Seguidores

Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

Mensagens

 


SOB A SOMBRA DO ALTÍSSIMO


Sentimos o desejo de enfatizar  com  alegria  “maior” , o nosso tão querido e confortador salmo 91. 

É certo que em  momentos de maior  angustia, tristeza, solidão, perigo, o fraquejar da fé, ou em outros momentos difíceis de nossa vida, corremos e nos agarramos às promessas do Salmo 91. É certo que encontramos conforto, renovamos nossas forças, lembramo-nos do Pai Criador que não nos abandona,  mesmo nas nossas fraquezas,  Ele ali está presente. Sabemos que o Rei Davi assim esteve em tristes e perigosos  momentos de sua vida, Davi buscou a presença Deus e venceu!


Assim voltando um pouco na história, sentimos a presença do Altíssimo caminhando com tudo que sabemos é Seu Deus presente! Como um leão agarrado a sua presa, Deus, O Eterno Pai bondoso. Deus é a fonte e o alvo da história, enquanto que o homem é insignificante no tempo e no espaço.  A miséria do homem pecaminoso perante a face do Juiz e Guia do mundo. Quando tremendo, enfrentar a morte sem a esperança em Cristo (Rm. 8: 24). O desejo de tomar parte no plano eterno de Deus, de ser coparticipante da natureza divina, em felicidade e em poder, nossa gratidão deve transbordar em alegria, louvor e obediência, pela imortalidade que temos pela fé em Cristo (Jo. 11: 25).

Amados nosso intróito, nos leva em “emoção” a exaltar em todo momento O Criador, pois assim é que nos sentimos  fortalecidos pelas promessas do Pai eterno, Maravilhoso, Rei dos Reis. Nosso intuito de enfatizar o Salmo 91, nos levar ao auge da alegria e renova a cada momento nossa fé, por alegria Deste que é o nosso Esteio e direção.

Voltando ao Salmo 91, este, tem nome e endereço, é aplicável àqueles que têm fé no Senhor que vivem em comunhão com Deus (“habitam”) e confiam  nEle para orientação e consolo. A situação histórica parece ser os quarenta anos que o povo de Israel ficou no deserto.

Esconderijo – o lugar íntimo da oração, da comunhão do indivíduo com Deus, (cf Êx 12), há referências nestes versículos à situação da noite da primeira Páscoa.

Penas... Asas. Compare a exclamação do Senhor Jesus Cristo: “Jerusalém. Jerusalém!” Que matas os profetas e apedrejas os que te foram enviados! Quantas vezes quis eu reunir os teus filhos como a galinha ajunta os seus pintinhos debaixo das asas, e vós não quisestes!” (Mt. 23: 37).

A promessa feita aos fiéis é suprema-mente aplicável ao Filho: Satanás quis torcer este versículo, separando-o do contexto da fé total exprimida nos vv. 1 e 9 ( Mt. 4: 6-7). O motivo e o galardão da vida religiosa é o apegar-se a Deus com amor, nisto jaz a vida eterna, conhecer Deus em amor (Jo. 17: 3). A resposta à oração nem sempre é a concessão das cousas que pedimos.  O Apóstolo Paulo pediu uma cura, recebeu algo melhor: uma aproximação do Senhor pela Sua graça (2º Co 12: 7-10).

É impossível acontecer qualquer mal àquele que pertence ao Senhor; as mais esmagadoras calamidades nada mais fazem do que encurtar a peregrinação do crente e aproximá-lo do seu galardão.  As dificuldades são bênçãos numa forma oculta. As perdas o enriquecem, a doença lhe é um remédio, o desprezo do mundo  é a sua glória, a morte lhe é a porta do céu.
Amados nos fortalecendo de tão “belas promessas”, como diz os versículos sete e oito “Caiam mil ao teu lado, e dez mil à tua direita; tu não serás atingido”. Somente com os teus olhos contemplaras, e verás o castigo dos ímpios. Façamos nosso Deus Altíssimo a nossa moradia diária e eterna. Saciá-lo-ei com longevidade, e lhe mostrarei a minha salvação. Amados como é bom estarmos bem pertinho do Senhor e Seu “amor infindável”. Amém.

Diácono Rilvan Stutz

Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro

=============================================================================== 
 


JESUS O PÃO DA VIDA

Segundo as Escrituras Sagradas João Batista, fala de Jesus Cristo como o Pão da Vida. Fala sobre a luz, luz que é identificada com a vida que Deus compartilha: é o contrário das trevas. Existência sem Deus que equivale à morte eterna. A luz não pode ser vencida pelo mal absolutamente. João Batista aquele que batizava e anunciou primeiro O Mestre Jesus aos homens como luz e foi através da fé desses homens que outros vieram a crer. (cf.5:35). Jesus a verdadeira Luz e só Ele vindo ao Mundo ilumina a todo homem. Não há salvação das trevas à parte dEle (At 4: 12). João Batista registra a seguinte declaração que Jesus faz sobre si mesmo: E Jesus disse: Eu sou o pão da vida; aquele quem vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede.

Jesus sabia que todas as pessoas têm pelo menos duas necessidades básicas. A primeira, de ordem física, é do pão material, “ou seja” do alimento de cada dia. A segunda e mais importante necessidade das pessoas é de pão espiritual que satisfaça plenamente. Por saber disso, Jesus se autodenominou como pão da vida, e acrescentou: “Aquele que vem a mim não terá fome”. 

A fome mencionada é uma necessidade profunda de algo que satisfaça as almas. Muitos procuram tal satisfação no uso das drogas, na violência, na imoralidade, em religiões enganadoras, etc. Mas, nada satisfaz suas vidas, pois o único alimento capaz de saciar a fome espiritual é o pão da vida partilhado por Jesus. O alimento de ordem física, material muitas vezes perece, muitas das vezes estragamos boas quantidades de alimento, compramos muito, conservamos mal e em determinadas situações ele porá até vir a faltar. Mas sabemos são coisas passageiras, pois até o alimento material, nos é cedido pelo Senhor da Glória.

Nosso Senhor Jesus Cristo está sempre a lhe convidar para “vir” a Ele e receber o alimento para sua alma. O alimento espiritual que Jesus lhe oferece nunca acabará e você nunca mais terá fome espiritual. Portanto ouça e atenda à palavra de Jesus: “Eu sou o pão da vida: aquele que vem a mim não terá fome”. Observem os Irmãos que precisamos chegar a Cristo e para isto devemos obediência, como: Vindo a Ele em contrição e fé, vendo e reconhecendo quem Ele é, satisfação continua, uma aceitação permanente e observar os benefícios que iremos herdar! Vida Eterna! Amém.

Diácono Rilvan Stutz
Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro 

=====================================================================================
 


UM AMANHÃ FELIZ

Clamarei ao Deus Altíssimo, ao Deus que por mim tudo executa. Salmos 57.2


Um amanhã feliz! Com certeza é grande desejo do nosso Deus, ver o homem feliz neste mundo. Falar do mundo é falar de perfeição de beleza, pensar no mundo é pensar no inimaginável é ter a certeza que um Ser poderoso, chamado Deus, guia diariamente este planeta.


Cuida de tudo que se relacionem a sua criação em todos seus pormenores, tudo ocorre conforme sua vontade, uma de suas criações o homem; tem o seu cuidado especial! Deus o ama muito!


Temos uma sabedoria que nos foi dada gratuitamente. Deus nos colocou em condições entender a razão de todas as coisas “O QUE PODEMOS E O QUE NÃO PODEMOS!” Se torna claro, colocamos o pecado bem longe de nossas vidas!


Gostaria de comentar um pouco sobre o pecado! É importante. Não existe mal maior! O pecado além de mudar todas as coisas é com certeza, o “vírus” que impede a felicidade do homem! Vai embora o que tanto esperamos a “Felicidade Plena!”.


O pecado, ele coroe como a ferrugem ele destrói! Em grande parte do dia praticamos erros, e com certeza a consequência sempre aparece em pouco tempo.


Reconhecendo o erro nos afligimos muito! Então é chegada a hora de recorremos ao nosso senhor Jesus Cristo, nosso Advogado junto ao Pai! Segurar a mão de Deus e ficar para sempre em comunhão com Ele.


A bíblia ensina, passaremos dificuldades, isto é certo.


Precisamos fazer uma revolução em nosso viver, enquanto isto não acontecer, estamos deixando de colher bênçãos e bênçãos. Precisamos prepara um caminho sábio o importante e melhorar e fugir do pecado tão destruidor.


Lembramos de uma música do mundo secular que fala assim: ”o que será do amanhã!” Sabemos o mundo longe de Cristo, só espera tristeza.


No livro de Tiago (1:12), está escrito: "Bem-aventurado o homem que suporta com perseverança a provação; porque depois de ter sido aprovado recebera a coroa da vida, a qual o Senhor prometeu aos que o amam A provação e a tentação representam a mesma palavra.


O sentido duplo vem da pressão externa (prova) e do desejo interno (tentação). No v. 12; está em vista a provação externa (senão exigiria opor-se em lugar de suportar).


Enquanto que no versículo 13 refere-se à tentação para o pecado.
Coroa da Vida. Não é símbolo real ou régio, mas sinal de aprovação.


Precisamos ser aprovados, dar uma “sacudi-dela”, em nossas vidas, separar o que é bom e vive-lo, ter maior comunhão com Cristo, nosso Guia precioso junto ao Pai!


Assim poderemos encontrar um pouco mais de paz e saber que viver um feliz é andar com Cristo. Olhar para o mundo, e ver Deus! Em tudo neste mundo tão belo! Assim, vamos entender com certeza viver o que o Senhor preparou!


