Seguidores

Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

domingo, abril 04, 2010

O IDOSO PARTICIPA,SIM, DA RENDA FAMÍLIAR

MENSAGEM






O IDOSO PARTICIPA, SIM, DA RENDA FAMILIAR
O vinho é visto dessa forma: quanto mais velho, melhor. Mas, em se tratando de seres humanos idosos, a metáfora do vinho não tem sentido pleno, já que, erroneamente, a população idosa é tratada como se fosse um peso social. Ainda em relação à metáfora, o que prevalece, no caso dos idosos, é o sentido de que, quanto mais velhos, mais dispendiosos serão para a sociedade e para o Estado.
=
Da mesma forma que, quanto mais velha uma garrafa de vinho, maior o seu preço. A psicóloga Anita Liberalesso, ex-coordenadora do curso de Pós-Graduação em Gerontologia da Unicamp, contesta essa afirmação de que os idosos não contribuem para a sociedade e demandam muitos gastos públicos. “Esse mito tem origem na dificuldade de as nações desenvolvidas e em desenvolvimento darem conta de proporcionar benefícios e proteção social aos mais velhos”, explica. “E, na falta de soluções, as vítimas são apontadas como as culpadas pela sua situação.”
=
Com participação de 53% no orçamento da família, brasileiros acima de 65 anos provam a força de seu trabalho e impulsionam o país; especialistas alertam, no entanto, para necessidade de mudanças, inclusive, na redistribuição de rendas.
=
Contrariando a opinião do senso comum, as estatísticas mostram que os idosos são produtivos, sim. No Brasil os mais velhos trabalham até a idade avançada. Liberalesso ressalta que nas zonas rurais, homens e mulheres, mantidos pela agricultura, trabalham a vida toda. Nas atividades informais também. “Em atividades informais são encontradas muitas pessoas mais velhas que nunca foram formalmente empregadas porque não tiveram oportunidades educacionais para tanto ou porque foram desempregadas precocemente”, afirma a psicóloga.
=
O número de famílias chefiadas por pessoas acima de 50 anos aumentou nos últimos anos. Na falta de soluções, as vítimas (os idosos) são apontadas como as culpadas pela sua situação. Segundo pesquisa da economista Ana Amélia Camarano, coordenadora da área de pesquisa em população e família do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), os idosos contribuem, em média, com 53% da renda familiar. As aposentadorias e pensões, pagas pela Previdência Social, acabam atendendo não só aos mais velhos, como também aos seus familiares.
=
E a maioria recebe benefícios de um salário mínimo. É pouco, mas é com esse dinheiro que muitas famílias resistem à pobreza e sobrevivem. E, nesses casos, os idosos são um fator de equilíbrio social e, não, uma carga.









Holdings. Tel - Aviv - Jafra - Israel
Diác. Rilvan Stutz - Membro Shvoong
Prof. Gerson Aranha - Membro Shvoong
Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro

Rádio Rei dos Reis