Seguidores

Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

segunda-feira, agosto 09, 2010

AS ESTAÇÕES DA ALMA

EDIFICAÇÃO



Porque nem sempre é primavera em nossas vidas.

Assim como os anos têm diferentes estações e o fim de uma estação não representa o final do ano e, muito menos, da vida; assim como os animais têm suas próprias “estações” (o tempo de acasalar, o tempo de gestar seus filhotes, o tempo de tê-los, o tempo de alimentá-los e o tempo de parar de alimentá-los para que eles procurem por si mesmos as fontes de sobrevivência) e o fim destes ciclos não significa nada mais que o fato de que um período acabou; assim também o ser humano tem “estações” em sua vida.
=
Muitas pessoas sofrem porque não são capazes de compreender (e aceitar) o caráter cíclico da existência. Ficam desesperadas porque olham pela janela e na vêem flores multicoloridas, borboletas bailando no ar e um dia claro sobre si. O que enxergam são nuvens pesadas de chuvas ou árvores nuas e sem graça. A vida não acabou, foi só a primavera que passou, mas outras primaveras virão. E, enquanto este tempo não chega, há muita coisa pra fazer. A vida não pára porque não é primavera, e nós também não podemos nos deixar paralisar. A arte de saber viver está diretamente ligada à força interior que nos habilita a um poderoso processo de adaptação ao meio e às circunstâncias impostas por este.
=
Uma outra extraordinária lição que podemos aprender com as estações do ano é que quando é verão no hemisfério Sul é inverno no Norte, ou seja, as estações não são as mesmas para todas as pessoas, cada pessoa tem que enfrentar, à seu tempo, a sua própria estação. Além disso, as estações não duram o mesmo tempo em cada parte do globo. Há localidades, como o Recife, que quase não conhecem o outono, mas nem por isso as árvores deixam de renovar as suas folhagem todos os anos. Elas aprenderam (e nós estamos começando a aprender) que renovação é vida, que a mudança é parte essencial do esforço de continuar existindo, que não precisam chorar porque seus frutos e folhas caíram no chão. Há muitas espécies de seres que sobrevivem justamente porque tais quedas aconteceram e ela mesma, a árvore, precisa destas aparentes perdas para continuar sua jornada. O mesmo ocorre com muitos animais que mudam a sua pelagem ou plumagem, tais fenômenos não indicam a morte, falam apenas de mudanças e esta não é nem boa nem ruim, é somente parte da vida.
=
Eu sei o que você está pensando. É ... mas este meu outono está durando tempo demais! Não é fácil mesmo. Eu gostaria de te abraçar neste momento, mas a única coisa que posso fazer é orar para que as palavras que eu escreverei em seguida sejam úteis para lhe trazer algum conforto e lhe inspirar paciência. Eu creio que Deus vê as nossas vidas com muito cuidado e bem de perto. Ele não “deu corda” em nossas existências e foi cuidar de outros assuntos mais importantes. Como para um pai o assunto mais importante da Terra é o seu filho que sofre, para Deus a questão mais relevante do momento é você.
=
Com carinho,













Postado por Pb. Gerson Grip
Igreja Presbiteriana do Brasil
Diac. Rilvan Stutz - Membro Catedral
M.Pão Quente Diário - Rev. Martoreli Dantas
Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro

Rádio Rei dos Reis