Um Amanhã Feliz! Aguardemos o dia de amanhã, conforme as Palavras do Profeta Tiago! Bem-aventurado o homem que suporta com perseverança a provação! Faça hoje com atitudes cristãs um belo dia! Prepare “UM AMANHÃ FELIZ!”.

Diácono Rilvan Stutz
Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro

=====================================================================================

 



IGREJA PERSEGUIDA

Em qualquer encadeamento de ideias de um tema, como por exemplo, a perseguição de Cristo e Sua Igreja, nunca encontrarão uma explicação totalmente explícita; é impossível se chegar a uma resposta satisfatória. Encontramos respostas, e todas apontam para “o Pecado”. Aí, se analisarmos o contexto de forma parcial, não satisfaz e não responde. Exaltamos a soberana vontade do Senhor Criador, mas ela nunca será desvendada em terra; será sempre respeitada, queiram ou não. Ela é inquestionável, nunca poderemos colocá-la em dúvida. Como então se explica uma perseguição que vem de tão longe e perdura-se até aos dias de hoje? Essa perseguição estendeu-se contra nosso Senhor Jesus Cristo, a Igreja e Seus Santos. Se toda criação foi muito bem planejado por Deus, todas as coisas foram boas. Porque então as perseguições?

Sabemos que a entrada do pecado no Paraíso deu início a esse processo. De tudo ruim, apareceu um pouco e hoje muitas consequências tomaram corpo; hoje, o maior indicador chama-se “DESTRUIÇÃO POR VIA DO PECADO” Não podemos apreciar qualquer coisa que é destruída. A palavra é má, não foi planejada pelo Senhor para os Seus Santos, embora saibamos estar dentro dos Seus desígnios. Deus é Perfeito e só nos deseja coisas boas. Infelizmente apareceu a destruição; tanto surge o homem destruindo o seu meio de viver, como contribuindo em muito para a destruição da criação. Sabemos que este é um dos intentos do Príncipe das Trevas. Assim passamos a conviver com duas situações antagônicas. “PERFEIÇÃO E IMPERFEIÇÃO”.

Gostaríamos de abordar esse contraste, comentando em primeiro lugar a IMPERFEIÇÃO. Essa palavra expressa qualidade daquilo que é imperfeito, onde há falta de primor. Nas escrituras extraímos preciosos versículos que nos amparam a explanar esse primeiro tópico: Em Eclesiastes 7:20 lemos: “Não há homem justo sobre a terra, que faça o bem e não peque”. Ainda em Tiago. 3:2 lemos: “Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça no falar é varão capaz de refrear todo o seu corpo”. 

Para concluir biblicamente, a tópica imperfeição, lemos de forma conclusiva, em Apocalipse. 3:2: “Sê vigilante, e confirma os restantes que estavam para morrer, porque não achei as tuas obras perfeitas diante de Deus”. PERFEIÇÃO! Execução completa. Acabamento perfeito. Excelência no maior grau. Primor. Formosura. Pureza. Maestria. Requinte. Sem defeito! Sim, isso nos alegra muito! Lembramos de muitas e belas passagens bíblicas, que abordam esse segundo tópico.

A Perfeição Divina de Deus: Eis a Rocha! Suas obras são perfeitas, porque todos os Seus caminhos são juízo; Deus é fidelidade, e não há nEle injustiça: é Justo e Reto. Em Mateus. 5:48. "Sede vós, pois perfeitos, como é Perfeito o vosso Pai que está nos céus". PERFEIÇÃO, PRECIOSIDADE DE CRISTO! E eis uma voz dos céus, que dizia: "Este é Meu Filho amado, em quem me comprazo". A preciosidade de Cristo para Deus, para os santos, como o Apóstolo Pedro bem ressaltou: “Chegando-vos para Ele, a Pedra que vive, rejeitada, sim, pelos homens, mas para com Deus Eleita e Preciosa”. JESUS CRISTO FOI PERSEGUIDO E CRUCIFICADO! 

A Igreja tem sofrido perseguição através dos tempos. Mas nosso Senhor todo Poderoso sustenta e sempre sustentou Seus santos, sua Igreja. Os motivos que nos dão forças são sua bondade e beleza. Sua excelência e graça. Seu Nome. Sua expiação. Suas palavras. Suas promessas. Seu cuidado e ternura. Como a Pedra de esquina da Igreja. Como a Fonte de toda a Graça. Dentro de todas essas promessas bíblicas se estabelece a PLENITUDE DE CRISTO! A perseguição à Igreja de Cristo! Ela existe, mas é superficial, frágil, derrotada! Somos como pedras que vivem, edificados em casa espiritual. Nós partilhamos da vida da “Pedra Viva” pelo Espírito que Cristo nos dá através da ressurreição. Essa ninguém PERSEGUIRÁ! Que o Senhor preserve a Sua Igreja!


Diácono Rilvan Stutz
Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro
===========================================================================
 


 Jesus, O Herói Afetuoso

"Tende cuidado, irmãos, jamais aconteça haver em qualquer de vós perverso coração de incredulidade que vos afaste do Deus vivo" Hb 3:12

Não temos a menor dúvida que nos dias de hoje, fabricamos nossos heróis. É indiscutível que todos nós precisamos de heróis. Isto é comum no ser humano. Entretanto, precisamos estar atentos para as propagandas sobre heróis enganosos.

Há pessoas e personagens da “banda do mal”, homens e mulheres de moral dúbia ou até mesmo de moral declaradamente má que se mostram ou são apresentados como heróis, mas na verdade não são.
Ao mesmo tempo somos invadidos por ideias, por filosofias propagandistas e por outros tipos de pensamentos e por outros tipos de pensamentos presentes em heróis fictícios que, inclusive nos tiram da realidade.


Por exemplo, todos nós quando criança gostava muito de assistir filmes como Supermam, Batmam e Robim e quantos outros que não lembramos, elegemos nossos heróis e quantas vezes nos vimos na pele daqueles heróis, quantas vezes sonhamos ser iguais a eles, podendo voar em velocidade maior que a bala de um revolver, sendo invulnerável, tendo um batcar (carro do Batmam) e tantas outras coisas que nos tiravam da realidade neste tempo passado.


Só que de repente, com o passar do tempo, caímos na realidade, vemos uma a vida cruel que está a nossa frente e em muitos momentos estamos impotentes diante das crueldades. 
Os heróis que sonhamos são impotentes e irreais, foi um tempo dos sonhos e que, em muitos causaram grandes danos

A verdade única é que na Igreja conhecemos nosso Herói verdadeiro. Na Igreja aprendi quando criança e vivia estes dois momentos “Igreja e Mundo”, aprendi lições básicas sobre Jesus, o qual se tornou meu Herói de verdade.

Quando criança aprendi que Jesus trabalha dentro da realidade da história e não em um ambiente de ficção. Ele falou e fala sempre a verdade.
Aprendi que Ele não era invulnerável, ao contrário podia ser tentado em tudo ( H.4.15) e tinha a forma e a essência humana.
=
Aprendi que Ele sofreu muito, que foi ferido devido aos meus pecados, que travou batalhas com o inimigo, e que em tudo saiu vencedor.

 Como tenho saudade do tempo de criança e dos heróis fictícios, não podemos dizer, que não faz parte da vida de uma criança, só precisamos conduzi-las ao verdadeiro Herói da Vida! Jesus Cristo o maior! Isto é imprescindível!

Através da Igreja e seus preciosos ensinamentos, elegi Jesus Cristo meu Herói. Com o passar do tempo fui crescendo e aprendendo mais sobre Jesus afetuoso, sobre Sua maneira sempre gentil de tratar as pessoas, sobre o amor demonstrado e disponível, sobre o grande Herói que Ele é.

Aprendi a ser seletivo, a olhar o caráter de quem se diz herói. Na verdade Jesus Cristo é nosso maior amigo, é o que merece nossa exclusividade, é nosso Herói afetuoso que ensina o verdadeiro sentido da vida.

Diácono Rilvan Stutz
Pr. David Baêta
Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro         

===================================================================================== 
 


MAIS QUE VENCEDORES

Estou plenamente certo de que aquele que começou boa obra em vós há de completá-la até o dia de Cristo Jesus.

Dou graças a Deus por tudo que recordo de vós! Queridos Irmãos muito me emociona, quando lembramos do Apóstolo Paulo, na carta aos Filipenses. O Apóstolo, trata aquele povo com um carinho de forma muito especial, parece que fala para um só grupo de amigos a quem ele amava profundamente.

A nota dominante dessa breve carta é a “alegria!”. Isso ainda é mais notável em vista do fato de que Paulo escrevia quando estava aprisionado. As notas gêmeas da humildade e da preocupação pelos outros também são bem evidentes. Em vista daquilo que Cristo fez, não há espaço para o orgulho na vida do filho de Deus. Em face do grande exemplo de Cristo, Seus seguidores não ousam ser “egoístas!”.

Atualmente é quase universalmente aceita como carta que saiu das mãos do próprio Apóstolo Paulo, foi escrita da prisão. Possivelmente da Cidade de Roma. Permita os Irmãos, a emoção, me leva a ler o início da carta ao Povo de Filipenses; “Dou graças a Deus por tudo que recordo de vós”. Quando intitulo esta matéria “Mais Que Vencedores”, percebemos na alegria do Apóstolo, ele percebia, que ali trabalhava um Povo fiel, “mais que vencedor”, voltado para o evangelho de Cristo.
O Apóstolo confiava naquele Povo, sabia que podia confiar nos seus! O Apóstolo sabia que convivia com um Povo voltado para a obra Cristo.

