o verdadeiro senhor da casa, pois governaria os bens e a esposa do homem que julgava mantê-lo como escravo. Ceder era a coisa mais esperta a fazer.

Na nossa caminhada vemos muitas vezes situações como esta. Onde temos de optar entre agir conforme o que é mais “esperto” ou “sensato”, conforme os valores do mundo, ou agir conforme a fé que muitas vezes parece ilógica e potencialmente pode nos conduzir a uma situação aparentemente pior. Podemos ter que decidir entre confessar ou esconder; entre falar a verdade ou mentir; entre pedir perdão ou manter as aparências; entre andar conforme as coisas do mundo ou ser cristão.

José escolheu ser fiel a Deus. E o pior aconteceu. Por causa de sua fidelidade acabou indo para um lugar ainda mais terrível que a escravidão: a cadeia.

Muitos teriam se revoltado contra Deus, ou até esquecido sua fé. Afinal, foi o sonho dado por Deus que o fez escravo em uma terra estrangeira; foi a sua fidelidade a este mesmo Deus que o lançou na prisão. Até aqui em sua vida, tudo o que envolvia o Senhor trazia problemas para José. De filho predileto de um homem próspero ele passou a ser escravo em uma terra estrangeira e daí deu mais um salto para trás sendo jogado nas temíveis prisões egípcias.

Mas José manteve a fé e continuou confiando em Deus apesar de sua vida está indo de mal a pior por causa exatamente desta fé.

Na cadeia ele continuou com o bom ânimo que o caracterizava. Diligente e competente conquistou a confiança do carcereiro e passou a administrar a prisão. Quando o padeiro e o copeiro de faraó tiveram sonhos que os inquietavam, antes de lhes Dara a interpretação, José mais uma vez declarou sua fé: “É Deus quem dá a capacidade de interpretar sonhos”. O garoto rejeitado, perseguido, traído, injustiçado, não havia perdido a fé no seu Senhor!

Os finais da história já conheceram: José se tornou governador do Egito e os sonhos de Deus se cumpriram na vida dele. Mas não sem antes passar pela prova das adversidades e manter-se fiel.

O irônico é que, pensando que estavam destruindo os sonhos de José, os seus irmãos terminaram contribuindo para que o projeto de Deus terminasse se realizando.

Mesmo em todo o seu sofrimento a Bíblia reiteradamente nos diz que Deus era com ele. Mesmo traído por seus irmãos, mesmo debaixo da escravidão, da calunia, da perseguição e da prisão, em todas estas coisas Deus estava com ele. Assim como Deus está com você não importando as circunstâncias, mesmo quando aparentemente Ele não está. Você também tem sonhos de Deus em sua vida!

Talvez, assim como foi com José, você sofra com perseguições, calunias e opressão, mas Deus quer que você não desista e permaneça fiel a Ele. Se permanecer firme no Senhor, você verá que aquilo que hoje parece ser caminho de fracasso será usado por Deus como instrumento para que os planos Dele, que nunca são frustrados, se cumpram em sua vida e verá na prática que “todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus” (Romanos 8:28)

A sua fidelidade é o combustível que alimenta os sonhos do Senhor.









Holdings - Tel Aviv - Jafra - Israel
O Blog " A Serviço do Senhor "
Diác. Rilvan Stutz " O Servo com Cristo "
Fruto do Espirito - Pr. Denilson Torres


Rádio Rei dos Reis