Seguidores

Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

sexta-feira, julho 25, 2008

OBEDIÊNCIA


=
Participo com os Irmãos grande preocupação sobre o tema "Obediência." Coloco em destaque a questão da "Obediência", falando com autoridade respaldado com certeza no desejo do Senhor. É evidente que o nosso Pai celeste deseja para os seus escolhidos, uma conduta correta e saudável. Proponho aos Irmãos neste pequeno texto, uma melhor atitude uma vontade de vitória, combatendo o mal. É fato e notório, que somos por demais rebeldes, isto nos leva a cair em maus caminhos. A falta o aprimoramento e atenção em nossos atos diários é a causa de todo mal. Precisamos olhar os ensinamentos divinos com mais amor. Destaco em especial o livro de Deuteronômios. Afirmo que a obediência ocupa lugar de destaque nos requerimentos divinos para nossas vidas.
=
Se olharmos do ponto de vista das relações sociais sabemos que se todas as pessoas fossem obedientes, por exemplo, às leis que regem a vida no Mundo, não haveria a selvageria que hoje se vê.
O senso de competição exarcebado, o desrespeito à vida do próximo e tantas outras coisas são exemplos vivos para todos nós da violência que impera entre os Povos nesta Terra. Chegando perto dos nossos políticos é a mesma coisa, a desobediência e a corrupção são irmãs gêmeas.
=
A Igreja foi chamada para ser luz do mundo e sal da terra. Ela precisa encarnar o espírito de obediência ao Senhor para que a Sua luz brilhe forte e o sal não perca o sabor. O exemplo da história de Israel no Antigo Testamento deveria ser lembrado pela Igreja sistematicamente, e é exatamente isto que estou a fazer, ou seja, lembrar a cada Servo que devemos ser irrestritamente obedientes ao Senhor.
=
Israel tinha diante de si a benção advinda da obediência e a maldição decorrente da desobediência, e em grande parte de sua história optou por desobedecer ao Senhor tornando-se herdeiro da maldição. Veio o exílio, aprisionamento, fome, pestes etc.
=
Cristo teve diante de si a benção e a maldição. Ele optou por se lançar nos braços do Senhor e ser obediente até a morte, e morte de cruz. O resultado: Deus o exaltou soberanamente e lhe deu a ele um nome excelente, que é Senhor.
=
Quando a Igreja se propõe a obedecer ao Senhor ela é exaltada, o nome de Deus é engrandecido e o céu se abre e dele vem à benção do Senhor. Portanto, tenhamos o mesmo sentimento que houve em Cristo Jesus.
Sejamos obediêntes custe o que custar. Por certo, Deus em muito nos há de abençoar. Amém.
=
Ref: Livro de Deuteronômios.
=
Diácono Rilvan Stutz
Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro - Rio