Seguidores

Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

quinta-feira, novembro 13, 2008

LINHAÇA - ÔMEGA 3 FITOESTRÓGENOS

CUIDANDO DA SAÚDE
=
A semente mais rica em ômega 3 e em fitoestrógenos "A semente de linho é conhecida como linhaça - é um alimento ou suplemento nutricional de importância muito especial conforme estudos recentes. Se até anos atrás ela só era encontrada à venda como alimento para pássaros, hoje as pesquisas indicam virtudes significativas para a saúde através do uso das sementes (e/ou do óleo de linhaça).
=
No caso das sementes sabe-se que constituem a maior fonte vegetal de ômega 3 (ácido a-linolênico), que está mais presente na linhaça do que no próprio salmão: 57¨% de ácido a-linolênico na semente para 30% no salmão; portanto é uma ótima opção para quem não gosta de peixe ou não pode ter acesso a ele e pretende obter a proteção daquele óleo que é essencial à saúde humana.
=
Por ser rica em fibras solúveis e insolúveis, a linhaça terminou sendo mais conhecida por sua função como excelente regulador intestinal. Isso ela é, e protege a função digestiva ao elevar o teor de fibras da dieta. Mas ela se destaca por outras propriedades talvez bem mais importantes. Destaco três: a primeira, sua já citada quantidade extraordinária de óleo ômega 3, a segunda, a presença significativa de lignanas (um tipo de fito-hormônio) e finalmente sua utilidade no ressecamento ocular (por conta de substância presente na linhaça e também na lágrima).
=
O ômega 3 é protetor contra as doenças cardio-vasculares, trombose, hipertensão e doenças auto-imunes, além de ser essencial no desenvolvimento e crescimento infantil. O organismo necessita, mas não fabrica aquele óleo que, por sua vez, é um poderoso anti-oxidante, além de sua função em reduzir a gordura e ajudar no controle do açúcar no sangue. Ômega 3, lignanas e fibras constituem uma excelente combinação também no combate às células malignas.
As lignanas, bem presentes na linhaça (e na soja) são um tipo de fitoestrógeno, ou hormônio feminino de origem vegetal. As lignanas estão 800 vezes mais presentes na linhaça do que em 66 outros alimentos pesquisados.
=
Esta pode ser a explicação pela qual a linhaça é útil em problemas como sinais e sintomas de TPM (tensão pré-menstrual), sintomas de menopausa e prevenção do câncer de mama, além de seu papel na melhora considerável da pele, contra a perda de cabelos e como atenuante de rugas (em homens e mulheres). Em países como Austrália e Nova Zelândia as sementes de linho vêm sendo a adicionadas ao pão como parte de da terapia de reposição hormonal na mulher. No caso do homem, essa mesma propriedade (presença de hormônio feminino vegetal) é que pode ser responsável por um papel que vem sendo estudado, o da linhaça na prevenção do câncer de próstata.
=
Em síntese, a linhaça pode ser indicada como parte da prevenção ao câncer (mama e próstata), como coadjuvante no controle do açúcar do sangue e contra formação de placas de gordura nas artérias (combate à obstrução arterial); também como fortalecedor do sistema imune (por seu alto poder anti-oxidante), como suplemento nutricional na luta contra o ressecamento ocular (seu óleo já beneficiou pessoas com esse ressecamento que decorre de baixa quantidade e qualidade da lágrima), e para a TPM, menopausa , (insônia, irritabilidade, depressão, etc.), além de ser um notório regularizador intestinal.
=
A linhaça pode ser acrescentada crua aos cereais matinais ou à vitamina depois de ter sido (ou não) deixada de molho à noite. A dose é de 2 colheres de sopa uma vez ao dia (ou meia xícara de chá = 50g). Há quem argumente que ela terá melhor efeito se tomada antes de dormir. Talvez. E existe o argumento de que moída no liquidificador (com suco ou água) terá melhor aproveitamento nutricional pelo organismo, o que faz todo sentido. Seja como for, é melhor consumi-la crua. Uma outra recomendação é a de se preferir a semente que vem embalada: há suspeitas da presença de cádmio em sementes de linhaça (contaminação) e neste caso, a linhaça em embalagem pode ser mais confiável. A linhaça dourada, aquela do clima frio, não costuma ser cultivada com agrotóxicos, daí seria de menos risco, em tese; mas não é facilmente encontrável por aqui.
=
Mais estudos estão sendo feitos, inclusive sobre os efeitos bons – e eventualmente ruins - do uso de linhaça no longo prazo, mas por ora parece ser uma excelente opção quando se busca proteção cardio-vascular, proteção contra diabetes, e também como reforço imunológico, como fonte de fibras para o bom funcionamento intestinal e proteção para o aparelho reprodutor feminino, além daquele uso do óleo de linhaça contra o ressecamento ocular. A linhaça, por fim, promove a pele saudável, ossos e unhas forte."




Holdings. Tel - Aviv - Jafra - Israel
Dr. Alexandre Pimentel Linhaça
Por Diác. Rilvan Stutz - Membro Shvoong
Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro
www.reierei.blogspot.com

Rádio Rei dos Reis