Seguidores

Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

terça-feira, dezembro 06, 2011

A SANTIDADE É O PRINCÍPIO-CHAVE

EDIFICAÇÃO






==========================Rede de Divulgação


João Calvino


O plano das Escrituras para a vida de um cristão é duplo: primeiro, que sejamos instruídos na lei para amar a retidão, porque por natureza não estamos inclinados a fazê-lo; segundo, que aprendamos umas regras simples mas importantes, de modo a não desfalecermos nem nos debilitarmos em nosso caminho.

=
Das muitas recomendações excelentes que as Escrituras fazem, não há nenhuma melhor que este princípio: “Sede santos porque eu sou santo”.
=
Quando andávamos espalhados como ovelhas sem pastor e perdidos no labirinto do mundo, Cristo nos chamou e nos reuniu para que pudéssemos voltar-nos a para Ele.
=
Ao ouvirmos qualquer menção de nossa união mística com Cristo, deveríamos recordar que o único meio dele desfrutá-la é a santidade.
=
A santidade não é um mérito por meio do qual podemos obter a comunhão com Deus sem um dom de Cristo, pois é Ele quem nos capacita para estarmos unidos à Sua pessoa e a segui-lo.
=
É a própria glória de Deus que não pode ter nada a ver com a iniqüidade e a impureza; portanto, se queremos prestar atenção à sua exortação, é imprescindível que tenhamos sempre presente esse princípio.
=
Se no transcurso de nossa vida cristã queremos permanecer vinculados aos princípios mundanos, para que então fomos resgatados da iniqüidade e da contaminação deste mundo?
=
Se desejamos pertencer a seu povo, a santidade do Senhor nos admoesta a que vivamos na Jerusalém santa de Deus.
=
Jerusalém é urna terra santa; logo, não pode ser profanada por habitantes de conduta impura.
=
O salmista disse: “Jeová, quem habitará em teu tabernácu-lo? Quem morará em teu monte santo? O que anda em integridade, faz justiça e fala a verdade em seu coração”.
=
O santuário do altíssimo deve manter-se imaculado (ver Lv 19.2; I Pd 1.16; Is 35.10; SI 15.1,2 e 24.3,4).









Igreja Presbiteriana do Brasil
O Blog - " A Serviço do Senhor "
Diác. Rilvan Stutz " O Servo com Cristo "

Eleitos de Deus - João Calvino

O PROGRESSO ESPIRITUAL É NECESSÁRIO

EDIFICAÇÃO






======================Rede de Divulgação


JOÃO CALVINO


Não devemos insistir em uma perfeição absoluta em nossos companheiros cristãos, por mais que lutemos por consegui-la nós mesmos.

Seria injusto exigirmos uma perfeição evangélica antes de constatarmos se uma pessoa é verdadeiramente cristã. Se instituíssemos uma norma de perfeição total para os cristãos, não existiria nenhuma igreja, posto que todos nós estamos muito longe de serem cristãos de fato ideais Afinal, teríamos que recusar muitos que só podem fazer um progresso lento.
=
A perfeição deve ser a meta final para a qual devemos dirigir-nos e o propósito supremo em nossas vidas. Não é justo fazermos um compromisso com Deus e tratemos de cumprir parte de nossas obrigações omitindo outras, segundo nosso gosto e capricho. Antes de tudo, o Senhor deseja sinceridade em Seu serviço e simplicidade de coração, sem engano nem falsidade.
=
Uma mente dividida está em conflito com a vida espiritual, posto que esta implica uma devoção sincera a Deus em busca de santidade e retidão.
Ninguém, nesta prisão terrena do corpo, tem suficiente força própria para seguir adiante com uma constante vigilância e cuidado. Ademais, a grande maioria dos cristãos padece de uma debilidade tal que se desviam ou se detêm em seu progresso espiritual, tendo como conseqüência avanços muito lentos e escassos.
=
Deixemos que cada um proceda de acordo com a habilidade que lhe foi dada e continue assim a peregrinação em que se tem empenhado.
Não há homem tão infeliz e inapto que, pouco a pouco, não tenha conseguido um pequeno progresso. Não cessemos de fazer todo o possível para ir os incessantemente mais adiante no caminho do Senhor; e não nos desesperemos por causa de nossas escassas conquistas. Ainda que não cheguemos ao nível espiritual que esperamos ou desejamos, nossa labuta não está perdida se é que o dia de hoje ultrapassa em qualidade espiritual o dia de ontem.
=
A única condição para o verdadeiro progresso espiritual é a de que permaneçamos sinceros e humildes.
Mantenhamos em mente nossa meta final e avancemos sobre ela com toda a nossa vontade. Não caiamos no orgulho nem nos entreguemos às paixões pecaminosas. Exercitemos com diligência para alcançarmos uma norma mais alta de santidade, até que tenhamos chegado ao melhor de nossa qualidade espiritual, na qual devemos persistir ao longo da nossa vida. Somente chegaremos à perfeição absoluta quando, libertados deste corpo corruptível, formos admitidos por Deus em Sua presença.










Igreja Presbiteriana do Brasil
O Blog - " A Serviço do Senhor "
Diác. Rilvan Stutz " O Servo com Cristo "
Eleitos de Deus - A Verdadeira Vida Cristã
Fonte: João Calvino - Fonte Editorial

Rádio Rei dos Reis