Seguidores

Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

domingo, setembro 28, 2008

FALTA CARINHO PARA NOSSOS IDOSOS

Abordagem Psicológica do Envelhecimento e da Morte.
=
Podemos considerar a morte como a maior das crises que o homem enfrenta. Todos nós enfrentamos crises, algumas superáveis outras não e embora estejam sempre presentes há uma diferença que interfere na possibilidade de seu enfrentamento; na terceira idade as perdas aceleram-se, sendo que o tempo para superá-las é menor. Pode ocorrer, no entanto, o idoso sentir-se incapacitado ou frágil para enfrentá-las instalando-se assim uma crise mais séria.
=
Nas sociedades primitivas os idosos eram venerados, fonte de sabedoria e experiência, hoje houve inversão de valores, os idosos são marginalizados e perdem sua valorização social. A sociedade vem assistindo mudanças em relação à imagem do idoso. Em parte, devido ao aumento da expectativa de vida e os problemas decorrentes do despreparo quanto a que atitudes devem ser tomadas tanto no que tange a aspectos sociais de atenção a saúde como a um sistema previdenciário que os apóie. Atitudes preconceituosas têm feito da terceira idade um fardo aos que a possuem.
=
O ideal não é simplesmente prolongar a vida como a ciência tem feito, mas que haja condições favoráveis a uma vida digna onde não haja omissão quanto às condições do idoso. A verdade é que a velhice não é um problema social, mas a forma com que a sociedade tem lidado com ela tem trazido problemas sociais. A possibilidade de ações multidimensionais, tendo em vista as características da velhice e das suas determinantes biopsicossociais assustam-nos, principalmente a partir do momento da nossa conscientização de que também passaremos por esse processo que nos coloca a uma pequena distância da morte, responsável por nos banir de uma sociedade que pensamos depender de nós, mas que nos transcende.
=
A morte biológica significa o fim do organismo humano, mas o ser social só deixa de existir a partir do momento em que uma série de cerimônias de despedida é realizada e a sociedade reafirma sua continuidade sem ele. Existe grande diferença entre conceitos pensados como sinônimos. Envelhecimento, idoso e velhice distinguem-se quanto aos seus aspectos. O envelhecimento é o processo que ocorre durante o curso da vida, onde há modificações biológicas, psicológicas e sociais. O ser humano modifica-se somaticamente do nascimento até a morte.
=
Idoso geralmente é especificado pelo tempo cronológico, mas existem questões físicas, funcionais, mentais e de saúde que podem influenciar. O idoso é o resultado do processo de desenvolvimento, do seu curso de vida. Faz parte de uma consciência coletiva, a qual introjeta em seu pensar e seu agir. A velhice é a última fase do processo de envelhecimento. É um conceito abstrato, sendo impossível delimitá-la em tempo ou em características.
=
Sendo assim, coloquemos nas Mãos do Senhor "Nossa Velhice", Deus cuidará de tí. Coloquemos nas Mãos do Senhor o momento de nossa morte, "Sendo um momento pouco sofrível!" Que neste momento, possamos sentir os Braços doAltíssimo nós aconlhendo! Subindo para a Glória Eterna aprovado e prontos para dizer ao Pai "Eis-me Aqui Senhor!" Oramos para que possamos estar aprovados. Colocamos nestas humildes palavras, nossa oração! Nos receba, Oh! Pai Eterno. Amém.

=
Diácono Rilvan Stutz
Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro
www.reierei.blogspot.com

Rádio Rei dos Reis