Seguidores

Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

quinta-feira, junho 12, 2008

UM NAMORO SANTO


NA SEMANA DOS NAMORADOS, SAIBA COMO ZELAR PELA INTEGRIDADE ESPIRITUAL E FÍSICA DO SEU RELACIONAMENTO.


NÃO PULE A FASE DA “AMIZADE” NO RELACIONAMENTO.

No mundo, é normal os jovens se encontrarem pela 1ª vez e já “irem ao ponto”. Avançam para os primeiros beijos, propostas mais ousadas e o fim não é novidade para ninguém: uma cama de motel. Isso não pode e não deve acontecer na Igreja. Muitos relacionamentos fracassam por pularem as etapas que foram estabelecidas por Deus para se tornarem bênçãos em nossa caminhada. Namoro é amizade. Amigo é alguém que posso me abrir, compartilhar sentimentos, orar juntos. Esta fase é de suma importância para um relacionamento sadio no futuro.

NÃO DEIXE QUE O RELACIONAMENTO OS ISOLE DE OUTROS RELACIONAMENTOS.

Em Provérbios 15.22, lemos que “onde não há conselho fracassam os projetos, mas com muitos conselheiros, há bom êxito”. Você não deve se afastar de outras pessoas por causa de seu relacionamento. Não deixe de lado o conselho de seus Pais, a união com os seus irmãos. Não podemos e não devemos fazer do nosso relacionamento uma ilha, lugar de difícil acesso tanto para os que estão fora quanto para os que estão dentro. No namoro, é preciso estar em comunhão com os irmãos, ter sempre um amigo ou um grupo de amigos por perto. Se me afasto das pessoas, corro um sério risco de cair na tentação.

SEU RELACIONAMENTO DEVE SER UMA OPORTUNIDADE PARA TESTEMUNHAR.

Temos que nos livrar das coisas desnecessárias conforme escrito em Hebreus 12. 1-3. Se quisermos viver o estilo de vida de Deus, teremos de abraçar um padrão revolucionário de relacionamento. A vida no estilo de Deus nos chama à obediência. Você está disposto (a) a quebrar as regras dessa cultura mundana para experimentar o melhor de Deus? O sucesso de seu relacionamento só depende de você. É difícil enquanto se semeia. Mas se observarmos o que Deus diz, teremos vitória.

Pr. Helbert Andrade Abrão
Por Rilvan Stutz
Igreja Presbiteriana do Rio de Janeiro - Rio

E AGORA?

PARA ALCANÇAR RESULTADOS NA FAMÍLIA É PRECISON TOMAR ATIDUDES

Existem momentos na vida que pessoas se deparam com situações que as levam a perguntar: E agora? Durante o congresso da família ouvimos palestras, mensagens e estudos intensivos os quais nos propõem uma tomada de atitude. Para alguns, a talvez, pergunta que fazem é a mesma acima: E Agora?

Pra responder esta pergunta depois de um congresso tão abençoado não depende de planejamento previamente elaborado, mas de atitudes. Ora, se ficou claro que o único capaz de edificar a família é Deus e que basta convida-Lo para ser o membro principal da mesma; é simples. Lembra daquele ditado filosófico: “A coisa principal é fazer da coisa principal a coisa principal”? Então, é só escolher Deus para ser o principal da sua família. Só que há um, porém Deus não tem prazer em habitar num local sujo, impuro e imundo. Deus é Santo e deseja ser o principal num lar que procura ser Santo.

Quando Ezequias assumiu o reinado de Judá a primeira coisa que ele fez foi purificar o Templo; para isso, destruíram os altares dos deuses pagãos, os ídolos e fez o que era reto perante o Senhor (2 Reis 18. 1-7). O que você está fazendo para que Deus seja o principal na sua família?

Na semana passada aluguei filmes em DVDs para assistir com a família, dentre eles estava o filme NORBIT (COMÉDIA). Eu e minha esposa sentamos no sofá, nos enrolamos no ededrom e começamos a assistir ao filme. Não conseguimos assistir mais de dez minutos. Deus nos fez sentir mal. Apesar de ser apropriado para 12 anos, o filme não passa de uma verdadeira comédia barata, cheio de cenas impróprias e promíscuas. Não se faz mais comédia como antigamente. Não destruí o DVD porque não era meu, se não o faria.

Se quisermos que Deus seja o principal mo nosso lar precisamos destruir o que aparentemente é bonito e lícito; todo mundo vê, todo mundo faz, mas que não convém aos servos de Deus nem edifica (1Coríntios 6.; 10. 23). A família cristã é diferente. Se não é diferente, não é família Cristã.