Destacamos que o Apóstolo Paulo foi o mais assemelhado a Jesus. Cristo! Simples, amoroso, incansável e de fé inabalável! “CUMPRIU SUA MISSÃO TÃO DOLOROSA!”. SAUDADE! Esta o Apóstolo destaca com muita alegria no coração! Convido os Irmãos a compartilhar na leitura dos versículos sétimo e oitavo, lemos com a alegria como Paulo espelhava sua missão.

Diz assim: Aliás, é justo que eu assim pense de todos vós, porque vos trago no coração, seja nas minhas algemas, seja na defesa e confirmação do Evangelho, pois todos é participante da graça comigo. Pois minha testemunha é Deus, da “saudade” que tenho de todos vós, na terna misericórdia de Cristo Jesus! No versículo quinto o Apóstolo fala; pela vossa cooperação no Evangelho, desde o primeiro dia até aquele momento. Aqui pode significar “generosidade”. É uma palavra chave da epístola.

A idéia é “ que alguém tenha tido grande participação não revelada”. Note, do v.1 ao 7 versículo, onde Paulo e os Filipenses compartilham uma união tanto em sofrimentos como também na graça.

Lemos adiante, que a situação do Apóstolo contribuiu para o progresso do Evangelho. O Apóstolo fala no v.14, a maioria dos Irmãos estimulados no Senhor por minhas algemas, ousa falar com mais desassombro a Palavra de Deus.

Ainda diz assim no v.15, Alguns efetivamente proclamam a Cristo por inveja e porfia; outros, porém, o fazem de boa vontade.

Dois grupos pregavam o Evangelho, um motivado por amor e outro por rivalidade querendo assim suscitar atribulação. A despeito da má intenção, a verdadeira mensagem era divulgada.

A segurança do Apóstolo no que diz respeito à pregação do Evangelho era tanta, que jamais mostrou fraqueza ou tristeza em Filipos.

É importante observamos que Paulo faz breves e agudas advertências a respeito destes indivíduos que já haviam provocado grandes dificuldades ao Apóstolo em outros lugares.

Desta forma o comportamento dos seus sempre causou alegria ao Apóstolo Paulo que fala maravilhosamente da Palavra divina de Deus no versículo v.18. Sua fé era tanta, que fala mostrando uma tranquilidade “ímpar”.

Diz o Apóstolo Paulo: Todavia que importa? Uma vez que Cristo de qualquer modo, está sendo pregado, quer por pretexto, quer por verdade, também com isto me regozijo, assim, sempre me regozijarei.

Irmãos, quando Paulo profere a Palavra “regozijo” é a nota chave da epístola. Diz ainda, “a unidade está na luta!“. O Apóstolo conclui; “Vivei, acima de tudo, por modo digno do Evangelho de Cristo. (P.a).

O Evangelho. É uma outra palavra chave da epístola. Observemos, que a exceção feita a esta passagem, todas as outras se referem ao ministério de Evangelização confiado às mãos de Paulo.

O bom estado do coração vence o mundo exterior. A vivendo de modo digno do Evangelho. Como? Firmes, unidos no Espírito, lutando pelo Evangelho, não intimidados e fortalecidos pela Graça e comunhão com Cristo.

Assim Irmão! “SEREMOS MAIS QUE VENCEDORES, SEREMOS VERDADEIROS SERVOS DE CRISTO PELA SALVAÇÃO!”. “CRISTO É O MAIOR EXEMPLO PARA HUMILDADE, AUTO NEGAÇÃO E AMOR”.

Sejamos verdadeiros vencedores, incansável, exemplar, comece a boa obra que sabemos há em vos! Com nosso bom propósito aguardemos a Volta do Salvador nosso Senhor Jesus Cristo.

Amém
Rilvan Stutz - Rio de Janeiro
Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro

=====================================================================================
 


ACREDITAR NA REALIDADE QUE AINDA NÃO SE COMPLETOU

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu. Ec.3: 1.

Não ignoremos um precioso Livro! As surpresas nos levam a felicidade! Um precioso Livro, bem antigo de grande valor, conhecido por muitos e por milhões de pessoas que o ignoram. Outros ainda nem ouviram falar lamentavelmente, este é um Livro bem idoso, pode não estar entre os seus atuais. Sabe-se, ele pode estar perdido, na estante, na mala, no sótão ou em qualquer outro lugar, possuindo o Livro é sinal que você ainda não deu valor, pelo cuidado que não observou, o levaria a tratar muito bem do mesmo. 

 É provável também que talvez nem possua tal Livro, o que é lamentável e triste. Este precioso Livro é a energia, o combustível para manutenção da nossa vida. Consideramos uma verdadeira caixa de surpresas. Dela extraímos ensinamentos maravilhosos. Conta uma história Real, nos fala tudo sobre Um Criador, Intitulado Rei dos Reis. Promete felicidade, vida em abundância e mostra um caminho para uma outra vida que milhares ainda não a conhecem. Dentro deste Livro, só existe a “Palavra da vida”. Como poderia ser tão importante, contendo só palavra?

Por enquanto, só uma pequena geração de pessoas do passado e presente, conheceu o conteúdo desta história que nos referimos. Quase todos ou parte, abriram-na em leitura e, com certeza foram presenteados das mais diversas formas, outros foram mudadas, viram novos horizontes de vida, estão em estado de pura alegria. Afirmamos! Todos que se alimentaram das Palavras desta história por iniciativa própria, ou um momento de necessidade, ou por simples curiosidade. Podemos dizer com absoluta certeza, ser este Livro, muito antigo, completo e perfeito. 

Ali existem soluções, ensina caminhos que devemos escolher, ele fala de dois, nós indicamos e aconselhamos apenas um! Somente um! Este Livro, também nos mostra um momento triste. Mas a tristeza muita das vezes nos traz abundante felicidade, Alguém morreu para que eu e você possamos estar beneficiados para sempre por tal acontecimento. O Livro conta toda esta História, foi um ato de muito Amor! Para descobrirmos este “tesouro”, precisamos querer. É certo que compreender este livro, você receberá em seu ser, em sua vida, o que de melhor existe, ele pode oferecer e modificar qualquer situação.

Precisamos abrir este Livro, ler e coloca-lo dentro do nosso coração, assim receberemos o poder, a graça. Viveremos em intenso manancial de amor. A decisão é de cada pessoa particularmente, cada um tem sua oportunidade, seu momento de abrir este precioso Livro e, observar Maravilhosa História. Este Livro pode ainda nos mostrar o mais importante de tudo, a capacidade de “ACREDITAR NA REALIDADE QUE AINDA NÃO PODEMOS VER!”. Falamos de forma como a fé! A certeza de acreditar naquilo que não vê. 

Deixamos para você o segredo deste que por ventura não conhece, por contrário, ficamos tristes, mas estaremos oramos por ti da mesma forma. Todos nós temos tempo para tudo nesta vida. Muitas vezes não temos tempo para ler tão linda História! Com certeza ela terá ensinamentos de grande importância para sua vida, poderá transformar o impossível para o possível! Há tempo para tudo! Dê um pouco de tempo para você, sempre há uma oportunidade para mudar alguma coisa na sua vida em seu ambiente. Tomar conhecimento de tão belo acontecimento é uma proposta de mudança, algo em sua vida será diferente, podemos conhecer novos rumos. 

O ensinamento nos fará crescer junto com O Salvador, você viverá feliz, será outra pessoa! Encontre esta História, não é difícil, “ABRA A SUA BÍBLIA E LEIA COM MUITA VONTADE, ELA CONTÉM ENSINAMENTOS MAGNÍFICOS!” Fazendo isto, você participará de um futuro promissor de um verdadeiro exemplo de vida, esta é uma promessa do Pai Celeste! UMA REALIDADE QUE AINDA NÃO PODEMOS VER! ABRA SUA BÍBLIA! E LEIA TODA A HISTÓRIA!
Amém.

Diácono Rilvan Stutz
Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro


=====================================================================================

Pelos Cravos da Cruz de Cristo

Por cima da sua cabeça puseram escrita a sua acusação: ESTE É JESUS, O REI DOS JUDEUS. Mt. Cap. 27, 37.

Não existe outro momento igual! O grande marco de nossas vidas é sem duvida o sacrifício de Cristo por amor do Pai. A morte e ressurreição de Cristo é ímpar, ofereceu uma vida nova. Jesus é o eterno amável condutor de nossas vidas. Jesus é aquele que conduz cada criatura a conhecer Sua história e, viver suas promessas através da Cruz. Temos muitas promessas do Mestre. Sua História como Salvador do Mundo, nos envolve neste imensurável amor, amor incomparável. Compreendendo todos os Seus propósitos, é como se estivéssemos vivendo ao Seu lado. Em tempos passados (de Jesus Cristo), sabemos foram preciosos; foram dias que Jesus viveu entre o Povo de Sua época. Imaginemos os passos do Mestre entre nós, só as Sagradas Escrituras relata com perfeição Sua missão. Hoje temos o privilégio de conhecer estes preciosos momentos de Cristo, através das Escrituras Sagradas e vivemos sobre a promessa do Espírito Santo de Deus. Hoje, somos alimentados espiritualmente. Sentimos Sua companhia, temos a necessidade de vivermos ao Seu lado diariamente. Sua importância é grande, estar conosco é necessário corresponder a este ato de tão grande amor é grande responsabilidade. Precisamos do Seu acalento em horas tão difíceis, precisamos de Cristo em momentos cruciais em nossas vidas, até em o nosso último suspiro de vida neste mundo, precisamos de Cristo para nos levar por Sua misericórdia, ao arrependimento, quando em estado de pecado precisamos do perdão do Mestre.

