Seguidores

Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

sexta-feira, agosto 29, 2008

"OBESIDADE INFANTIL JÁ É O GRANDE PROBLEMA"

CUIDANDO DA SAÚDE
=
O número de crianças obesas no Brasil, cresce 240%. O número de crianças obesas no mundo, hoje gira em torno de 155 milhões e irá se expandir de modo dramático até 2010. Segundo as informações obtidas, a proporção de jovens com excesso de peso, irá quase que dobrar em quatro anos. O cálculo é baseado em estudo que comparou estatística apresentadas entre a década de 90 à 2003.
=
De acordo com essas contas, cada ano a Europa terá mais de 1,3 milhões de crianças acima do peso, o que totalizará 26 milhões de gordinhos. Na Américado Sul,15%da meninada estará com obesidade. Só no brasil hoje, a cada dez crianças, três tem obesidade e aqui o crescimento do problemas é devastador, isto significa uma geração condenada a ter problemas cardiovasculares e diabetes por exemplo e já é comum crianças de sete anos, obesas, já terem estas doenças. É preciso intervir agora, quanto mais cedo uma pessoa se se torna gorda, menos anos ela vive.
=
Se nada for feito, esta será a primeira geração, em que a espectativa de vida será menor do que a de seus pais . Aviso de perigo: se algumas dessas situações ocorrerem com a criança, há risco de ela vir a sofrer de sobrepeso, se ela passa mais de quatro horas em frente à tv ou no computador, se ela engordou muito nos últimos seis meses, se ela toma mais refrigerante do que leite e se alguém já reparou e comentou a forma errada do seu filho se alimentar, (ingerir muito salgadinho) por exemplo. Não adianta o pai pedir ao filho para ele andar de bicicleta se êle próprio fica na frente da tv. Referente aos pais gordinhos, se um dêles for obeso o risco aumenta em 50% do filho vir a ser e aumenta para 66% se o casal for obeso.
=
Aviso as mães gestantes, o peso da criança ao nascer faz diferença. Por isso, a mulher grávida deve comer no máximo 300 calorias por dia, além de uma dieta normal. Ganho de peso muito rápido do bebê no primeiro ano de vida, também predispõe à obesidade . Crianças que dormem dez hora e meia por noite, tendem a engordar. Um obeso de 40anos, vive sete a menos a menos do que alguém saudável, no caso de um obeso de 20 anos, sua história de vida ficará 15 anos mais curta. Você pode ser velho aos 25anos ou jovem aos 65anos, só depende de você, vamos refletir à respeito?
=

=
Dr. Moicano
Shvoong
Por Rilvan Stutz

Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro

"FICAR" OU PERMANECER?

EDIFICAÇÃO
"Eu sou a videira; vocês são os ramos. Se alguém permanecer
em mim e eu nele, esse dará muito fruto; pois sem mim
vocês não podem fazer coisa alguma”. (João 15:5)
=
Quem já não se sentiu atropelado pela mudança de costumes, princípios e paradigmas? O que era parâmetro inegociável de valor absoluto, há poucos anos, virou relativo. "Agora é assim que se faz", porque é "normal" e "aceitável", dizem.
=
Vivemos dias caracterizados pela perda da individualidade. Somos "galera", "povão", massa informe, sem vontade e conduzida ao prazer com princípios pagãos, nefastos ao caráter, à moral, à existência, e principalmente à vida espiritual integral e eterna. Neste caudal nefasto surge o sincretismo, mistura e fusão do pagão com o sacro, do temporal com o eterno, onde se tenta substituir, justificar e aceitar fatos e circunstâncias. Come-se "com casca e tudo", e o homem se tornou presa fácil da moda, do consumo, da vaidade, do sexo, da prosperidade, da fé retributiva, que diz: "onde não houver resposta à provisão do que preciso ou pedi ao Pai", configura-se o puro abandono de Deus.
=
Nunca o homem teve necessidade de tantas coisas, que na verdade jamais foram ou serão essenciais à sua existência. Muitos declaram precisar de um milagre. Precisa-se de roupa, emprego, carro, saúde, esposa, esposo, viagens, precisa-se do Deus “Bom Bril”, de "mil e uma utilidades". Chegamos ao absurdo de mensurar a fé pelo grau de bens e facilidades que possua um indivíduo.
=
Hoje os jovens, tomados pelo verbo “ficar”, perguntam: "Você já ficou?", "Você fica?", "Se não fica, fique, porque ficando será mais autêntico, moderno, atual, livre, suas experiências serão condutoras do equilíbrio e do sucesso prazeroso". Jesus usa o mesmo sentido do verbo declarando: “se permanecer n´Ele haverá frutos”. O “ficar” de nossos jovens e adultos não tem garantia dos frutos, a árvore é outra, a raiz tem seiva amarga e não serve para frutos doces e nutritivos perenes e eternos. Acaba-se com a moral, perde-se a dignidade e a vida espiritual em nome da modernidade. Os meios de comunicação comemoram a vitória da ação sem responsabilidade. Declaram que o homem é livre para “ficar”, mesmo que seja para praticar libertinagem consensual. Disto, todavia, resultam: depressão, enfermidade, doenças, angústia, separação, tristezas, dor, confusão, desequilíbrio, ausência de paz, e pecado.
=
O problema é que: querem “ficar” apenas para serem felizes, sem a interdependência que gera o relacionamento contínuo e responsável. Este fenômeno tem a mesma raiz que produz complicados relacionamentos na família, entre amigos, no emprego, na escola e na igreja.
=
Falta na verdade coragem para “permanecer” em Cristo como ramo ligado à videira e saber que a grande crise que se abateu sobre o povo de Deus é não se ter compreendido as palavras do Mestre “... sem mim nada podeis fazer”. Pense nisto.
=
Ariovaldo Ferraz Arruda
Primeira Igreja Presbiteriana Independente de Londrina - PR
Ministério pão Quente
Por Rilvan Stutz

Rádio Rei dos Reis