Seguidores

Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

sábado, dezembro 13, 2008

MORTOS NÃO FAZEM MILAGRES

EDIFICAÇÃO - OPINIÃO
=
Além do Vaticano beatificar o João Paulo II (ou qualquer pessoa), o que acho uma heresia, pois somente a Deus é possível (e pertinente) perdoar pecados e santificar, agora me deixa estarrecido saber que pessoas (e não só católicas) estão dizendo (e acreditando) que receberam milagres do morto. Ora, nem Moisés, nem os profetas e nem os apóstolos fizeram milagres, a não ser pelo poder de Deus, o Todo Poderoso. Somente Ele e seu Filho Jesus Cristo fazem milagres. E se nem os santos de Deus tinham condições de realizar milagres, a não ser por Deus, o que se dizer então de um morto?
=
Assim, apesar de não professar nenhuma religião criada pelos homens, vejo, como todo cristão verdadeiro, que tal fato é assustador, e leva a aumentar ainda mais o imenso número de ídolos já cultuados por boa parte do mundo. O impuro não pode santificar outro impuro e defunto nenhum faz milagres. "Aliás, defunto não faz mais nada", a não ser aguardar o Dia da Ira Vindoura, quando então muitos descobrirão porque Jesus disse: nem todos os que dizem, Senhor, Senhor, entrarão no Reino dos Céus! Só a Deus pertencem a Santidade e o Poder e somente pelo Nome de Jesus podemos chegar a Ele. Assim também, creio eu, o contato com os mortos, além de ser proibido pelo Senhor nas Sagradas Escrituras, abre uma brecha para que o Espiritismo, que os católicos tanto detestam, acabe fazendo sentido, não pela reencarnação, base da crença deles, mas pelo fato justamente de se comunicar com mortos.
=
Isso posto, se queremos seguir (e devemos) a Palavra do Senhor, não podemos nos comunicar com mortos e muito menos pedir milagres a eles, como também, se aceitamos a reencarnação baseada no pressuposto de que a pessoa pode morrer e voltar, buscando um aperfeiçoamento material-espiritual, para galgar outros degraus na busca da perfeição, estaremos negando o sacrifício do Filho de Deus, que deu sua vida para nos salvar, através de uma purificação de nossos corpos e almas ainda em vida. Não atingiremos o Paraíso por nosso mérito, mas apenas pela fé no Filho do Todo Poderoso, pelo sacrifício Dele e pela misericórdia de Deus.
=
Não estou aqui criticando a crença de ninguém. Somos livres para acreditar naquilo que queremos acreditar. Só estou expondo os fatos e dizendo que, à luz das Escrituras, da Palavra de Deus, eles não têm consistência. E temos que acreditar em toda Palavra do Senhor. Não dá para crer em 5 Mandamentos, por exemplo, e não crer nos 5 restantes. Ou se aceita tudo que está na Bíblia – até a história do Jardim do Éden, que alguns religiosos acham ser conto de fadas, ou se a olvida por inteiro. O que o homem jamais poderá fazer é distorcer as Palavras do Todo Poderoso. É uma loucura de caro preço a ser pago!


Vote Neste Blogg - Top 30
Grato.






Holdings. Tel - Aviv - Jafra - Israel
Prof. Sergio Ferraz - Membro Shvoong
Diác. Rilvan Stutz - Membro Shvoong
Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro
www.reierei.blogspot.com

POSSO TODAS AS COISAS?

EDIFICAÇÃO
=

Posso todas as coisas naquele que me fortalece. (Filipenses 4:13)

=

Este é, provavelmente, um dos versículos mais citados da Bíblia. Está nos adesivos dos carros, pregados à porta das casas, nos imãs de geladeira, em camisetas, nos brindes de fim-de-ano. Tornou-se como uma espécie de amuleto, de auto-afirmação, de brado de conquista.

=

Posso todas as coisas... Posso ter o emprego que desejo, ou a casa que sonho; posso passar no vestibular, ou ser aprovado no concurso; posso conquistar todos os meus sonhos, porque posso todas as coisas naquele que me fortalece.

=

A popularidade deste versículo, escrito por Paulo quando ele estava na prisão, provavelmente em Roma, denunciam duas características da nossa geração. Infelizmente, duas características tristes.

=

A primeira denúncia é o nosso pouco conhecimento bíblico. O versículo simplesmente não diz aquilo que é o uso que comumente damos a ele. Antes de ser um brado de conquista, Filipenses 4:13 é um brado de resistência.

=

No versículo anterior, o versículo doze, Paulo afirma que sabe estar humilhado e também sabe ser honrado, sabe ter fartura ou ter fome, sabe tanto ter abundância quanto ter escassez. Em tudo isto ele já foi experimentado e guardou sua fé, não por mérito próprio, mas por Aquele que o chamou e fortaleceu.

=

Posso todas as coisas... Significa que posso passar pelos altos e baixos da vida; posso ter emprego ou estar desempregado; posso estar saudável ou enfermo; posso ter fartura ou estar em dificuldade; posso guardar a fé, não importa as circunstâncias, porque posso todas as coisas naquele que me fortalece!

=

As tempestades virão, as lutas estarão à minha porta, os meus passos sofrerão revezes. Ainda que a terra se mude, ainda que os montes se transportem para o meio dos mares, ainda que as águas rujam e se perturbem, ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, a minha fé permanecerá, porque posso todas as coisas naquele que me fortalece.

=

Este é o espírito por trás do versículo, a fé que nos faz passar pelos bons e maus momentos, a fé que resiste à prova das perdas e ganhos que a vida nos impõe. Não a fé que provém de nós, mas a fé sobrenatural que nos é dada por graça, que não vem de nossas forças, mas daquele que nos fortalece.

=

A segunda coisa que esta interpretação errônea nos mostra é que fazemos parte de uma geração que tem dificuldades em lidar com as adversidades. Não toleramos as derrotas, nem suportamos estar abatidos. Não entendemos como um crente pode passar fome ou padecer necessidade. Só enxergamos as palavras de vitória, queremos a abundância, a fartura, a prosperidade, o bem-estar. Somos daltônicos verbais, só conseguimos ler as palavras que reforçam a nossa ótica de evangelho triunfalista.

=

É como se Paulo dissesse “sei ser honrado... sei ter fartura e abundância, pois tudo posso naquele que me fortalece”. Simplesmente nos negamos a enxergar a humilhação, a fome e a escassez que gritam no mesmo versículo.

=

Precisamos entender que a vida cristã é um desafio. Coisas boas e más acontecem para justos e injustos, a graça de Deus se estende a todos. O mais importante para Deus nas são as vitórias que conquistamos, nem as agruras por que passamos, mas o caminho que trilhamos, as nossas reações diante das dificuldades e diante das conquistas. O importante para Ele é que independente das circunstâncias eu possa travar o bom combate e guardar a fé, porque tudo posso naquele que me fortalece.
=

Vote Neste Blogge - Top 30
Grato.



Holdings. Tel - Aviv - Jafra - Israel
Rev. Denilson Torres - M. Fruto do Espírito
Diác. Rilvan Stutz - Membro Shvoong
Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro
www.reierei.blogspot.com

Rádio Rei dos Reis