E AGORA? Quer que haja mudança no seio da sua família? Quer consagrar o seu lar a Deus e todo o seu futuro lhe dedicar? Quer? Então, decida fazer o que precisa ser feito. A decisão é sua, não é de Deus. Chega de tanto querer, pois querer não é poder; é preciso fazer. Isso é atitude. Deus já fez a parte dEle. Não basta tão somente orar nem ter uma motivação passageira, como é um congresso da família. Se a sua intenção é que haja resultados, é preciso que você tome atitudes. Deus pode ressuscitar o que já morreu no seu lar, assim como ressuscitou a filha de Jairo; mas agora para o milagre acontecer Jairo teve que correr até Jesus. Houve um esforço da parte dele. Atitude. Da mesma forma, precisa haver um esforço da sua parte. Bem disse quem escreveu: “Nenhum sucesso compensa o fracasso no lar”.

Pr. Levi Pereira
Por Rilvan Stutz

UM METEORO CHAMADO PR. ROBSON PÔNCIO

SIMPLESMENTE UM GRANDE HOMEM!

UM HOMEM QUE MARCOU UMA IGREJA E UMA CIDADAE.

IN MEMORIAM


Ainda tomado pela emoção e com lágrimas nos olhos, sinto-me na obrigação de escrever algumas poucas palavras sobre o Pastor Robson Pôncio Figueira. Temos algumas coisas em comum: crescemos naquela que era a segunda casa, a PIB DE MOÇA BONITA – PADRE MIGUEL, onde desfrutamos em grande parte das mesmas amizades. Chegamos a graça da chamada Pastoral na mesma época, concluímos o Curso de Bacharel em Teologia no mesmo Seminário (o do Sul) e no mesmo período. Tivemos a mesma formação (Administração de Empresas).

Mais afinal, quem foi o Pastor Roberto Pôncio? Sendo ainda uma criança bem pequena, era trazido para Igreja por sua mãe; aqui ele cresceu, aceitando a Jesus como seu Salvador numa pregação do seminarista (hoje pastor) Adilson Fausto de Moura. Quando Jovem e adolescente, participou ativamente da vida da Igreja em suas várias organizações.

Em 1998, casou-se com Érica, uma jovem da Cidade de Vitória/ES, com quem teve três lindas filhas. Em 1999, foi consagrado ao Ministério, assumindo o pastorado DA Igreja Batista do Paraíso – São Gonçalo Niterói Rio de Janeiro. Ali exerceu seu Pastorado por 5 anos. Em 2004, seguiu com a para os EUA, onde ficou por quase 3 anos servindo ao Senhor da Glória.

Eu Rilvan Stutz, não poderia deixar de registrar também meu relacionamento com o Robson. Eu em outra Denominação, a Presbiteriana, mas morando quase ao lado da Igreja do Robson, nos conhecemos e tivemos bons momentos de relacionamento. Guardo em meu coração suas palavras, soam como se fosse hoje, era um grande amigo! Foi no esporte e nas bagunças da época. Hoje sou informado do seu falecimento. Realmente não contemos as lágrimas, mas sabemos com certeza repousa nos Braços do Senhor!

Voltando ao comentário do Pr Roberto, Robson retornou ao Brasil em 2007. Pouco tempo depois estava assumindo o ministério pastoral da Igreja Batista de Muniz Freire, no Estado do Espírito Santo, onde viveu a plenitude da sua vida como Pastor, causando um verdadeiro impacto na cidade pela sua maneira simples, amorosa e dinâmica de se relacionar com as suas ovelhas e moradores da cidade. Cidade está que o recebeu de braços abertos, criando nele o desejo de ali ser sepultado.


O título deste artigo, “UM METEORO”, foi a maneira como um membro da IBMF definiu a vida do Pastor Robson naquela Igreja e cidade, que viu nele um homem de Deus (2Reis 4.9) que passou por ali deixando sua marca e refletindo Cristo em sua maneira de viver. Abriu mão de ter uma vida confortável e tranqüila, para simplesmente servi-Lo, e Deus o honrou e o encheu de alegria nos últimos dias de sua vida. Não é tão simples entender a morte de alguém aos 41 anos de idade, vitimado por um enfarto, quando vivia talvez o melhor momento ministerial, amado pelas ovelhas, querido pelos moradores da Cidade; a não ser pelo fato de que “preciosa é à vista do Senhor a morte dos seus santos” (Sl.. 116. 15) e de que “o Senhor o deu, o Senhor o tomou” (Jô 1. 21b).

Apesar da dor e da saudade, termino com a expressão que o Pr Robson sempre dizia: “A Deus Toda Honra, Toda Glória e Todo Louvor. Amém! Amém! Amém!.
Texto Original do Pr Roberto Barreto.
Homeômero do Amigo Diácono Rilvan Stutz

Rádio Rei dos Reis