Seguidores

Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

sexta-feira, julho 26, 2013

CONHEÇA RISCOS E BENEFÍCIOS DO CLAREAMENTO EM 1 HORA



CUIDANDO DA SAÚDE













Apesar da comodidade de fazer o clareamento caseiro, optar pelo consultório pode ser sinônimo de segurança e economia de tempo.
De 45 minutos a uma hora é quanto se leva para clarear o sorriso na cadeira do profissional, enquanto em casa leva-se, em média, três semanas.

A rapidez no resultado se dá pelo produto usado gel à base de peróxido de hidrogênio e pelo uso de luzes LED ou Laser são as mais comuns. 
Outro ponto é que a concentração da substância usada pelo profissional é mais forte.

No método caseiro, o gel usado é o peróxido de carbamida mais fraco que o do consultório. 

O paciente recebe uma moldeira feita sob medida e é orientado a dormir com ela ou usá-la duas vezes ao dia, e repetir o processo por alguns dias.

A rapidez no resultado se dá pelo produto usado gel à base de peróxido de hidrogênio e pelo uso de luzes LED ou Laser são as mais comuns. 

Outro ponto é que a concentração da substância usada pelo profissional é mais forte.

Mesmo clareando os dentes em casa é preciso ter o acompanhamento de um profissional e seguir criteriosamente suas instruções. Sem acompanhamento profissional, o clareamento pode provocar úlceras nas mucosas, gengivite, perda de papila (gengiva entre os dentes).

Hoje é fácil conquistar um sorriso mais branco. 

No dentista ou em casa, os resultados são satisfatórios. 

Apesar da comodidade de fazer o procedimento no conforto do lar, optar pelo consultório pode ser sinônimo de segurança e economia de tempo. 

De 45 minutos a uma hora é quanto se leva para clarear o sorriso na cadeira do profissional, enquanto em casa leva-se, em média, três semanas.

A rapidez no resultado se dá pelo produto usado – gel à base de peróxido de hidrogênio – e pelo uso de luzes – LED ou Laser são as mais comuns. 

Outro ponto é que a concentração da substância usada pelo profissional é mais forte. 

O dentista também terá o cuidado de proteger lábios e gengivas para que não haja contato na hora da aplicação.

No método caseiro, o gel usado é o peróxido de carbamida mais fraco que o do consultório. O paciente recebe uma moldeira feita sob medida e é orientado a dormir com ela ou usá-la duas vezes ao dia, e repetir o processo por alguns dias.

Segundo o especialista em odontologia estética, Mauro Piragibe, consultor científico da Associação Brasileira de Odontologia, mesmo clareando os dentes em casa é preciso ter o acompanhamento de um profissional e seguir criteriosamente suas instruções. 

“Sem acompanhamento profissional, o clareamento pode provocar úlceras nas mucosas, gengivite, perda de papila (gengiva entre os dentes)”, diz Piragibe.

O tratamento é contraindicado para pacientes gestantes ou amamentando, com cárie, placa bacteriana, gengivite, ou outras doenças da boca. 

“O risco de ter sensibilidade nos dentes é maior em quem tem cárie”, explica o cirurgião-dentista Joel dos Santos.

Em média, o resultado dura dois anos, dependendo do estilo de vida do paciente. 

Para prolongá-lo é preciso evitar alimentos pigmentados, como café, refrigerante, chocolates e, principalmente, não fumar. 

Também é preciso fazer a higiene bucal adequada e manter as visitas regulares ao dentista.


 
 



 Holdings - Tel Aviv - Jafra - Israel
O Blog " A Serviço do Senhor"
Diác. Rilvan Stutz " O Servo com Cristo"
Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro
Fonte Terra - Artigos
 

 













Rádio Rei dos Reis