Seguidores

Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

domingo, agosto 31, 2014

BRILHE COMO OS RAIOS SOLARES












Brilhe como os raios solares da mesma modo que as plantas anseiam pelos raios solares, o homem anseia pela Luz Espiritual que emana do seu interior.

Da mesma forma que as plantas se desenvolvem graças aos raios solares, o homem se desenvolve graças à Luz Espiritual que emana do seu interior.

As pessoas de cuja fisionomia emana um brilho claro e puro, como os raios de sol, numa linda manhã, não só conseguem alcançar o pleno desenvolvimento de si próprias, como também dão alegria, otimismo e coragem a todos quantos delas se aproximam e revigoram os que estão desanimados e tristes. 

O Sol brilha por si mesmo, irradiando continuamente luz e calor, mas nem por isso se desgasta.

Nele vemos representado o segredo do crescimento de todos aqueles que 
brilham por si mesmos.  

O Sol atrai para si incontável número de corpos celestes, assimila-os e fornece luz e calor a todas as coisas, sem sofrer desgaste por causa disso.

Da mesma forma, as pessoas cujas almas brilham por si mesmas nunca se desgastam, por mais que forneçam luz e calor aos outros.

Elas são também como um grande imã, pois a lei de atração dos semelhantes atua sobre elas, como em tudo o mais.

Atraído pela luz que essas pessoas emitem, incontável número de coisas boas e radiosas junta-se ao redor delas, que, graças a isso, vão-se enriquecendo, tanto no plano espiritual, como no plano material. 

  




Holdings – Tel Aviv – Jafra – Israel 
Diácono Rilvan Stutz “O Servo com Cristo” 
O Blog Rei dos Reis - “A Serviço do Senhor 
Portal Interlegis.gov.br – Direitos Humanos – Membro 
Instituto de Pesquisas (Arqueológicas) – Israel – Membro 
Academia de Natânea – Israel – Membro 
Portal Shvoong (Paulo Roberto Barbosa).



sexta-feira, agosto 29, 2014

QUAL A SUA ESCOLHA?






"Ao homem que teme ao SENHOR, ele o instruirá no caminho que deve escolher" (Salmo 25:12). 


O maior poder que temos é o da escolha. 

Na verdade, se você está vivendo momentos de infelicidade, pode escolher, em vez disso, viver alegre, bastando se esforçar por esta alegria. 

Se você tem tendência a viver com medo, pode superar o medo e adquirir coragem. 

Até na mais tenebrosa aflição você pode fazer escolhas. 

A qualidade de toda uma vida, no final das contas, depende das escolhas que se faz". 

(Norman Vincent Peale) Para nós, cristãos, a felicidade que temos experimentado foi resultado de uma escolha - aceitar Cristo como nosso Senhor e Salvador. 

Escolhemos deixar o mundo e começar a caminhar na presença de Deus. 

Escolhemos abandonar a velha natureza e deixar Cristo dirigir nossos passos. 

Escolhemos trocar as trevas do pecado para que a luz do Senhor começasse a brilhar em nossas vidas. 

Trocamos o ódio pelo amor, a angústia pelo regozijo, a mentira pela Verdade, a morte pela Vida. 

Escolhemos deixar os caminhos incertos pelo Caminho que leva à vida eterna; escolhemos esquecer as dúvidas e incertezas e abraçar a esperança e a fé; escolhemos sepultar as queixas e murmurações para que pudesse nascer em nós um cântico de louvor e adoração. 

Escolhemos seguir a Jesus, ser abençoados em cada dia de nossas vidas, ter a Palavra de Deus como manual de nossas ações, obedecer à voz de Deus, testificar de que não existe gozo real no coração sem a presença de Cristo. 

Quando escolhemos errado, sofremos as consequências de nossa escolha. 

Quando escolhemos o mundo, o próprio mundo se incumbe de nos mostrar o quanto estamos equivocados. 

Feliz aquele que escolhe acertadamente. 

Eu fiz a minha escolha - escolhi o caminho da salvação. Escolhi Jesus e, por isso, sou muito feliz. 


