Seguidores

Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

domingo, julho 20, 2008

RECONHECER O PECADO E CONFESSAR

EDIFICAÇÃO

=
Amados é gratificante para todos os Cristãos, quando um servo do Senhor reconhece os seus erros. Ficamos felizes com atitudes deste porte. Os Irmãos que assim procedem estão dentro da Vontade do Senhor. Colocamos duas situações: retidão e pecado. Em primeiro lugar é dever do Povo de Deus da sociedade viver feliz e ser exemplo, procurar viver longe do pecado, é nosso dever do Cristão procurar a edificação e santificação. Em conseqüência disto, não temos a menor duvida, este procedimento causará grande alegria ao Senhor dos altos Céus.
=
Lembramos de Jesus Cristo, quando come com os pecadores e, ao final exorta a alguns, isto lemos no Livro de Mateus Cap. 9: 13. As Palavras de Jesus nos leva a ser mais cuidadoso e estudioso da Palavra, precisamos meditar. Temos pleno conhecimento que não podemos viver duas vidas! “Trevas e Luz”. Jesus é bem claro no texto que prega, busca pecadores! Precisamos nos colocar em uma posição, bem distante do pecado. Precisamos trabalhar com dedicação e levar ao nosso próximo as Boas Novas, da Salvação.
=
Precisamos viver uma vida saudável, livre da dor do pecado constante, isto é sempre pior praticar o erro normalmente sem medo dos acontecimentos. Por contrário estaremos em Paz com nosso Deus. O pecado confessado traz alegria, uma vontade imensa de viver, assim podemos contar com Cristo ao nosso lado. Precisamos caminhar para uma unidade saudável, verdadeira. Sabemos que muitos andam longe de Cristo e desorientados. Não podemos nos separar da verdade, o Povo de Deus precisa rever o seu trabalho, suas atitudes, não podemos contrariar o “Ide” que Cristo pregou. Apresentamos quatro parágrafos e versículos que devem ser muito bem observado pelo Servo de Deus é indispensável ao Cristão.
=
O CONFESSAR
=
Em Provérbios 28:13 diz assim: O que encobre as suas transgressões, jamais prosperará; mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia.
=
MISERICÓRDIA
=
A palavra tem vários sentidos um deles destacamos “apiedar-se”, “tratar com cuidado”. A palavra se reserva especialmente para o ato de acudir os aflitos, os pobres e os fracos e mostrar a graça de Deus aos homens pecadores.
=
O PERDÃO AO PECADOR
=
Em Isaías. 55:7. Fala assim: Deixe o perverso o seu caminho, o iníquo os seus pensamentos, converta-se ao Senhor, que se compadecerá dele e volte-se para nosso Deus porque é rico em perdoar.
Deus tem poder suficiente para restaurar o pensamento humano, Deus tem poder para restaurar “A ATUAÇÃO DO HOMEM!”. Deus tem poder para vigiar sobre sua Palavra, para a cumprir. Nunca se anuncia a Palavra de Deus em vão: dará seu fruto, mais cedo ou mais tarde, reunindo o Povo de Deus e convertendo os homens. Bem aventurado aquele cujas ações, pensamentos e atitudes são dirigidas inteiramente pela Palavra de Deus e pela oração.
=
UMA VIDA SAUDÁVEL
=
As atitudes do homem nem sempre são corretas, isto reconhecemos, nos corrompemos e nos afastamos da comunhão com o Pai que não vive em trevas. Nossa oportunidade de restauração é a qualquer hora, Deus é tão Bondoso que espera sempre por esta atitude dos seus Servos. E que assim sempre estejamos prontos para uma reconciliação com o Pai que seja hoje e para sempre. Vivamos unidos em comunhão com Deus e nossos Irmãos. Amém.

