Seguidores

Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

terça-feira, outubro 06, 2009

UM DEDINHO DE DEUS

EDIFICAÇÃO
Cetamente nesta vida, temos bons momentos. Na maioria das vezes gozamos as maravilhas do mundo, ou deveriamos tentar, se possível. Dizemos sempre: o mundo é lindo, maravilhoso, penso na minha vida regalada de prazeres, (isto, grande maioria), digo: minha vida está completa, tenho tudo, tenho até Jesus em meu coração! Não! Falta à preciosidade e responsabilidade diante de Cristo! Com toda certeza! Este é um compromisso que não pode ser falho, pois por contrário, nos tornaremos homens "nulos" para O Mestre. Desta forma, me torno alto insuficiente perante o Salvador, Aquele que nos oferece gratuitamente a vida eterna.
=
Com muita sabedoria e força de vontade, precisamos rever nosso comportamento e praticar um fidedígno trabalho. O chamado do nosso Senhor Jesus Cristo é irresistível, impar, irreversível e incomparável.
=
Jesus Cristo nos deixou uma missão, O "Ide", é prioridade de um cristão, a principal obrigação dos servos para com o Senhor, isto precisa ser nossa grande preocupação. Jesus ordenou "Ide pregai o Evangelho a todas às nações".
=
OBSTISNAÇÃO, LEALDADE E FORÇA DE VONTADE
=
Em grande cidade dos EUA, tiramos de lá uma história cheia de emoção e exemplos, um testemunho "irretocável". Podemos dizer: a maior experiência vivida em minha vida. Naquele local senti a força de vontade de um homem, um precioso homem, um homem que entregou sua imperfeita vida física ao trabalho do Criador eterno, Deus!
=
Em certa escadaria de um museu, muito importante, local para a passagem de milhares de pessoas por dia, ali se instalou um homem, se é que podemos chamá-lo de um homem perfeito. Falamos de uma pessoa que merece todo o nosso respeito, merece todos os méritos de um grande herói. Expressamos nossa tristeza, por um homem completamente imperfeito fisicamente. Naquele dia percebi e tirei como exemplo o quanto se pode ser importante para Cristo nesta vida, o quanto podemos fazer e não fazemos, é precioso cumprir ordens, principalmente os convocado pelo Mestre. Passo a relatar o meu sentimento, o meu mêdo, por tudo que testemunhei e senti!
=
Um homem, aleijado, assim nasceu com vários problemas na sua formação, não tinha pernas, não tinha braços, só em um lado de seu pequeno corpo, todo deformado, deveria pesar no máximo uns trinta kilos. Na parte esquerda, tinha uma pequena mão, com um só "dedo", o restante do corpo longe da perfeição natural, cego parcialmente, só enxergava por um cantinho dos olhos, sua boca não o permitia comer, vivia de água e sucos que uma senhora se prestou a cuidar daquela pessoa, com muita piedade e amor no coração, fazia tudo que podia por aquele ser humano. Ele mal conseguia se arrastar, o mais importante não aceitava esmolas, ele pedia a esta senhora, que o levasse para a escadaria, pois não tinha um outro local que o agradace tanto, desta forma ela o ajudava.
=
Em certo dia começou a ventar muito forte, para ele foi estranho, pois logo passou a ventania,(nem imaginava ele, que aquele vento mudaria sua vida completamente). Este vento trouxe um pedaço de papel que grudou em seu corpo. Com muito esforço pegou aquele papel, guadou e esperou a tão bondosa senhora que cuidava dele. Quando a senhora chegou, solicítou imediatamente com seu esforço em falar, para que ela fizesse a leitura daquele pequeno pedaço de papel.
=
Ela estranhou um pouco mas depois foi entendendo e leu aquele folheto para ele. O folheto falava de Jesus O salvador. O homem guardou em seu interior, uma fraze do folheto que dizia: "SÓ JESUS SALVA". Ele foi tocado em seu íntimo que começou a incomoda-lô, sentiu a ação do Espirito Santo de Deus e percebeu que poderia ser muito útil. Tudo foi se tornando mais claro para ele e, entendendo o que acontecia.
=
Sem ter recursos para transmitir aquela mensagem de imediato, o seu coração já do Senhor, resolveu contar para aquela bondosa Senhora o que se passava com ele. Ela evangélica, o levou um domingo para a Igreja e, depois de confessar ao Pastor sua vontade de ter a Cristo como seu único Salvador, combinou com sua ajudadora bondosa, para colocá-lo no mais alto degrau da escadaria, assim ela cumpriu o seu pedido, e ele começou sua missão a partir daquele dia.
=
Irmãos, aquele pedaço de homem, encontrou uma forma de trabalhar para Cristo, sim! Mais como? Amados, aquele único "dedinho" que tinha, na verdade também não era perfeito, ele soube muito bem usa-lo. Neste momento a emoção nos toca profundamente, quando tomamos conhecimento que aquele homem com incapacidade total para a vida normal, "encontrou a forma perfeita de anunciar a Cristo", das oito horas da manhã, até as dez horas da noite lá estava ele.
=
Aquele homem começou a trabalhar forte, a forma nos deixou envergonhado! Aquele pequeno
"dedinho", ficava apontado para os céus com um gesto que seu corpo ainda o permitia desenvolver, ele levantava e abaixava o dedo para os altos céus. Simplesmente ele queria anunciar: "ali naquele céu está o Salvador da sua vida!" Fazia com alegria, ele só queria dizer "Deus existe!". Seu dedo anunciava a Cristo. Sua boca lacrada, não o permitia pronunciar qualquer palavra, mais a única parte do seu corpo que ainda se movia, fazia o que Cristo mais espera de um ser humano, anunciar o Evangélio. Na verdade este é um verdadeiro servo de Deus, foi mudado, se encheu do amor eterno, tranformado pela vontade do Criador nosso Pai Celeste. Senti "vergonha", pois percebi que um "pequeno dedinho era maior do que eu inteiro e com saúde".
=
Olho para mim e pergunto: Como tenho falhado com Cristo! Onde está o meu trabalho para o Senhor! Que todos se perguntem: Como estou perante Cristo?
=
Que O Pai Criador, ampare este homem até a eternidade!
Amém.





Heldings. Tel - Aviv - Jafra - Israel
Por Diác. Rilvan Stutz - Membro Shvoong
Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro

Rádio Rei dos Reis