Holdings – Tel Aviv – Jafra – Israel 
Diácono Rilvan Stutz “O Servo com Cristo” 
O Blog Rei dos Reis - “A Serviço do Senhor 
Portal Interlegis.gov.br – Direitos Humanos – Membro 
Instituto de Pesquisas (Arqueológicas) – Israel – Membro 
Academia de Natânea – Israel – Membro 
Portal Shvoong (Paulo Roberto Barbosa).

quinta-feira, agosto 28, 2014

A VERDADEIRA SABEDORIA SE MANIFESTA NA PRÁTICA
















A Carta de Tiago enfatiza o lado prático do Evangelho de Cristo. 

No capítulo 1 e versículo 27, o apóstolo destaca as evidências da "religião pura e imaculada" para nos faz entender que praticar a Palavra é torná-la viva ante o mundo. 

É importante viver na prática a Palavra de Deus, para não cairmos no descrédito daqueles que nos rodeiam. 

O cristão portador da sabedoria do alto é um crente abnegado, ao invés de simplesmente pronunciar a Palavra, vive-a como um exemplo de que ela é praticável e benéfica. 

Seu comportamento faz com que as pessoas em sua volta reflitam sobre como recebem as Escrituras, se como simples relato histórico ou como a sagrada regra de fé e conduta. 

Mahatma Ghandi, diante de um líder cristão, disse: "Eu admiro o vosso Cristo, e não o vosso cristianismo". 

Infelizmente, vivemos num tempo em que, para muitos, há um grande abismo entre o ato de dizer e o fazer, o ato de pregar e o praticar, o ensinar e o oferecer exemplo. O crente tem que ser uma testemunha viva do amor e poder do Senhor. 

De que adianta, ao homem, ouvir mandamentos, preceitos e ordenanças sem conhecer na prática os seus efeitos positivos? 

É necessário ouvir Quem é de Deus ouve as palavras de Deus (João 8.47). 

O verbo ouvir neste texto tem mais do que o sentido de escutar, é prestar atenção com a intenção de aprender e tornar-se apto a pôr o ensinamento em prática. 

Na Palavra encontramos a exposição de um padrão ético superior ao que se vê em homens e mulheres comuns. 

A ética bíblica não visa apenas ao que a pessoa faz, mas ao que ela é, vai ao encontro de todas as áreas essenciais da vida e de encontro ao código exterior da sociedade edonista e ególatra. Quando o leitor se submete à vontade divina, a Palavra cria fé em seu coração (Romanos 10.17). 

À medida que uma pessoa lê a Bíblia, esta, por sua vez, interage com o leitor, falando dinamicamente às suas necessidades. 

Ela é a voz de Deus, é penetrante, toca no âmago do ser humano e oferece todas as respostas necessárias às perguntas mais importantes (Hebreus 4.12, 13). 

A leitura bíblica gera conhecimento e o conhecimento do Senhor produz libertação (Oseias 6.3; João 8.32). 

A Palavra transforma o leitor em todos os setores que precisa ser transformado e o conduz ao encontro com Deus. 

O leitor cuja alma está cansada e oprimida, recebe o alívio proporcionado por Cristo, que troca o fardo pesado que encontra-se em seu coração pelo fardo leve e agradável que Ele tem para quem deseja ser praticante da vontade divina. 

Com a ajuda do Espírito o crente experimenta viver praticando a Palavra prazerosamente (Mateus 11.28-30; João 14.26).






Holdings – Tel Aviv – Jafra – Israel 
Diácono Rilvan Stutz “O Servo com Cristo” 
O Blog Rei dos Reis - “A Serviço do Senhor 
Portal Interlegis.gov.br – Direitos Humanos – Membro 
Instituto de Pesquisas (Arqueológicas) – Israel – Membro 
Academia de Natânea – Israel – Membro 
Portal Shvoong (Eliseu Antonio Gomes).








terça-feira, agosto 26, 2014

QUERO VIVER TODOS OS MOMENTOS DE MINHA VIDA







"Pois assim diz o SENHOR à casa de Israel: Buscai-me e vivei" (Amós 5:4). 



Pergunta de um professor a seu aluno: "Quanto tempo você já viveu? 

Não quanto tempo seu sangue tem sido bombeado no corpo, mas quanto tempo realmente você já viveu?" 

O Senhor Jesus nos disse: "Eu sou a Vida" e também que veio a este mundo nos trazer vida abundante. 

Estamos nós desfrutando da vida que o Senhor preparou para nós? 