Sua presença entre nós foi o “marco” de tudo que precisamos ser. Juntamente com os Seus ensinamentos, Jesus Cristo nos prepara para uma vida exemplar, embora quase sempre não consigamos por nossa fraqueza, nosso pecado. Sabemos que para recebermos tamanha graça, Jesus Cristo, este grande Amigo, precisou morrer “Pelos Cravos da Cruz”. Tudo foi necessário para cumprir os planos e desígnios do Pai celeste, que derramou Seu grande amor pela humanidade. Jesus Cristo “livre” dos cravos da tão algoz da cruz proporcionou a oportunidade para a verdadeira vida, Ressuscitou mortos, fez muitos milagres! Perdoando. Conduziu-nos para um caminho correto, lindo! O caminho para Salvação e este ninguém é capaz de nos tirar, uma vez consumado levaremos para a vida eterna, junto ao Mestre!

Precisamos agir com humilde obediência e submissão a tudo que nos ensinou o Mestre. Precisamos nos espelhar em Sua Vida. Seu sacrifício final pela humanidade, foi o maior “amor”, até hoje, jamais igualado, Seu amor é divino, celestial, são mistérios que pertencem aos altos céus que ainda não conhecemos. Seu sacrifício foi revestido de uma humildade jamais vista em tempo algum, são atitudes claras, diretas, simples, amorosas e corretivas. Tudo isto, para o bem daqueles que o aceita e para aqueles que possivelmente ouvirão falar de Cristo e assim terão toda a oportunidade de Conhecê-Lo e sentirão a Sua Graça.

O ministério de Jesus se fundamenta se concentra em salvar almas, mostrar oportunidades de mudanças, mostrar que se perdoa se recupera. O homem precisa alcançar esta nova vida, tomar conhecimento dos ensinamentos de Jesus Cristo. Jesus morreu preso pelos cravos da cruz e, nos ensinou também o precioso amor do Pai Criador de todas as coisas. Seguir os passos de Jesus prepara o homem para mudar sua vida, tirar o passaporte para pertencer ao rebanho de Cristo! Jesus ensinou, chorou em cruz pela humanidade pecadora, perdoou! Perdoa a todos quantos O procura. Anunciou nova oportunidade para todos marcou para sempre, anunciando as Boas Novas para a humanidade. Em um de seus ensinamentos disse: “Os sãos não precisam de médico, e sim os doentes. Ide, porém, e aprendei de mim! É importante destacarmos sempre este versículo, nos conforta como um verdadeiro “balsamo”, Misericórdia quero e não holocaustos; pois não vim chamar justos e sim pecadores ( ao arrependimento). Mateus. 9, cap: 12 e 13.

Jesus Cristo não veio dividir, nunca ensinou jogar fora vidas que podem ser recuperadas, ensinou que o Pai tem muitas moradas, o Reino Celestial. Os ensinamentos de Cristo se direcionam diretamente contra o pecado. Jesus tratou do pecador, pois o pecado destrói! A perfeição de Jesus é divina e não podemos perder tempo a bíblia é clara, nos confirma sua missão, perder tempo, é perder vidas, precisamos correr pois Jesus está voltando, repetimos Jesus esta voltando!

Jesus não veio para ser um grande herói. Jesus é promessa de Salvação, cumpriu Sua missão com grande humildade e dor! Tornou-se e proporcionou o único caminho. Desta forma, temos urgência em trabalhar. Precisamos nos aperfeiçoar, a glória será infindável. Em Salmos 73:24. Diz assim: Tu me guias com o teu conselho, e depois me recebes na glória. Precisamos nos apossar do seu sacrifício vivê-lo em nossas vidas cumprir e Exalta-Lo como nosso Rei dos Reis.

Obedecer ao Mestre, anunciar Jesus Cristo deve sempre ser a grande prioridade em nossas vidas. Sabemos, uma batalha de puro amor existe para ser entregue ao nosso próximo. Jesus espera que possamos cumpri-la, na verdade e em vidas restauradas pelo poder do sangue de Cristo o sangue que liberta. Não esqueçamos! Juntar ovelhas e coloca-las no pastoreio é missão dos servos verdadeiros, servos de Cristo.
O exemplo deixado por Jesus nos leva a labutar ao Seu lado e
Que nosso Deus poderoso, sempre nos conceda sabedoria.

Amém.
Rilvan Stutz - Rio de Janeiro – RJ.

*********************************************************
Corrigir Perdoando

Uma tarefa de um verdadeiro Cristão! Corrigir e perdoar!
Nem eu tampouco te condeno; vai e não peques mais. João. 8,11 b

Devemos lembrar a passagem de Jesus Cristo pela terra meditando com bastante sabedoria sobre tudo o que ensinou e, seu sacrifício final pela humanidade. Seus ensinamentos foram revestidos de uma humildade jamais vista em tempo algum, são atitudes claras, diretas, simples, amorosas e corretivas. Tudo isto para o bem daqueles que o aceita. Sentimos no ministério de Jesus uma grande preocupação no “perdoar recuperando” Jesus ensinou: amar, unir, perdoar, recuperar. Nunca matar, jogar fora, dividir ou isolar. Esta preocupação de Jesus Cristo recai sobre o ser humano, o principal motivo de sua missão.
Não podemos omitir de forma alguma, que temos vivido tempos difíceis que nos leva a ver muitas injustiças, falta o amor, dedicação e perdão. Hoje isolamos ou jogamos fora facilmente um irmão sem por “ardente-mente a frente o perdão, a correção real, restauradora pregada por Jesus Cristo.

É fato, que bem lá dentro de nossas igrejas, encontramos multidões de problemas, dos mais simples aos mais complicados. Não poderíamos deixar de meditar sobre este assunto, pois os tempos em que vivemos, nos faz sentir todas estas situações. Percebe-se muita falta do preparo, da bondade e até mesmo da honestidade. Devemos meditar muito sobre nosso dever perante nosso senhor Jesus Cristo e sua Igreja em terra. Neste momento deixar um texto, sobre este assunto, acreditamos ser saudável, pois sabemos, temos faltado muito com nossos deveres, nossos relacionamentos, principalmente quando tratamos do próximo e irmão.

Temos grande número de ministros, nossos pastores, separados do seu rebanho isolados por algo acontecido, estão inerme. Sabemos que muitos choram sem condições de se colocar apto a lutar pela justa recuperação. Vivemos dentro de um Sistema que precisamos respeitar, embora temos visto e sido testemunhas que nem sempre Jesus está a frente comandando, orientando, por nossa única culpa. Grandes tribunais são organizados necessariamente, movidos por este sistema que nos dirige. Hoje, com estas palavras não fazemos uma apologia contra tribunais e sim a preocupação com a falta de amor que atinge a muitos. Desta forma chegamos a uma preocupada pergunta: “ Jesus Cristo tem sido o presidente de tribunais”. Em toda sua missão na terra Jesus Cristo nunca precisou organizar qualquer tribunal, sabiamente com os lábios banhados de amor e beleza dizia, como no evangelho de João cap. 8,11: nem eu tampouco te condeno; vai e não peques mais. Seria muito importante enfatizar “quem não tiver pecado atire a primeira pedra”, quantos tribunais poderão atirar a primeira pedra?

Não podemos abafar a voz de Jesus Cristo e a verdade. Temos inúmeras situações que não podem continuar com problemas mal resolvidos, assim desarticulamos cada vez mais nossas igrejas, afetando vida de pastores, irmãos, oficiais e muitos líderes tão necessários para reino de cristo.

Jesus Cristo veio como nosso salvador, nosso pastor de ovelhas, veio ama-las, curar suas feridas, tirar do abismo a que caiu recuperando, traze-la para o rebanho. Dar a vida verdadeira que foi proposta para ela e, que homem nenhum pode mudar seu destino.

A grande preocupação neste momento é a falta de correção na aplicação dos ensinamentos de Cristo. O amor, a dedicação no tratar do perdão. Cristo nos ensina a perdoar sempre, concertando, recuperando o humano, não existe um sequer diferente, todos são iguais. A hora para desfazermos injustiças, é o hoje! Nunca deixar para o amanhã!

O exemplo deixado por Jesus nos leva a ter a obrigação e coragem de labutar ao lado da verdade, do sábio amor, que constrói vida em abundância. Jesus nos prepara para enfrentar com grande coragem, tantos problemas, exercitando o amor, praticando a justiça o perdão a misericórdia, sendo verdadeiro. Assim precisamos estar ajustados com os ensinamentos de Cristo. Jamais em tempo algum qualquer tribunal, qualquer sentença, qualquer procedimento que não reflita honestidade, jamais superará o amor de Cristo. Culpados! Jamais fugiremos da justiça de Deus.
Que nosso Deus todo poderoso sempre nos conceda sabedoria.
Amém.

Rilvan Stutz - Rio de Janeiro – RJ.

*********************************************************
CAIAM MIL, CAIAM DEZ MIL E NÃO SEREI ATINGIDO!

Caiam mil ao teu lado, e dez mil, à tua direita: tu não serás atingido. Salmos Cap. 91,7.

