Seguidores

Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

quarta-feira, dezembro 22, 2010

MAIS QUE VENCEDORES

EDIFICAÇÃO



Estou plenamente certo de que aquele que começou boa obra em vós há de completá-la até o dia de Cristo Jesus.

Dou graças a Deus por tudo que recordo de vós! Queridos Irmãos muito nos emociona, quando nos lembramos do Apóstolo Paulo na carta aos Filipenses. O Apostolo trata aquele povo com um carinho de forma muito especial, parece que fala para um só grupo de amigos a quem ele amava profundamente.

A nota dominante dessa breve carta é a “alegria!”. Isso ainda é mais notável em vista do fato de que Paulo escrevia quando estava aprisionado. As notas gêmeas da humildade e da preocupação pelos outros também são bem evidentes. Em vista daquilo que Cristo fez, não há espaço para o orgulho na vida do filho de Deus. Em face do grande exemplo de Cristo, Seus seguidores não ousam ser “egoístas!”.

Atualmente é quase universalmente aceita como carta que saiu das mãos do próprio Apóstolo Paulo, foi escrita da prisão. Possivelmente da Cidade de Roma. Permita os Irmãos, a emoção, me leva a ler o início da carta ao Povo de Filipenses; “Dou graças a Deus por tudo que recordo de vós”. Quando intitulo esta matéria “Mais Que Vencedores”, percebemos na alegria do Apóstolo, ele notava, que ali trabalhava um Povo fiel, “mais que vencedor”, voltado para o evangelho de Cristo.

O Apóstolo confiava naquele Povo, sabia que podia confiar nos seus! O Apóstolo sabia que convivia com um Povo voltado para a obra Cristo. Destacamos que o Apóstolo Paulo foi o mais assemelhado a Jesus. Cristo! Simples, amoroso, incansável e de fé inabalável! “CUPRIU SUA MISSÃO TÃO DOLOROSA!”. SAUDADE! Esta o Apóstolo destaca com muita alegria no coração! Convido os Irmãos a compartilhar na leitura dos versículos sétimo e oitavo, lemos com a alegria como Paulo espelhava sua missão.

Diz assim: Aliás, é justo que eu assim pense de todos vós, porque vos trago no coração, seja nas minhas algemas, seja na defesa e confirmação do Evangelho, pois todos são participantes da graça comigo. Pois minha testemunha é Deus, da “saudade” que tenho de todos vós, na terna misericórdia de Cristo Jesus! No versículo quinto o Apóstolo fala; pela vossa cooperação no Evangelho, desde o primeiro dia até aquele momento. Aqui pode significar “generosidade”. É uma palavra chave da epístola.

A idéia é “que alguém tenha tido grande participação não revelada”. Note, do v.1 ao 7 versículo, onde Paulo e os Filipenses compartilham uma união tanto em sofrimentos como também na graça.

Lemos adiante, que a situação do Apóstolo contribuiu para o progresso do Evangelho. O Apóstolo fala no v.14, a maioria dos Irmãos estimulados no Senhor por minhas algemas, ousa falar com mais desassombro a Palavra de Deus.

Ainda diz assim no v.15, Alguns efetivamente proclamam a Cristo por inveja e porfia; outros, porém, o fazem de boa vontade.

Dois grupos pregavam o Evangelho, um motivado por amor e outro por rivalidade querendo assim suscitar tribulação. A despeito da má intenção, a verdadeira mensagem era divulgada.

A segurança do Apóstolo no que diz respeito à pregação do Evangelho era tanta, que jamais mostrou fraqueza ou tristeza em Filipos.

É importante observamos que Paulo faz breves e agudas advertências a respeito destes indivíduos que já haviam provocado grandes dificuldades ao Apóstolo em outros lugares.

Desta forma o comportamento dos seus sempre causou alegria ao Apóstolo Paulo que fala maravilhosamente da Palavra divina de Deus no versículo v.18. Sua fé era tanta, que fala mostrando uma tranqüilidade “impar”.

Diz o Apóstolo Paulo: Todavia que importa? Uma vez que Cristo de qualquer modo, está sendo pregado, quer por pretexto, quer por verdade, também com isto me regozijo, assim, sempre me regozijarei.

Irmãos, quando Paulo profere a Palavra “regozijo” é a nota chave da epístola. Diz ainda, “a unidade está na luta!“. O Apóstolo conclui; “Vivei, acima de tudo, por modo digno do Evangelho de Cristo. (P.a).

O Evangelho. É uma outra palavra chave da epístola. Observemos, que a exceção feita a esta passagem, todas as outras se referem ao ministério de Evangelização confiado às mãos de Paulo.

O bom estado do coração vence o mundo exterior. A vivendo de modo digno do Evangelho. Como? Firmes, unidos no Espírito, lutando pelo Evangelho, não intimidados e fortalecidos pela Graça e comunhão com Cristo.

Assim Irmão! “SEREMOS MAIS QUE VENCEDORES, SEREMOS VERDADEIROS SERVOS DE CRISTO PELA SALVAÇÃO!”. “CRISTO É O MAIOR EXEMPLO PARA HUMILDADE, AUTONEGAÇÃO E AMOR”.

Sejamos verdadeiros vencedores, incansável, exemplar, comece a boa obra que sabemos há em vos! Com nosso bom propósito aguardemos a Volta do Salvador nosso Senhor Jesus Cristo. Amém.







Envie esta página para os seus amigos!






Rei dos Reis - www.reierei.blogspot.com

Deixe Sua Opinião, seu recado!








Igreja Presbiteriana do Brasil
Por Diác. Rilvan Stutz - Membro Catedral
Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro

Rádio Rei dos Reis