Podemos dizer, com plena certeza, que nossa vida é maravilhosa? 

Ou nada mais fazemos do que gastar os dias de nossas vidas sem Experimentar o gozo do Senhor? 

De que adianta proclamarmos que Cristo nos salvou e que transformou nossas vidas se elas continuam a ser banais e sem brilho? 

De que nos serve sorrir para todos na rua, para que todos pensem que somos as mais felizes criaturas se ao voltarmos para casa não sabemos fazer outra coisa senão chorar e chorar? 

Precisamos, verdadeiramente, entregar nossas vidas no altar de Deus, confiar nEle e descansar em Seus braços. 

Se enfrentamos momentos de angústia, lembremo-nos que Ele nos disse: "no mundo tereis aflições" e também "tende bom ânimo, pois Eu venci o mundo". 

Se os problemas financeiros nos afligem, lembremos que Ele prometeu suprir "todas as nossas necessidades". 

Se as enfermidades na família nos atormentam, creiamos sem duvidar que Ele é "o Senhor que sara". 

Em todos os momentos de tribulação, descansemos plenamente na presença do Senhor e "vivamos"! 

Eu quero buscar diariamente ao Senhor e viver a plenitude de suas bênçãos. 

Quero estar diante de Deus e me regozijar em Seu amor. 

Almejo andar em Seus caminhos e conhecer o que é, de fato, felicidade. 

Você tem buscado ao Senhor? 

Tem vivido com abundância? 




Holdings – Tel Aviv – Jafra – Israel 
Diácono Rilvan Stutz “O Servo com Cristo” 
O Blog Rei dos Reis - “A Serviço do Senhor 
Portal Interlegis.gov.br – Direitos Humanos – Membro 
Instituto de Pesquisas (Arqueológicas) – Israel – Membro
Academia de Natânea – Israel – Membro 

Portal Shvoong (Paulo Roberto Barbosa).






segunda-feira, agosto 25, 2014

SATISFEITO OU NÃO?





"... Os olhos do homem nunca se satisfazem”.
(Provérbios 27:20).



Um pregador, em um dia especial da igreja, propôs aos que ouviam seu sermão: "Eu darei meu carro de presente ao irmão ou irmã que estiver contente com o que tem. O interessado, por favor, procure-me após a reunião".

Logo que o culto acabou, muitos vieram a ele pleiteando o presente oferecido.

Ele atendeu um por um, individualmente, e fazia sempre a mesma pergunta: "Se você está contente com o que tem, por que deseja o meu carro?"

Não será esse o nosso grande problema?

Queremos sempre mais e mais e parece que nunca estamos satisfeitos com o que Deus nos dá.

Podemos receber dezenas de bênçãos que, ao ter uma delas negada, murmuramos e nos lamentamos como se Deus nos ignorasse e não se importasse conosco.

Dizemos que Cristo entrou em nossos corações, que somos mais que vencedores e felizes, mas na realidade, isso não tem sido mostrado em nossas atitudes.

Por mais que o Senhor nos contemple com Seu amor, sempre cremos que está faltando algo e, por isso, não nos mostramos satisfeitos.

O pregador de nossa história apenas queria provar que os "contentes e satisfeitos", na verdade, não estavam tão satisfeitos assim.

Queriam um pouco mais... ansiavam por coisas de que, talvez, nem precisassem.

Não será esse o nosso caso?

Saímos para comprar roupas quando temos uma quantidade mais que suficiente para nosso uso. 

Queremos adquirir novas propriedades quando já temos o suficiente para garantir uma vida tranquila.

Queremos aumentar nossa conta bancária mesmo sabendo que não conseguiremos gastar tudo durante toda a nossa vida.

E pedimos a Deus mais, e mais, e mais, e nem sabemos para que.


Você está satisfeito com o que o Senhor tem lhe dado? Ou sua satisfação é apenas passageira?





Holdings – Tel Aviv – Jafra – Israel 
Diácono Rilvan Stutz “O Servo com Cristo” 
O Blog Rei dos Reis - “A Serviço do Senhor 
Portal Interlegis.gov.br – Direitos Humanos – Membro 
Instituto de Pesquisas (Arqueológicas) – Israel – Membr 
Academia de Natânea – Israel – Membro 
Portal Shvoong (Paulo Roberto Barbosa).


Rádio Rei dos Reis