A beleza da promessa de Deus para o Seu Povo se torna um dos mais lindo e saudável exercício para nossa fé. Através da palavra de Deus no versículo de Salmos Cap. 91, 7. Fortalecemos a certeza de Sua presença, da segurança e da força para sobrevivermos a tantas provações. O versículo mostra a presença de Deus na vida daqueles que O buscam, e encontram resposta e proteção. O versículo é uma pequena mostra do amor do Pai pelos seus. Registrado no Velho Testamento é nosso escudo até os dias de hoje. Nosso Deus é eterno, a fonte o alvo, pois o homem é insignificante no tempo e no espaço. A miséria do homem pecaminoso perante a face do Juiz e Guia do Mundo (7-12). Quando em situação tremenda, enfrentarmos a morte sem a esperança em Cristo (Rm. 8:24), somos inexistentes no plano do Pai. Porque na esperança fomos salvos. Ora, esperança que se vê não é esperança, pois o que alguém vê como o espera?
Esta promessa tem nome e endereço é aplicável a aqueles que têm fé no Senhor, que vivem em comunhão com Deus e confiam nEle sob orientação e consolo. A promessa feita aos fiéis é suprema-mente aplicável ao Filho, observamos que no livro de Mateus (4:6-7), satanás quis torcer este versículo, separando-o do contexto da fé que gratuitamente nos foi dada.
É impossível acontecer qualquer mal a àquele que pertence ao Senhor; as mais esmagadoras calamidades nada mais fazem do que encurtar a peregrinação do crente e aproximá-lo do seu galardão. As dificuldades são bênçãos numa forma oculta, as perdas o enriquecem, a doença lhe é um remédio, o desprezo do mundo é a sua glória, a morte lhe é a porta do céu. Deus respondem aos que O procuram, mas a resposta nem sempre é a concessão das coisas que pedimos. O Apóstolo Paulo pediu uma cura, mas recebeu algo melhor: uma aproximação do Senhor pela Sua graça (2º Co.7-10). Por termos dias curtos o livro de Salmos no Cap. 90: 12, diz: ensina-nos a contar os nossos dias, isto nos faz refletir que nossos dias são realmente curtos, temos que reconhecer que somos fracos mortais cujo futuro incerto deve colocar nas Mãos de Deus.
Não podemos ficar debaixo da ira de Deus, lembremos constantemente que o pecado transforma vidas numa miséria sem trégua. Precisamos viver sob as sombras do Altíssimo, pois descansaremos à sombra do Onipotente, está é a promessa do Mestre. Devemos também dizer ao Senhor da Glória: Tu és meu refugio e meu baluarte, Deus meu em quem confio. “Que caiam mil ao teu lado, e dez mil a tua direita; tu não serás atingido!” Rogamos ao Pai que estejamos debaixo de Suas Asas de proteção. Que nossa fé, como a do Apostolo Paulo, se transforme em uma “rocha inabalável” e, vivamos sempre apossados de Suas promessas eternas. Seja sobre nós a graça do Senhor nosso Deus! Confirma sobre cada servo do Senhor Sua proteção e que seja a Sua vontade o caminho de nossas vidas.

Amém.

Rilvan Stutz - RIO.

***************************************************************
A EXCELÊNCIA DA PALAVRA DE DEUS

A excelência da Palavra de Deus, São mais desejáveis que o ouro, mais do que muito ouro depurado; e são mais doces que o mel e o destilar dos favos. Salmos 19: 10 Diác. Rilvan Stutz
Os céus proclamam a glória de Deus, e as obras de Suas Mãos. Assim Davi, inicia o Salmos 19. Exulta a Deus em toda Sua sabedoria, através da Palavra e das obras das Mãos de Deus. Davi discursa, revela conhecimento da Palavra que com muita sabedoria lhe foi conferida e transmitida ao povo por vontade do Altíssimo.

Os céus, ou seja, o universo físico e visível, são uma prova da sabedoria, do poder, da glória e das leis de Deus. Porém, não são suficientes para declarar a vontade de Deus, Seus planos, Sua graça, Seu amor, que são coisas espirituais. Por demais profundas para a natureza morta, transcendentes para a mente humana. Por isso, esta revelação precisa ser completada pelas Escrituras ( vv. 7-11) e ainda pela experiência que a seus recebe diariamente de Deus intervindo na sua vida.

A profunda contemplação dos céus, das Escrituras, ou do próprio íntimo, revela algo da face de Deus. O céus revelam a glória de Deus, as Escrituras revelam Sua grandeza e a alma reflete Sua graça. Jesus Cristo é a plenitude de Deus visível entre os homens.

A palavra de Deus é um testemunho Universal, hoje são levados por missionários, anunciam a mensagem de Deus a cada País (Rm. 1:20). Esta palavra indispensável, é qualidade excelente, ela é superior, vai além do seu valor de sua extensão, vai além do que é natural, é essencialmente necessária para a vida, estabelecida. Alimento espiritual saudável e necessário para a alma.

A EXELENCIA DA PALAVRA

Ela nos traz o temor do Senhor. Acompanhando o referido salmo, o Cap. 19, do seu início ao final percebemos que ele recebe seis títulos sugestivos: lei, testemunho, preceitos, mandamento, temor do Senhor, juízos. Cada título recebe seu atributo perfeito, reto, puro, límpido, verdadeiro. Cada aspecto registrado no capítulo assim descrito produz seu resultado, restaurando a alma, concedendo sabedoria, alegrando o coração, iluminando os olhos, produzindo a justiça e permanecendo para sempre, revelando seu valor incalculável para o homem íntegro. Como relata o rei Davi, em belíssimo momento de sabedoria ligados aos preceitos de Deus. A tua palavra, os teus preceitos são retos, e refletem o coração, os Juízos do Senhor são verdadeiros e todos igualmente justos. A tua palavra tem mais valor que o ouro, “mais que toneladas de ouro depurado”; a tua palavra são mais doces do que o mel e o destilar dos favos. O povo desta época e momento, deposita sua total confiança no rei Davi, baseada não tanto nas qualidades do rei, mais muito mais no nome de Deus, que fizera Suas Promessas a Davi.

LEVADAS A SÉRIO

Se expressões bíblicas, verdadeiramente fossem levadas a sério, se os crentes, realmente, sem exceção alguma apreciassem o ensino que vem de Deus através da palavra! A excelência da Palavra, mais do que a glória, honra, sabedoria e sucesso, que são alguns dos homens, veriam descortinados novos horizonte de gozo, paz, confiança e vitória. Lá no Evangelho segundo João. 5:44, diz assim: Como podeis crer, vós os que aceitais glória uns dos outros, e com tudo não procurais a glória que vem de Deus único? Aquele que sendo motivado pela soberba busca a honra dos homens perde a glória eterna ( Lc. 9:26 ).

A palavra de Deus é a receita correta para nossa vida. Vida cansada, desanimada, muitas vezes sem orientação alguma. Precisamos entender que neste momento, estar em comunhão espiritual com nosso Deus eterno é o alimento necessário, mais precioso que “Ouro” é o único caminho perfeito para o ser humano, para uma vida plena com o Senhor da glória.

Vivemos entre dificuldades e injustiças, mais precisamos compreender, que precisamos tomar posse definitivamente da Palavra do nosso Deus eterno “o Deus de Davi”. Tomemos o convite de Cristo, que é a “Palavra” verdadeira para a justiça divina. Diz assim lá em Mateus 11:28 a 30. Vinde a mim, todos que estais cansados e sobrecarregados, e eu vós aliviarei. Isto é o convite do Deus vivo a Palavra de Deus.

Nos alimentemos da Palavra.

Rilvan - Rio de Janeiro.

**************************************************************

O NATAL E QUESTÃO DO PAGANISMO

Trata da festa de Natal de Jesus Cristo, paganismo, Roma, Babilônia, católica, Papai Noel, presépio, árvore, presente, presentes, crente, cristianismo, evangelho, Bíblia.

1. JESUS NÃO NASCEU EM 25 DE DEZEMBRO

Quando Ele nasceu "... havia uela mesma comarca pastores que estavam no campo, e guardavam, durante as vigílias da noite, o seu rebanho." (Lucas 2:8). Isto jamais pôde acontecer na Judéia durante o mês de dezembro: os pastores tiravam seus rebanhos dos campos em meados de outubro e os abrigavam para protegê-los do inverno que se aproximava, tempo frio e de muitas chuvas (Adam Clark Commentary, vol. 5, página 370). A Bíblia mesmo prova, em Cant 2:1 e Esd 10:9,13, que o inverno era época de chuvas, o que tornava impossível a permanência dos pastores com seus rebanhos durante as frígidas noite, no campo. É também pouco provável que um recenseamento fosse convocado para a época de chuvas e frio (Lucas 2:11).
2. COMO ESTA FESTA SE INTRODUZIU NAS IGREJAS?

The New Schaff-Herzog Encyclopedia of Religious Knowledge (A Nova Enciclopédia de Conhecimento Religioso, de Schaff-Herzog) explica claramente em seu artigo sobre o Natal:

"Não se pode determinar com precisão até que ponto a data desta festividade teve origem na pagã Brumália (25 de dezembro), que seguia a Saturnália (17 a 24 de dezembro) e comemorava o nascimento do deus sol, no dia mais curto do ano.

As festividades pagãs de Saturnália e Brumália estavam demasiadamente arraigadas nos costumes populares para serem suprimidos pela influência cristã. Essas festas agradavam tanto que os cristãos viram com simpatia uma desculpa para continuar celebrando-as sem maiores mudanças no espírie na forma de sua observância. Pregadores cristãos do ocidente e do oriente próximo protestaram contra a frivolidade indecorosa com que se celebrava o nascimento de Cristo, enquanto os cristãos da Mesopotâmia acusavam a seus irmãos ocidentais de idolatria e de culto ao sol por aceitar como cristã essa festividade pagã.

Recordemos que o mundo romano havia sido pagão. Antes do século 4o os cristãos eram poucos, embora estivessem aumentando em número, e eram perseguidos pelo governo e pelos pagãos. Porém, com a vinda do imperador Constantino (no século 4o) que se declarou cristão, elevando o cristianismo a um nível de igualdade com o paganismo, o mundo romano começou a aceitar este cristianismo popularizado e os novos adeptos somaram a centenas de milhares.

Tenhamos em conta que esta gente havia sido educada nos costumes pagãos, sendo o principal aquela festa idólatra de 25 de dezembro. Era uma festa de alegria muito especial. Agradava ao povo! Não queriam suprimi-la."

