Seguidores

Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

História da IPB

História da Igreja Presbiteriana do Brasil
Concílios Superiores e Seus Líderes
Rev. Alderi Souza de Matos

Incontestavelmente, o primeiro líder do presbiterianismo brasileiro foi o Rev. Ashbel Green Simonton (1833-1867), missionário fundador da Igreja Presbiteriana do Brasil e, a partir de 1862, pastor da sua primeira comunidade local, a Igreja do Rio de Janeiro.

Com a organização das três primeiras igrejas (Rio, São Paulo e Brotas), tornou-se possível a criação do primeiro concílio, o Presbitério do Rio de Janeiro. Isso ocorreu em São Paulo, no dia 16-12-1865, sendo membros fundadores apenas três missionários: A. G. Simonton, Alexander L. Blackford e Francis J. C. Schneider. No dia seguinte, 17 de dezembro, foi ordenado o Rev. José Manoel da Conceição. O novo presbitério ficou filiado ao Sínodo de Baltimore, da Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos da América (Igreja do Norte).

Passaram-se mais de vinte anos até que fossem organizados novos presbitérios: o de Campinas e Oeste de Minas (14-04-1887) e o de Pernambuco (17-08-1888), ambos ligados à Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos (Igreja do Sul). Em 6 de setembro de 1888, os três presbitérios filiados às igrejas-mães norte-americanas uniram-se para formar um concílio autônomo, o Sínodo da Igreja Presbiteriana do Brasil. O Sínodo era composto de vinte missionários, doze pastores nacionais e mais de 50 igrejas.

Em 1907, o Sínodo aprovou a sua própria dissolução e a criação de dois novos sínodos, o do Norte e o do Sul, que reuniram-se pela primeira vez em janeiro de 1909, respectivamente em Salvador e Campinas. No dia 7 de janeiro de 1910, a Assembléia Geral foi solenemente instalada no templo na Igreja Presbiteriana do Rio de Janeiro, sendo o Rev. Álvaro Reis, pastor daquela igreja histórica, eleito moderador. Na época, a Igreja Presbiteriana do Brasil tinha cerca de dez mil membros comungantes, outro tanto de não comungantes e por volta de 150 igrejas em sete presbitérios.

Finalmente, a Assembléia Geral de 1936, reunida em Caxambu, Minas Gerais, convocou uma Assembléia Constituinte, que reuniu-se em dezembro do ano seguinte, no Rio de Janeiro. Essa Assembléia aprovou uma nova Constituição para a igreja, pela qual a Assembléia Geral passou a denominar-se Supremo Concílio. Apresentamos a seguir uma relação completa de todas as reuniões desses concílios maiores da IPB, bem como os nomes dos seus moderadores ou presidentes.

I. Presbitério do Rio de Janeiro:


1865 São Paulo Alexander Latimer Blackford
1866 Rio de Janeiro Alexander Latimer Blackford
1867 Rio de Janeiro Alexander Latimer Blackford
1868 São Paulo Alexander Latimer Blackford
1869 São Paulo Francis Joseph C. Schneider
1870 Rio de Janeiro Robert Lenington
1871 Rio de Janeiro Robert Lenington
1872 Rio de Janeiro Francis J. C. Schneider
1873 São Paulo George Whitehill Chamberlain
1874 São Paulo George Whitehill Chamberlain
1875 Rio Claro Modesto P. Barros de Carvalhosa
1876 Rio de Janeiro Robert Lenington
1877 Rio de Janeiro George Whitehill Chamberlain
1878 São Paulo Miguel Gonçalves Torres
1879 Rio de Janeiro John Beatty Howell
1880 São Paulo João Fernandes Dagama
1881 São Paulo Antonio Bandeira Trajano
1882 Rio Claro Antonio Pedro de Cerqueira Leite
1883 Rio de Janeiro Modesto P. Barros de Carvalhosa
1884 São Paulo Alexander Latimer Blackford
1885 Sorocaba Eduardo Carlos Pereira
1886 Rio de Janeiro José Zacarias de Miranda e Silva
1887 São Paulo Miguel Gonçalves Torres
II. Sínodo do Brasil:

1888 Rio de Janeiro Alexander Latimer Blackford
1891 São Paulo Miguel Gonçalves Torres
1894 Rio de Janeiro Antonio Bandeira Trajano
1896 Campinas Antonio Bandeira Trajano
1897 São Paulo John M. Kyle
1900 Campinas Samuel Rhea Gammon
1903 São Paulo João Ribeiro de Carvalho Braga
1906 São Paulo Modesto P. Barros de Carvalhosa
1907 Rio de Janeiro Modesto P. Barros de Carvalhosa

III. Assembléia Geral:

1910 Rio de Janeiro Álvaro E. Gonçalves dos Reis
1912 Rio de Janeiro Roberto Frederico Lenington
1915 Campinas John Rockwell Smith
1916 Valença Horace S. Allyn
1917 Rio de Janeiro Matatias Gomes dos Santos (vice)
1918 Lavras Constâncio Homero Omegna
1920 Botucatu Álvaro E. Gonçalves dos Reis
1922 Rio de Janeiro Alva Hardie
1924 Recife Erasmo de Carvalho Braga
1926 S. Sebastião do Paraíso Matatias Gomes dos Santos
1928 Campinas José Carlos Nogueira
1930 Rio de Janeiro Coriolano Dias de Assunção
1932 Alto Jequitibá Miguel Rizzo Junior
1933 Rio de Janeiro (Extraordinária)
1934 São Paulo Cícero Siqueira
1936 Caxambu Galdino Moreira
1937 Rio de Janeiro (Constituinte)

IV. Supremo Concílio:

1938 Fortaleza Guilherme Kerr
1942 Botucatu José Carlos Nogueira
1946 Copacabana Natanael Cortez
1950 Presidente Soares Benjamim Moraes Filho
1951 Jandira (Extraordinária)
1954 Recife José Borges dos Santos Júnior
1958 Lavras José Borges dos Santos Júnior
1959 Rio de Janeiro (Extraordinária: centenário da IPB)
1962 Rio de Janeiro Amantino Adorno Vassão
1966 Fortaleza Boanerges Ribeiro
1969 Belo Horizonte (Extraordinária)
1970 Garanhuns Boanerges Ribeiro
1974 Belo Horizonte Boanerges Ribeiro
1978 Recife Paulo Breda Filho
1982 Goiânia Paulo Breda Filho
1986 Vitória Edésio de Oliveira Chéquer
1988 Lavras (Extraordinária)
1990 Governador Valadares Edésio de Oliveira Chéquer
1994 São Paulo Guilhermino da Silva Cunha
1998 Brasília Guilhermino da Silva Cunha
1999 Recife (Extraordinária)
2002 Rio de Janeiro Roberto Brasileiro Silva

Rádio Rei dos Reis