Seguidores

Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

terça-feira, março 17, 2009

CAIAM MIL,CAIAM DEZ MIL E NÃO SEREI ATINGIDO

EDIFICAÇÃO
=
Caiam mil ao teu lado, e dez mil, à tua direita: tu não serás atingido. (Salmos Cap. 91,7.).
=
A beleza da promessa de Deus para o Seu Povo se torna um dos mais lindo e saudável exercício para nossa fé. Através da palavra de Deus no versículo de Salmos Cap. 91, 7, fortalecemos a certeza de Sua presença em nossas vidas. Sentimo-nos seguros e com forças para sobrevivermos a tantas provações. O versículo mostra a presença de Deus na vida daqueles que O buscam, e encontram resposta e proteção. O versículo é uma pequena mostra do amor do Pai pelos seus. Registrado no Velho Testamento é nosso escudo até os dias de hoje. Nosso Deus é Eterno, a Fonte o Alvo, pois o homem é insignificante no tempo e no espaço. A miséria do homem pecaminoso perante a face do Juiz e Guia do Mundo (7-12). Quando em situação tremenda, enfrentarmos a morte sem a esperança em Cristo (Rm. 8:24), somos inexistentes no plano do Pai. Porque na esperança fomos salvos. Ora, esperança que se vê não é esperança, pois o que alguém vê como o espera?
=
Esta promessa tem nome e endereço, é aplicável a aqueles que têm fé no Senhor, que vivem em comunhão com Deus e confiam Nele sob orientação e consolo. A promessa feita aos fiéis é supremamente aplicável ao Filho, observamos que no livro de Mateus (4:6-7), satanás quis torcer este versículo, separando-o do contexto da fé que gratuitamente nos foi dado.
=
É impossível acontecer qualquer mal a àquele que pertence ao Senhor; as mais esmagadoras calamidades nada mais fazem do que encurtar a peregrinação do crente e aproximá-lo do seu galardão. As dificuldades são bênçãos numa forma oculta, as perdas o enriquecem, a doença lhe é um remédio, o desprezo do mundo é a sua glória, a morte lhe é a porta do céu. Deus responde aos que O procuram, mas a resposta nem sempre é a concessão daquilo que pedimos. O Apostolo Paulo pediu uma cura, mas recebeu algo melhor: uma aproximação do Senhor pela Sua graça (2º Co.7-10). Por termos dias curtos o livro de Salmos no Cap. 90: 12, diz: ensina-nos a contar os nossos dias, isto nos faz refletir que nossos dias são realmente curtos, temos que reconhecer que somos fracos mortais cujo futuro incerto deve colocar nas Mãos de Deus.
=
Não podemos ficar debaixo da ira de Deus, lembremos constantemente que o pecado transforma vidas numa miséria sem trégua. Precisamos viver sob as sombras do Altíssimo, pois descansaremos à sombra do Onipotente, está é a promessa do Mestre. Devemos também dizer ao Senhor da Glória: Tu és meu refugio e meu baluarte, Deus meu em quem confio. “Que caiam mil ao teu lado, e dez mil a tua direita; tu não serás atingido!” Rogamos ao Pai que estejamos sob Suas Asas de proteção. Que nossa fé, como a do Apostolo Paulo, se transforme em uma “rocha inabalável” e, vivamos sempre apossados de Suas promessas Eternas. Seja sobre nós a graça do Senhor nosso Deus! Confirma sobre cada servo do Senhor Sua proteção e que seja a Sua vontade o caminho de nossas vidas. Amém.









Holdings. Tel - Aviv - Jafra - Israel
Diácono Rilvan Stutz - Membro Shvoong
Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro

Rádio Rei dos Reis