O artigo já citado da "The New Schaff-Herzog Encyclopedia of Religious Knowledge" revela como Constantino e a influência do maniqueísmo (que identificava o Filho de Deus com o sol) levaram aqueles pagãos do século 4o (que tinham se "convertido em massa" ao "cristianismo") a adaptarem a sua festa do dia 25 de dezembro (dia do nascimento do deus sol), dando-lhe o título de dia do natal do Filho de Deus.

Assim foi como o Natal se introduziu em nosso mundo ocidental! Ainda que tenha outro nome, continua sendo, em espírito, a festa pagã de culto ao sol. Apenas mudou o nome. Podemos chamar de leão a uma lebre, mas por isto ela não deixará de ser lebre.

A Enciclopédia Britânica diz:

"A partir do ano 354 alguns latinos puderam mudar de 6 de janeiro para 25 de dezembro a festa que até então era chamada de Mitraica, o aniversário do invencível sol... os sírios e os armênios idólatras e adoradores do sol, apegando-se à data de 6 de janeiro, acusavam os romanos, sustentando que a festa de 25 de dezembro havia sido inventada pelos discípulos de Corinto."

*********************************************************************************
Os Primeiros Degraus

OS PRIMEIROS DEGRAUS O Senhor, porém, está no Seu santo templo; cala-se diante Dele toda a terra. Hc. Cap.2. 20.

Amados é certo ser um grande problema existente na Igreja é a reverência. Com certeza causa grande preocupação na liderança. Os momentos de nossa participação na Igreja de Cristo nos fazem ver em todos os sentidos e, com muita tristeza o comportamento da membresia e talvez até mesmo os visitantes. O comportamento nos momentos que antecedem o Culto, é uma total falta de respeito ao nosso Deus. A Casa de Deus é um local Santo, Sagrado, Deus está no Templo! É importante usar estes momentos para uma melhor preparação do crente. Se preparar com obediência, para que onde todos tenham o mesmo entendimento, se entronizar em uma postura de verdadeira adoração, uma postura “reverente”. Só assim chegaremos a um bom momento no culto. A Igreja cresce muito em número de membros; Isto é ótimo. Porquê? São frutos do trabalho de cada Igreja local. Só, que o rebanho fica maior, aumenta-se os cuidados necessariamente. Eu, particularmente quando começo a subir os “Primeiros Degraus” para adentrar ao templo, a tristeza e preocupação vêm de imediato, parece estar em uma “feira”. Observamos uma Igreja totalmente despreparada nos momentos que antecedem ao culto, a observância na ordem e, o respeito ao Senhor Deus Altíssimo é nenhum. Percebemos a desordem ela se multiplica e, em muitas vezes, com atitudes incompatíveis com a que deveriam ter todos os participantes, pois afinal “Deus está no templo”. A lembrança de uma feira é a primeira que vem à mente. Todos somos testemunhas deste fato. Lembro do Nosso Senhor Jesus Cristo em Mateus Cap.20: 12 e 13. Tendo Jesus entrado no templo, expulsou todos que ali vendiam e compravam; também derribou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pombas. E disse-lhes: Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração; vós, porém, a transformais em covil de salteadores. Está atitude de Jesus Cristo, nos deixa “tremendo de temor” quanto ao que temos visto nos dias de hoje. Jesus, embora enfurecido, corrigiu tudo que ali havia de errado. “Esta atitude de Jesus no templo, foi um importante exemplo sobre reverência a ser seguido por todos nós”.

Lá no livro de Eclesiastes Cap. 5.1, lemos assim: Guarda o teu pé, quando entrares na casa de Deus. No versículo 2º lemos: “Portanto, sejam poucas as vossas palavras “. Em todo caso, Deus não se agrada de um culto tributado somente com os lábios, mas exige o coração do crente, devoto e humilde. “E mais: devemos chegar-nos para ouvir” pois a palavra de Deus é alimento para a alma. Tiago, em seu livro Cap. 1º. 19. Fala assim: Sabeis estas coisas, meus amados irmãos. Todo homem, pois, seja pronto para “ouvir”, tardio para falar” tardio para se irar”. O Termo usado ouvintes, especialmente para aqueles que só assistem, mas não se tornam verdadeiros adoradores.

Não gostaria de escrever um texto para magoar a qualquer Irmão, ou a qualquer Igreja, sim mostrar nossa preocupação com o nosso hoje, nosso tempo, nossa Igreja. Gostaria sim, de mostrar com muito cuidado o quanto precisamos mudar em relação à “reverência”. Gostaria sim, com esta mensagem, ajudar melhorar a conduta de muitos com certeza. Evitaríamos a prática de abusos dentro do Templo, é o que temos visto na Igreja. Observamos que nunca falta a saudação, tudo muito gentil, mas fora de hora, no momento errado. Temos ainda os comentários de como foi a semana. Temos visto um banco inteiro levantar, para abraçar um ilustre membro por sua chegada; temos o “vai e vem de pessoas”, como se já não bastasse a conversa nos bancos do templo. Um irmão comenta com o outro, toda situação que viveu naquela semana. Para que tudo melhore e se resolva, seria mais adequado, aproveitar os momentos que antecedem o culto para as súplicas em orações silenciosas Confesso irmãos, que em anos como  diácono, fico muito triste e preocupado com a “reverência”. A minha preocupação é a mesma e sei que de muitos. O que Deus dirá de tudo isto que está acontecendo nas Igrejas? Só chegamos a uma conclusão: A falta do estudo e educação religiosa. Sabemos e não temos dúvidas, precisamos mudar urgentemente. Que a educação religiosa seja mais extensiva a todos, se torne um fato preocupante, aplicar um melhor estudo, aprimorar mais o comportamento do crente. Só não podemos continuar como estamos. Imaginemos! Nosso Deus no altar, esperando o início do culto, pois estamos ali para Adorar um único Deus, O verdadeiro! Você já parou para pensar nesta situação? Gostaríamos de terminar nosso texto, alertando as autoridades para fatos tão exagerados durante o culto. Se pararmos para meditar sobre esta situação, não há dúvidas que a correção é necessária, uma atitude correta é preciso se iniciar. Pise os primeiros degraus do Templo com preocupação e reverência! Vamos unir nossa alegria por estar na casa de Deus! Sente, leia a bíblia e ore. Ore por você, por seus amigos e parentes, por toda Igreja e liderança. Então se porte adequadamente para participar do culto e receber a Palavra de Deus. “Deus está no Templo”.

***************************************************************

Um Alvo que Devemos Alcançar, Alegria

UM ALVO QUE DEVEMOS ALCANÇAR ALEGRIA! Tu me farás ver os caminhos da vida; na Tua presença há plenitude de alegria, Na Tua destra, delícias perpetuamente. ( Sl 16.11 ) Criou Deus os Céus e a terra. Tudo era perfeitamente maravilhoso, cheio de beleza de vida e vida em abundancia! Seus recursos intermináveis. Tudo conforme a vontade do Senhor. Criou tudo perfeito em condições para a vida, criou o homem segundo Sua Imagem e Semelhança e tudo foi inimitável, digamos: maravilhoso. O homem recebeu de Deus os seus limites e também a liberdade, o passaporte para a alegria plena, tudo conduzia o homem para uma alegria, hoje sentimos tão necessária, assim cumpria-se à vontade do Pai. Sabemos a entrada do pecado no Paraíso e na vida do homem, alterou este propósito. Deus desejou e deseja uma boa condição de vida para homem. Não nos cabe pensar ou questionar, como seria bom este mundo sem a presença do pecado. É evidente que estaríamos vivendo e gozando o verdadeiro Paraíso presente até hoje. Precisamos entender e viver o que temos este presente mundo. Precisamos nos esforçar e suplicar ao Pai que nos de força para vencer, a vitória nos traz alegria, felicidade e isto, glorifica ao Pai. Sabemos o mundo nos traz muitas tristezas, mas podemos colher muita alegria, estando ao lado do Senhor, só Ele pode nos ajudar a encontrar os devidos caminhos com sabedoria, para vivermos ao lado da alegria, coloquemos o do Senhor em primeiro lugar em nossas vidas.

Uma das grandes virtudes da vida é a alegria. Considero-a como um estado permanente de ânimo, ou um bom estado de espírito. É certo que há estímulos que impulsionam e estimulam a expressão de alegria interior. Por exemplo, quando se sabe que é amado, estimado, querido, isto soa como estímulo externo para que a alegria se expresse de modo ainda mais vivo eficaz melhorando a qualidade da vida.

Isto acontece com cada um de nós, ou melhor, deveria acontecer de forma mais expressiva em todos os momentos de nossas vidas. Em outro plano, quando uma vida é alcançada pelo espírito Santo de Deus, quando a Salvação de uma Alma se converte para Cristo, há alegria nos altos Céus! Assim sabendo vivemos em alegria por mais um motivo divino. Este momento de alegria total e irrestrito, a vida transformada, traz esta felicidade para os servos do Senhor, a mudança de vida, a iniciativa do ser humano, confirma a vontade do Pai através do Espírito Santo de Deus. A mudança, o novo homem é uma transformação preciosa aos olhos do Senhor, é pura alegria para os homens.

