Seguidores

Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

sexta-feira, junho 26, 2009

AFINAL, PORQUE FALAR DE AMOR?

MENSAGENS



O Homem nunca encontrará a paz universal enquanto não descobrir sua própria paz interior, pois ela é o antídoto contra todas as distorções do comportame
nto, que vai tornar o Homem feliz e fazê-lo espalhar essa felicidade entre seus semelhantes. Essa paz interior chama-se Amor e sua semente encontra-se no coração de todos. Essa é mais uma das incontáveis mágicas da Natureza; há uma semente de Amor no coração de todas as pessoas. Se elas não se fizerem insensíveis, perceberão sua existência e deixarão que brote e cresça, destinando seus frutos a muitas ações em benefício da própria sociedade.

Mas é no Grande Encontro com o parceiro afetivo que a semente do Amor consolidará sua finalidade, porque daí resultará a perpetuidade da espécie, através de uma convivência onde a alegria e o prazer são possibilidades palpáveis. Dentre as milhões que existem no mundo, haverá uma semente de amor que será aquela com a qual a sua desejará compartilhar essa convivência. Não há um momento nem um meio certo para que isso aconteça. Como em qualquer mágica, a mágica do amor também tem seus segredos, seus mistérios, seu lado inesperado, inexplicável e nem sempre lógico. Mas quando acontece é inconfundível, porque o coração bate mais forte que nunca, em compasso com o ritmo do próprio Universo, e faz do Homem um ser intenso, puro, sensível e emocionado. Um ser voltado para o Bem, o Belo e o Bom, que aprende a se dar, a ser cooperativo e generoso.

No entanto, como em tudo na vida, o Amor precisa ser alimentado para tornar-se bastante, tal como se faz com a pequena semente para que se torne uma grande árvore. O Amor requer aprendizado porque é sutil, multifacetado e se alimenta de muitos sentimentos. Esse aprendizado tem um longo percurso, como acontece com a solidez da experiência. Convém desconfiar das coisas rápidas e imediatas, porque costumam andar de mãos dadas com o efêmero, o superficial e até com o leviano. Tal qual uma semente, há necessidade de um tempo de maturação para que os frutos possam ser saboreados na sua plenitude. Não importa quanto tempo leve, nem quão longa possa ser essa viagem, é preciso empreendê-la, mais cedo ou mais tarde.

A busca do Amor é a mais maravilhosa e transcendental viagem que o Homem pode empreender dentro e fora de si. Essa viagem não tem roteiro fixo, não se prende ao tempo nem às convenções, pode ser breve ou parecer interminável. E para iniciá-la basta acreditar na sua possibilidade. Seu passaporte é a Fé, e a bagagem a Esperança. Fé e Esperança na capacidade de recuperar o lado semi-deus do Homem e divinizar tanto quanto possível seu lado humano.

O caminho está cheio de sinais, mas precisamos percebê-los e senti-los, antes mesmo de compreendê-los. Há sempre um sentido e uma mensagem em cada sinal. Não é por acaso que o pôr-do-sol nos emociona com suas cores e luzes, que o orvalho da manhã sobre as flores nos enche de ternura. Haverá um motivo pelo qual o cheiro da terra e da grama molhada pela chuva ou o som do vento e dos mares mexam com o nosso coração, se estivermos receptivos. Música, perfumes, crianças, pássaros, tudo são degraus na escada ascendente que leva ao Amor. Feliz quem ouve, vê e sente esses sinais, porque passará incólume por maldosos convites à indiferença, à ironia, à insensibilidade, ao egoísmo; este encontrará o Amor.

Paciente, sem ser passivo, confiante, sem ser ingênuo. Apenas atento como quem aguarda a inesperada Visita Esperada. Dentro do seu cotidiano, ele sabe que chegará o momento do Grande Encontro: o encontro com o Amor. Só os íntimos da Natureza percebem a festa que ela faz sempre que esse encontro acontece. É por causa dessa mágica universal, da qual podemos todos participar, que se deve falar de Amor, tanto e tanto que se esgotem as palavras, a música e as imagens que possam representá-lo (como se isso fosse possível...).

Esteja certo de que, de tanto falar de Amor, ele se fará presente. Em algum momento, em algum lugar, sob alguma forma.




Holdings. Tel - Aviv - Jafra - Israel
Portal da Família-Floriano Serra
Diác. Rilvan Stutz - Membro Shvoong
Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro
http://www.reierei.blogspot.com/

Rádio Rei dos Reis