Seguidores

Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

quinta-feira, dezembro 11, 2008

O PODER DA GENTILEZA

HOMENAGEM AO CHAMADO PROFETA
"GENTILEZA" DAS RUAS DO RIO DE JANEIRO.

=
A gentileza é um modo de agir muito mais sofisticado e profundo que meramente ser educado ou cumprir regras de etiqueta, porque embora devamos ser educados, a gentileza trata de uma característica relacionada com o caráter, valores e ética; prinpalmente tem a ver com o desejo de contribuir com um mundo mais humano e eficiente para todos. Para se tornar uma pessoa mais gentil, é preciso que cada um reflita sobre o modo como tem se relacionado consigo mesmo, com as pessoas e com o mundo. Ser gentil não pode depender do outro, ser uma moeda de troca, tem que ser uma escolha pessoal, um entendimento que podemos fazer a nossa parte e contribuir para um mundo melhor sim. Leonardo Boff diz: "Não serão nossos gritos a fazer a diferença e sim a força contida em nossas mais delicadas e íntegras ações".
=
Ser gentil não é fazer tudo que o outro quer, ser feito de bobo, dizer sim à todos. Quanto mais gentil somos com as pessoas, mais gentil somos com a nossa verdade, com nossos valores. Assim dificilmente nos aviltaremos em nome de algo que não esteja de acordo com o que pensamos. Dizer sim à todos demonstra mais uma dificuldade em ser aceito a qualquer preço, em lidar com sua própria carência do que a força ou o poder contido na gentileza. Aprender a dizer não nem é tarefa simples (eu sei). A gente aprende que tem que responder às expectativas de quem amamos, desde pequenos, daí quando crescemos, difícil dizer não sem nos sentirmos culpados. Mas, acredite, dá para dizer não com gentileza, desde que sejamos honestos, coerentes, que nos permitamos respeitar nossos limites.
=
Quando se entende que gentileza muda o rumo dos conflitos, transforma humores, melhora relações, contagia as pessoas, salva vidas, se descobre que ser gentil é extremamente benéfico (para todos os envolvidos). Gentileza gera gentileza; Amor, palavra que liberta; entre outras, são as frases que o Profeta Gentileza eternizou nas pilastras do Rio de Janeiro. Ele foi uma criança diferente, que aos sete anos "previu" que teria família e filhos, porém chegaria a hora de abandonar tudo e se entregar a sua verdadeira "missão". na terra: pregar a gentileza. E a vida passou.
=
Pelos idos dos anos sessenta, houve um grande incêndio num circo no estado do Rio, o Profeta perdeu ali sua mulher e seus cinco filhos. Depois de uma semana retirado em sua casa, retornou ao local da tragédia, ali passou a morar, cultivou flores, um horta, consolava aos passantes, aos sofredores, aos que precisavam de uma palavra, ou qualquer outra coisa. Saiu dali e foi expandindo seu universo, nos cruzamentos, com mensagens que diziam: Por favor não! Por gentileza, para pedir, gentileza gera gentileza... Obrigado não! Ninguém é obrigado à nada, portanto: Muito agradecido quando quiser agradecer algum bem feito.. Pela sua boca só se ouvia palavras de paz, depois as palavras passaram para suas roupas, depois para um estandarte que carregava consigo e finalmente ficaram impressas nas pilastras dos viadutos do Rio de Janeiro.
=
Hoje além de ser homenageado em música linda de Marisa Monte, tem seu museu "impressionista", à céu aberto, para quem quiser ver, de graça, como tudo que ele deu em sua vida.. Mas quem não conseguiu ainda chegar até aí com a gentileza, pode começar a exercitá-la com algumas ações:
=
1. Tente se colocar no lugar do outro: isso ajuda a entender melhor as pessoas. como elas pensam e agem.
2. Aprenda a escutar: ouvir é o mais importante para solucionar qualquer problema.
3. Pratique a arte da paciência: evite julgamentos e ações precipitadas,
4. Pense positivo: procure valorizar o que a situação e o outro tem de bom, isso pode promover milagres.
5. Seja solidário: demostre interesse pelo outro, pelos seus sentimentos e pela sua realidade.
6. Respeite as pessoas: as diferenças são uma riqueza para todos.
7. Peça desculpas: nunca tenha vergonha de admitir um erro, de voltar atrás, isso pode salvar relacionamentos e prevenir a violência.
8. Analise a situação: descobrir a raiz do problema é primordial para encontrar soluções pacíficas.
9. Faça justiça: esforce-se para entender as diferenças e não ganhar, como se as desavenças fossem jogos ou guerras.
10. Mude sua maneira de ver os conflitos: a gentileza nos mostra que o conflito pode ter resultados positivos e ainda tornar a convivência mais íntima e confiável.
Portanto, agora e sempre, aja com muita, muita gentileza porque alguém já disse: " Só os fracos é que são cruéis, só Se pode esperar doçura dos fortes".


Vote Neste Blog - Top 30
Grato.




Holdings. Tel - Aviv - Jafra - Israel
Alexandra Fernandes - Membro Shvoong
Diác. Rilvan Stutz - Membro Shvoong

Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro
www.reierei.blogspot.com