É necessário que os irmãos vivam em alegria! Já basta o dia o seu mal! Precisamos viver a alegria em família, no trabalho e principalmente na Igreja, “nosso ninho de crescimento”, este ninho que proporciona condição sábia para sermos exemplos. Também é certo que a perfeita união dos Irmãos, transforma a tristeza em pura alegria, isto são momentos inesquecíveis em nossas vidas. Se pessoas que amam e recebem a retribuição amorosa somos amadas, sentem a presença Santa do Senhor. Coisas assim considerem que Deus seja o maior estímulo para o estado de alegria. O texto bíblico acima transcrito assevera que na presença de Deus há plenitude de alegria. Isto significa dizer que há em Deus, e somente nele, fatores que nos causam a alegria plena e permanente. Por exemplo, o verso cinco de livro de Salmos, fala que o Senhor é a maior herança que podemos ter, no sete o salmista destaca a capacidade sublime do Senhor em dar conselhos para a vida feliz versículo oito, destaca a segurança que há somente na presença do Senhor. Tal segurança faz com que a mente e o corpo sejam afetados positivamente a ponto de terem descanso em meio às maiores tribulações desta difícil vida que enfrentamos. Outro fator considerável é estar bem com a sociedade, isto nos conforta nos sentimos melhor, é mais uma ponte para a felicidade.

Precisamos expressar da melhor forma possível a nossa alegria através do culto coletivo e individual. Precisamos como o salmista compartilhar a nossa alegria plena com as pessoas à nossa volta. Que as palavras de Paulo aos Filipenses <4.4> Sejam as nossas palavras como expressão de nossa vida interior: “Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos!” Ainda destaco o livro de Salmos, lá no capítulo 118, versículo 24, diz assim: Este é o dia que o Senhor fez; regozijemo-nos e alegremo-nos nele. Sabemos esta é à vontade do Senhor para todos os que O amam e vivem dentro da Sua verdade.

Amém.

Rilvan Stutz
Rio de Janeiro – RJ.

***************************************************************

Procurador de pecados

E a mulher de Ló olhou para traz e converteu-se numa estátua de sal. Gêneses: 19:26

Procurador sabe-se que esta é uma qualidade reconhecida, constituída por alguém, para defender seu interesse, como exemplo, muito usado o advogado. É constituído por seu cliente em qualquer situação, também atua como aquele que procura descobrir sempre a verdade para o bem daquele que o contratou. Atua também como um mediador, mandatário, enfim uma pessoa bem qualificada, com função definida, esclarecida. Desta forma está legalmente preparado e constituído, para exercer a função.

Olhando para o mundo secular encontramos também um outro procurador o não constituído por ninguém e sim por si próprio, não é apto para exercer a representação, mas procura estar pronto como aproveitador, enganador, vive de situações que lhe favoreça em alguma coisa. O nosso dicionário também nos fala sobre a procuradeira, seria uma mulher curiosa que gosta de procurar ou investigar, está sempre atenta a tudo e a todos, pronta para aplicar sua astúcia, também tirando algum proveito. Em ambos os casos sempre estão envolvidos em situações que possam ser beneficiados, sempre estão presente em casos que não lhe pertencem, digamos sempre intrusos. É importante observar que este tipo de pessoa sempre procura se envolver em qualquer situação, sempre defendendo um ideal com requinte de maldade, tomando parte de situação que lhe favoreça, mesmo prejudicando o seu próximo. Geralmente são pessoas sem ética, mentirosas, enganadoras e maldosas.

Sabemos que todas estas situações são mundanas, tem sua maior incidência na crueldade que impera neste mundo. São pessoas que não vivem a verdade, estão longe de Cristo, é o tipo de pessoas que talvez por uma educação falha, tem por consequência todos estes predicados, este é o resultado final, são condutas fortalecedoras que agridem a verdade, digamos contribuem para as forças opostas a verdade.

Procuramos na esfera eclesiástica em nossas Igrejas O PROCURADOR DE PECADOS. Com uma conotação um pouco diferente, suave! Mesmo assim danosa! E carregada por via expressa da mentira, ela existe infelizmente. Sabemos existir o chamado irmão que muitas vezes duvidamos ser realmente evangélico, ficam às dúvidas, pois exercem igualado costume. Entrando em nossas Igrejas não desejamos exercer igual procedimento, procurando pessoa em estado pecaminoso ou com seus diferentes defeitos. Procuramos sim, deixar um texto chamando a atenção dos Irmãos  amparados  nos ensinamentos da cura espiritual, como Cristo assim nos ensinou.

Quando usamos este ousado título PROCURADOR DE PECADOS, não temos a intenção de atacar o irmão que vive diretamente conosco e sim conduzi-los a mudança, para que tal situação seja corrigida e não se tornem cegos neste mau. Caso contrário, só poderão trazer dor, tristeza, separação, muitas vezes causam um desastre irreparável. Procuram a falha do irmão espalhando uma notícia em poucos segundo. Certamente o acontecimento sempre está distorcido e muito a gosto do divulgador. Procuram defeitos em irmãos até com o desejo e finalidade de destruir definitivamente sua comunhão com a Igreja e a união com os irmãos. Existem aqueles que apontam constantemente erros e rapidamente a propaganda é grande, no seio da Igreja. Temos aquele irmão que aperta a ferida alheia até a exaustão. Outros vigiam constantemente um irmão que porventura venha a falhar. Este se alegra quando toma conhecimento do erro. Achando está brecha, coloca imediatamente o irmão como mau exemplo na comunidade. Mais grave ainda é aquele chamado de “Desenterra defuntos” o que seria isto: Buscar lá no passado algum acontecimento que constrangeu bastante uma pessoa e trazendo para o presente indica o mau exemplo, é uma forma crítica, forma de perseguição, maltratar, isto prejudica o presente caminhar cristão, afeta a união, é fatal tal atitude, desastrosamente transmite mau referência da pessoa atingida.

Exortamos com este texto os procuradores de pecados. Precisam lembrar que tais atitudes são antibíblicas. Não estão harmonizadas com Cristo. O mais grave é lembrar do passado de cada pessoa, pois isto pertence tão somente a Deus, não temos o direito de inflamar situações que não nos pertencem e sim a Deus. Olhar para traz é pecado! Lembrar do erro do seu irmão é pecado! Guardar mágoas e pecado! Todo o passado de qualquer irmão está entregue a Deus! Olhar para traz é proceder erroneamente, é desobediência. Nos lembramos da mulher de Ló, foi tomada a juízo imediatamente por Deus “virando um estatua de sal” quando olhou para traz, não praticou a obediência.

Precisamos viver Cristo verdadeiramente. Amar ao próximo, juntar ovelhas perdidas e coloca-las no pastoreio, curando suas feridas, curar quem precisa ser curado. Este procedimento e obrigação de cada um de nós. Ressaltamos que não podemos deixar de exortar o pecador. Só que não podemos curar ovelhas, lembrando os velhos erros. É bom estar atentos que o mais importante é viver o presente com Cristo, precisamos deixar Cristo conduzir o nosso hoje. Sem mexermos no passado! O presente entregue a Cristo é luz brilhando eternamente entre os irmãos. Não podemos ofuscar a luz de Cristo.

Precisamos aceitar que pertencem às autoridades e autarquias o cuidar de todo o problema que surja no seio da Igreja, a eles pertence trabalhar nestes sentido. Fazendo melhor para que segundo os ensinamentos de Cristo, reflitam em atitudes dignas a serem seguidas no meio eclesiástico. Não vamos elucidar problemas conforme nosso julgamento, lembremos sempre que o verdadeiro irmão deve viver a Cristo e refletir ao próximo como em luz maravilhosa. O passado já tem o seu cuidado, o juízo de Deus! E o juízo de Deus e tremendo! Aos procuradores de pecados desejamos e intercedemos que vivam Cristo na sua totalidade e verdade! Seja luz! Que reflita realmente a glória de Deus. Neste sentido oramos!

Amém.

***********************************************

Igreja desejada
"Todos os que creram estavam juntos e tinham tudo em comum" Atos 2.44


Há belos momentos em nossa vida; um deles é quando sonhamos acordados! Ficamos alegres quando estamos perto de alcançar algo que muito desejamos. Como é bom ter esperança! Por algo que nos faça sentir aspirações, por muitas que possam chegar; por outras, a qualquer momento e, ainda outras, não! Sonhamos mal, pedimos mal. A felicidade sempre foi uma forte esperança. É um “marco” que não morre nunca, seja qual for a situação. É o momento mais forte a que o homem aspira em sua vida. Pode demorar muitos anos, mas chega. Muitos são os desejos que nos deixam felizes. Nos dias de hoje, até que precisamos sonhar, ter momentos de esperança com Cristo. Precisamos sim, ter nossos pensamentos voltados para Deus; faz bem à alma; meditar em Deus é sempre necessário, manter nossas esperanças vivas nas promessas do Pai para um futuro promissor. A meditação é necessário para um bom crescimento espiritual; isso é bíblico! Ter a mente trabalhando para o Senhor torna –se uma obrigação dos seus servos. Por outro lado, sonhar acordado também deve deixar-nos em alerta, pois nem tudo o que sonhamos nos leva para o bom caminho.Existem momentos em que nos distanciamos do Senhor, por consequência do pecado e fracassamos. Perdemos muito nos afastando desse crescimento necessário.

Ah! Sabemos que multidões de servos verdadeiros desejariam que nosso Senhor Jesus Cristo estivesse à nossa frente, nos pastoreando como em uma Igreja única. Sim! Esse é o sonho que sabemos se realizará em breve e precisamos esperar no Senhor. Deus nos orientou quanto ao fim, não nos deixou dúvidas. Deixou o Espírito Consolador que supre, assistindo à Igreja e seus Santos. Mas temos certeza de quanto poderiam fazer seus fiéis para melhorar a Igreja local atual, enquanto Jesus não volta. Temos em Jesus Cristo nosso Pastor amável, verdadeiro Pastor de ovelhas, muitas, perdidas e feridas. O verdadeiro Pastor, aquele que conhece, com certeza, o cheiro das suas ovelhas, pois “vive entre elas”. O cheiro é a qualidade que se descobre estando junto do seu objetivo. Com certeza seria assim uma Igreja desejada por todos os fiéis. Precisamos enfrentar a realidade dos tempos preditos no passado.Lembremo-nos: Sonhar “dormindo” é coisa fútil e transitória. Sonhar acordado, sim, é “pensar com insistência” - “ter idéia fixa” de algo bom e muito desejado, acontecendo hoje mesmo, isso no âmbito evangélico.