=
Diácono Rilvan Stutz
Ministério Fruto do Espírito
www.frutodoespirito.com.br

EIS QUE ESTOU A PORTA E BATO

EDIFICAÇÃO

=
Misericórdia quero e não holocaustos; pois não vim chamar justos e sim pecadores ao arrependimento. Mateus .9.12e13.
=
É um grande momento em nossas vidas quando temos absoluta certeza que estamos bem pertinho de Jesus Cristo, com humildade e comunhão. Assim sentimos que somos envolvidos em enorme manancial de amor. O convite de Cristo é irresistível, viver plenamente ao lado de Cristo é um momento "prometido" um momento impar. "EIS QUE ESTOU A PORTA E BATO" (Ap.3,20), destacamos a primeira parte do versículo para nossa meditação, observe é muito forte o convite de Cristo. A exortação a Igreja de Laodicéia, se destaca como uma "Igreja morna", quando na verdade deveria ser quente e nem fria era.
=
O contexto não sugere uma referência a segunda vinda de Cristo e o banquete messiânico, são na verdade boas-vindas a vivência de Cristo no seu meio. Seu culto, portanto, era uma fraude vazia.
Jesus Cristo se refere à Igreja, mas se qualquer indivíduo, porém, quer abrir a porta do seu íntimo e ouvir a chamada de Cristo, então Cristo entrará para dirigir sua vida e lhe oferecer Sua convivência. Dividir, separar se faz necessário neste momento se é Cristo quem salva, e não a Igreja; mostramos que a Igreja tem vivido como casca, mantendo seu culto formal, todavia faltando o coração contrito ao Amor de Cristo, ficará sempre longe do Senhor. Com este comportamento continuará sendo uma verdadeira "casca".
=
No que se refere ao versículo em destaque; Deus prefere ser compassivo em lugar do cumprimento meticuloso da Lei. Gostaríamos de dar maior ênfase ao Apelo Divino, o chamado para o pecador! Lá em Isaías (Cap.1,18), diz assim: Vinde, pois, e arrazoemos, diz o Senhor; ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a lã. Se observarmos o que o Profeta anuncia, é um convite aberto para um judicioso ajustamento de contas, aquilo que Jó havia pedido (Jó 23.7). Perante a justiça divina, ninguém sairia impune, mas o próprio Deus se oferece a nos revestir da brancura da santidade, ao invés da cor de carmesim que representa nossa vida de pecado.
=
Olhando a frente, tomamos conhecimento da situação tão triste que enfrenta nosso Povo, é muito triste o estado de pecado que vive o homem. É também ordem divina, que os servos de Deus anunciem a Cristo! Lembremos: Jesus Cristo com toda Sua autoridade ordena: ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações em nome do Pai e do Filho.
=
Chamada divina ao arrependimento e a uma Vida Reta. Em Jr. 35.15. Diz assim: Começando de madrugada, vos tenho enviado todos os meus servos, dizendo: Convertei-vos agora, cada um do seu mau caminho, fazei boas as vossas ações e não sigais a outros deuses para servi-los; assim ficareis na que vos dei a vós outros e a vossos pais; mais não me inclinastes os ouvidos, nem me obedecestes a mim. Observemos que o cap. 35.15 ensina-nos a fé combinada com a obediência, que formam a soma chamada "fidelidade".
=
Ainda observamos no texto preceitos humanos, porém com intentos de uma adoração mais pura de Deus, seguiran-se a risca durante muitos séculos. A família dos recabitas viu nisto a razão de ser. Muito mais, pois, o povo de Deus, fundamentado sobre as alianças de Deus, especialmente a nova aliança firmada na pessoa de Jesus Cristo deve refletir a natureza e a vontade de Cristo em toda a Sua doutrina, Suas atitudes e Suas ações.
=
Atendendo a Tríplice chamada, aplicamos aqui o último apelo evangelístico do Espírito pregado pela Igreja. "O Espírito e a Noiva". Os que anseiam pela Vinda de Cristo! O Espírito, que inspira o profeta e ilumina a Igreja. Os que têm sede pela justiça, os humildes que não têm nenhum mérito próprio para receber a salvação. Que meditem no convite do Mestre! "EIS QUE ESTOU A PORTA E BATO".
=
O convite de Jesus Cristo é "Imutável, Impar e Irresistível". Realmente recebidos pelo pecador, alcançarão todos os planos do Pai Celeste. Já não bastasse tamanha graça, exaltemos a Jesus Cristo, com muita alegria em nossos corações, o Mediador de todas as oportunidades, o perdão, a Salvação e o maior de todo "O Amor". Louvemos sempre: O Espírito e a noiva dizem: Vem. Aquele que ouve diga: Vem. Aquele que tem sede venha, e quem quiser receba de graça a água da Vida.(Ap.22,17).
Amém.

Rilvan Stutz
=
Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro - Rio

Rádio Rei dos Reis