Seguidores

Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

sábado, novembro 22, 2008

FOI O APÓSTOLO PAULO QUEM DISSE...

EDIFICAÇÃO
Paulo Prisioneiro de Cristo Jesus Cristo. Fm 1:1a
=
O Apóstolo Paulo, em sua "maravilhosa e sofredora" missão, sua carreira de Servo fiel, foi exemplo de obediência, prefere declarar-se humildemente “o prisioneiro no serviço de Cristo!”. Este é um sério momento para nossas vidas, meditando no que diz o Apóstolo. No versículo, Paulo cita “no serviço”, Paulo destaca com muito amor, “este serviço”, nos conclama o Apóstolo com autoridade.
=
Irmãos, não queremos iniciar uma ex
ortação, só desejamos chamar a atenção da importância no trabalho do Senhor. Se olharmos nossa conduta, nossos exemplos de vida e muitas vezes nosso afastamento do Senhor, precisamos ficar tristes e preocupados, pois falhamos muito.
=
Temos um compromisso assumido com Jesus Cristo com certeza. Eu não poderia observar este versículo com tanta seriedade e até medo, mostra-nos que estamos longe de tudo que o nosso Senhor Jesus Cristo espera de cada um de nós. Lembramos que o Apóstolo, teve dificuldades jamais sentida por qualquer outro Irmão da época, isto pelo fato de como ele mesmo fala o “prisioneiro de Cristo!”. Mesmo em uma época tão difícil, cumpriu sua missão e amou! São estes fatos que apontam o Apóstolo, que mais chegou perto de uma vida igualada a Cristo, ele sempre andou com Cristo, amou a Cristo!
=
Ser prisioneiro de Cristo é o selo, o atestado de uma vida sempre ao lado do trabalho que lhe foi confiado pelo Mestre. Paulo cumpriu e foi perfeito no trabalho, na dedicação, mostrou uma autoridade diferenciada, “A Mão de Cristo", sabemos, sempre esteve sempre ao seu lado, mesmo nas dificuldades e até na fome, o Apóstolo também teve "fome", passou determinados momentos de muita aflição, mas nunca esqueceu-se do Mestre.
=
Sempre reverenciado por todos os demais Apóstolos, sempre recebeu o respeito dos seus. Quando usamos este titulo, "não para causar curiosidade, sensaciolismo" entre os Irmãos. É tão somente porque naquela época, foi o Apóstolo que mais escreveu. “Foi Paulo quem disse!”, ou não? Hoje, observamos os ensinos os exemplos de uma vida, “Aprovada por Cristo com o perfeito amor, assim sentimos!”. No Espírito que caracterizou Jesus Cristo, Paulo, tendo a autoridade de mandar, prefere persuadir em amor, (cf. Co. 9:1-18). Mesmo assim sabemos ser muito difícil chegarmos perto do grande trabalho do Apóstolo, que o levou a tanto sofrimento. Acreditamos, que mesmo até hoje ninguém até os dias de hoje, mesmo assim foi capaz de amar tanto como ele amou os seus e sua missão.
=
Quando o Apostolo se intitula “prisioneiro”, ele unicamente se refere ao serviço de Cristo, assim fazendo que sua abnegação, seja um apelo a Filemom naquele momento. De igual modo, o Apóstolo nos convoca da mesma forma, a bíblia é nosso manual perfeito para o trabalho do Senhor e, ensinamentos para nossa vida. Tirar exemplos do Apóstolo, é desejado pelo próprio Apóstolo Paulo, observamos isto em várias Epístolas escritas por ele, por outro lado, muito importante, o Apóstolo nos deixa entender que é necessário buscar a consagração na medida que ela se manifeste. Lutemos por primoroso caminho que será consolo para uma qualidade de vida bem melhor, junto da felicidade de ter Jesus Cristo sempre ao nosso lado, tenhamos fé como teve Paulo. Abro três pontos importantes sobre a fé.
=
A fé em três sentidos: Fidelidade a Cristo e aos santos: Confiança no Senhor e amor aos santos: União de amor e fé, ambos se nutrindo mutuamente. Fé com Cristo, produz bênçãos, não para gozar pessoalmente, mas para compartilhar com os santos. Fé é a fonte de conhecimento. Fé madura-se em comunhão, nesta comunhão vem o conhecimento, assim temos autoridade de possuir e cumprir nossa missão, com certeza não seremos Paulo, mas ficaremos perto da vontade do Senhor (cf. Cl.11: 10).
=
Repito para os Irmãos quando forçamos um pouco no titulo, nada mais desejo e, emocionado, levar os Irmãos a meditar nas Epístolas de Paulo, extraindo exemplos de uma bela conduta e obediência.
=
É importante notar que a autoridade conferida ao Apóstolo, também é dever ser nossa meta, mesmo não sendo tão eficiente como Paulo, precisamos tentar urgentemente. A vida atual nos pede, e somos separados, somos diferentes, somos de Cristo. Não pare no trabalho do Senhor em momento algum. “Foi Paulo quem disse...”. Amém.






Holdings. Tel - Aviv - Jafra - Israel

Diác. Rilvan Stutz
- Membro Shvoong
Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro

www.reierei.blogspot.com

Rádio Rei dos Reis