Pelo contrário, encontramos hoje Igrejas como verdadeiras “Sociedades” locais, de gente importante, que se destaca, chegando a parecer os verdadeiros donos do ambiente! Fatores que pesam para essa conclusão são muitos, digamos: em primeiro lugar não existe o verdadeiro amor;o verdadeiro perdão é coisa muito rara, mais agravante é o procedimento de pessoas que não falam com pessoas, parece que não se conhecem. O se vestir bem está em primeiro plano, isso é o que escutamos! “Hoje não irei a Igreja, pois não tenho nada diferente para vestir” Infelizmente as nossas pistas de desfiles existem! E existem para nossa tristeza.

Igreja preparada para a verdadeira adoração! O nosso apóstolo Paulo fala, com muita propriedade, na epístola aos Coríntios ,cap.12.12”Porque, assim o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, constituem um só corpo, assim também com respeito a Cristo”. Cristo e a Igreja funcionam como um só organismo. Todos os cristãos são batizados no Espírito ,que os forma num só corpo.

A adversidade no Corpo não surge por acaso: é planejada por Deus e essencial. Por isso, não deve existir inveja, vanglória, timidez, preguiça ou ambição. Assim sendo, os membros bem dotados não podem funcionar no Corpo sem o apoio e o serviço dos menos dotados, como no dos fracos. Doentes são melhores que mortos. O apóstolo Paulo coordena uma Igreja desejada! Harmoniza, como a música ou as cores dum quadro, sem discordâncias ou divisões. [Igual cuidado]. Porque são membros do Corpo, não porque são simpáticos. O apóstolo Paulo enfatiza: A igreja local é um microcosmo da Igreja universal. Nosso desejo não é encontrar a Igreja perfeita hoje ,na situação atual e, sim, uma Igreja voltada para a perfeição em “AMAR”.

Que Deus sempre esteja conosco! Amém.

Igreja Presbiteriana de Água Branca - RJ

*************************************************************

Fabrica de Igrejas
Para que não mais sejamos como meninos, Agitados de um lado para outro, e levados ao redor por todo vento de doutrina, pela artimanha dos Homens, pela astúcia com que induzem ao erro. Efésios. Cap. 4, 14.

Irmãos é fato que temos vivido dificuldades no tempo atual, isto no que se diz respeito a Igreja de Cristo. Observamos muitas contradições nas mais diversas Igrejas que surgem do “dia para a noite”. Vivemos em um País livre, democrático.
Esta abertura proporciona o famoso “qualquer um faz o que quer”. Hoje, em qualquer esquina abre-se uma Igreja em poucos dias. Há uma falta de conhecimento bíblico muito grande, assim se torna até uma grande falta de respeito ao nosso Deus. Ficamos nos desígnios de Deus para se realizar conforme a vontade do Senhor. Temos vivido um momento de interesse comercial, digamos: Uma grande corrida Comercial Evangélica, infelizmente!

Nossa vontade é socorrer aqueles mais próximos deste terrível engano, tudo se torna duvidoso entre Irmãos e observamos a ação maligna. Precisamos levar a Perfeita Palavra de Cristo. Por outro lado, não podemos esquecer nossos procedimentos e, que sejam os mais perfeitos possíveis.

Abro este texto que nos entristece, contudo não me arrependo, recebendo orientação Espiritual do Senhor é o que mais importa! Consideramos este tipo de negócio, elaborado por verdadeiros “Engenheiros Espirituais, Constroem e Fabricam Suas Igrejas e Doutrinas” são as mais variadas que surgem, são atrativas a gosto! O Apóstolo Paulo, fala ao Povo de Éfeso com preocupação e fala assim: Para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos conceda espírito de sabedoria e revelação no pleno conhecimento Dele há uma grande necessidade de estarmos em espírito de oração por este Povo tão sofrido e enganado.

O Apóstolo, ainda no mesmo livro de Efésios mostra preocupação com os Irmãos. O Sacrifício do Filho é a meta de ensino do Apóstolo para aquele Povo. O Aposto prega as quatro dimensões deste imensurável amor de Cristo e simplifica. Paulo nos exorta sobre este amor e simplifica as quatro extremidades da Cruz. Define assim: Largura – abrange a todos indistintamente.

Comprimento – abrange todos os tempos. Altura – estendeu-se até ao céu para trazer o Filho Amado esvaziado de Sua majestade para onde também nos levará. Profundidade – suportou sofrimento infinito para expiar os nossos pecados. Se a Igreja na sua perfeita união com Cristo, O reconhecer como A cabeça da Igreja Real, alcança à manifestação da glória de Deus em nossas vidas. Isto é “maravilhoso!”. Por tal motivo; fazemos ligações com acontecimentos do hoje. Atentamos! Não podemos brincar de Igreja.

O servo real é chamados a viver uma vida de tal modo exemplar e, que o mundo não possa negar que somos filhos de Deus, sendo assim mostramos que precisamos ter qualidades imprescindíveis. Lembramos que a unidade e não um afastamento da união, forma os alicerces do cristianismo, o Apóstolo apela insistentemente para uma unidade correspondente entre aqueles que confiam nesse fundamento.

Todos pertencem ao corpo de Cristo, têm o mesmo Senhor e, são filhos do mesmo Pai. Temos aqui uma afirmação da soberania, providência e graça proveniente de Deus. Todo membro da Igreja tem uma função a desempenhar para o bem do corpo. Isto pode ser dito em duas palavras: AMOR E RESPONSABILIDADE! Rogamos em orações pelo Povo de Deus e também pelo Mundo secular, para que tenha a sabedoria o conhecer, saber discernir a verdadeira Igreja de Cristo! Amém.

Rilvan Stutz
 Rio de Janeiro – RJ.
**************************************************************************

De Gênesis A Gênesis Ou Teoria Da Evolução!


Criou Deus, pois, o homem à sua semelhança, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criaram. Amados acreditam que escrever um texto sobre o livro de Gênesis, seja uma tarefa difícil, (talvez pela posição contrária de alguns). Este livro é alvo de muitas críticas infelizmente. Levam uma camada muito grande para discussões, põe em dúvida até seu autor.
O mais agravante é quando tentam modificar a criação humana, a forma de como nosso Deus Criou todas as coisas. É pensamento daqueles que não possuem esclarecimento espiritual firmado no Senhor e procurar verdades Bíblicas. Parece, perda de tempo “ou seja”, analisar hoje, posições esdrúxulas. Assim, o histórico bíblico, sofre (aparentemente) e, sempre permanece no alvo de maldosas dúvidas.
Sabemos, sempre haverá discórdias, e estaremos sempre entre este quinhão de pessoas. Já por outro lado, estamos prontos a defender as Sagradas Escrituras e sua história, podemos tirar dúvidas, ensinar, esclarecer questões difíceis, falar com facilidade da bíblia, que revela a tão pura verdade que está em nossas mãos, a bíblia! “Revelação divina do Deus Vivo”, é a resposta viva para toda questão duvidosa.

Quando escrevo que não faria qualquer comentário Bíblico, é impossível e primário pensar em distorcer o que já nos foi revelado. E, “fica muito claro que os defensores da teoria da evolução, simplesmente não acreditam em Deus, não acreditam na bíblia”. Por outro lado, para não sermos tão duro em nossa explanação, naquilo que defendemos, olhamos com carinho e acalentamos estas pessoas esclarecendo que acreditamos na evolução de algumas espécies, até mesmo o próprio macaco. O tempo pode ter se encarregado deste fenômeno, pode ter alterado suas características, isto por muitos séculos passados. Sofreram mudanças por motivos climáticos isto sim acredita todo o Povo de Deus! “Hoje macacos são realmente macacos!”.

Por este motivo, esclareço ficar bastante fácil para cada um de nós defender a questão. A opinião do Mundo Secular diverge muito e confunde os menos esclarecidos. A Revelação selada em nossos corações não deixa nos levar para qualquer duvida. Temos a sabedoria, discernimento que nos foi dada pelo amor de Deus, O ESPÍRITO SANTO. Irmãos! Isto, quem mudará? Ainda, pergunto: mais uma vez! Porque Moisés teria omitido esta parte da Criação? Será que ele falhou tanto? Estariam estas criaturas esperando um momento certo para este ato mágico acontecer através dos tempos ? Graças a Deus sabemos isto “Impossíveis!”.

Oramos por todos pois o intuito deste texto é ser útil para pessoas sedentas de respostas para algumas questões como esta. Quem sabe possamos “mover corações”, para todos que ainda pensam em contrário. Triste procedimento é tentar mudar uma Revelação vinda do nosso Deus. Se alguém pretende mudar alguma coisa sobre esta questão, nunca mudaram! Nunca tentaram! A Bíblia é a mesma e sempre será! Esperamos, que multidões alcancem sabedoria lá do alto, mudem seus pensamentos, você é vida, um ser humano bem planejado! Você nunca foi um “Primata”. Você é Criação do Deus Vivo, você é gente, um ser humano perfeito, você é um “homem“. Imagem e Semelhança de Deus ”Maior e Melhor não há. Meditemos”. Amém.

Rilvan Stutz

 Rio de Janeiro – Rio

Rádio Rei dos Reis