Seguidores

Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

quarta-feira, maio 27, 2015

EM TODOS OS DIAS E EM TODOS OS LUGARES

"Exaltar-te-ei, ó Deus meu e Rei; bendirei o teu nome para todo o sempre. Todos os dias te bendirei e louvarei o teu nome para todo o sempre" (Salmos 145:1, 2). 


Um pequeno menino ganhou um carro em que podia entrar e guiar. 

Com muita alegria no coração se divertia com o novo brinquedo. 

Um dia ele estava brincando bem junto à porta na frente da casa, e o pai lhe mandou brincar nos fundos. "Hoje é domingo", foi a justificativa. 

O menino obedeceu, mas, enquanto se afastava, para a parte de trás da casa, pensou consigo mesmo: "Mas não é domingo no quintal dos fundos também?" 

O menino tinha toda a razão! 

Em qualquer lugar da casa, o dia era o mesmo. 

E, usando a mesma lógica, devemos refletir que somos cristãos em qualquer lugar. 

Na igreja, no trabalho, na faculdade, na esquina com os amigos, em um passeio turístico, sempre seremos cristãos, filhos de Deus, separados pelo Senhor para ser uma bênção. 

Estamos errados quando pensamos que devemos ser mais sinceros, mais fiéis e mais santos, quando estamos junto aos irmãos que nos conhecem. 

Já ouvimos a expressão: Fulano tem duas caras! 

Em determinados lugares e situações ele age de uma maneira e em outros, de outra. 

Eu costumo dizer aos que me perguntam se podem ir a esse ou aquele lugar: Jesus pode ir com você? 

Se a resposta é sim, podemos ir a qualquer lugar. 

Se a resposta é não, é melhor evitarmos ir, para que o nome do Senhor seja sempre engrandecido e glorificado por nossas atitudes e por nosso testemunho. 

Jesus deve estar em nossos corações, na frente ou nos fundos da casa, nos dias de culto e nos demais dias também, quer estejamos acompanhados ou sozinhos, nas horas de regozijo e nas horas de sofrimento, nas horas em que precisamos de dinheiro e nas horas em que o temos em abundância. 

Ele deve ser o nosso Senhor em qualquer circunstância. 

Jesus tem acompanhado você todos os dias e para todos os lugares aonde vai?

segunda-feira, maio 25, 2015

O MILAGRE DE MAIOR IMPACTO


"Bem-aventurados os que trilham com integridade o seu caminho, os que andam na lei do Senhor!" (Salmos 119:1

Um líder de evangelização da igreja convocou um grupo de outros líderes para planejar uma reunião que chamasse a atenção dos moradores daquela cidade. 

Trariam alguém que fosse a expressão de um verdadeiro milagre. 

Alguém sugeriu e a maioria apoiou a ideia de trazer não um, mais, pelo menos, três pessoas que tiveram um passado negro e que foram iluminados pelo poder de Deus. 

Procuraram um ex-assassino, um ex-traficante de drogas e um ex-assaltante que aparecera nos noticiários policiais de todo o país. 

Fizeram grande propaganda e a igreja ficou completamente lotada. 

Os organizadores sorriam ao ver o grande sucesso alcançado.

É muito comum nos dias de hoje as igrejas enveredarem pelo caminho do show. 

São nomes de ex isso e ex aquilo que chamam a atenção. 

São nomes de artistas que fazem lotar os templos, sem que haja uma preocupação se eles têm ou não um verdadeiro compromisso com o Senhor ou se se os que compareceram se interessam em buscar a Deus e ser uma bênção em suas mãos. 

O que importa são as luzes... o glamour... o momento de estar diante do "ídolo"! 

E os irmãos que nunca cometeram crimes? 

E as irmãs fiéis que nunca gravaram um CD ou se apresentaram em um teatro ou televisão? 

E quem nunca foi capa de nenhum jornal da cidade? 

Não são uma bênção? 

Não têm bênçãos para contar? 

Naquele culto inventado por mim no início de nossa reflexão, eu creio que o testemunho que causaria mais impacto seria o do irmão ou da irmã que fosse à frente e dissesse: "Eu glorifico ao meu Deus pelo milagre de me conservar em Sua casa desde minha infância; de não ter permitido que eu matasse ou roubasse ninguém; que não experimentasse os vícios do fumo, da bebida e das drogas. Sim, eu louvo a Deus pela felicidade de não ter nada de ruim para contar em minha vida."

quinta-feira, maio 21, 2015

TESOUROS DO CORAÇÃO

"O homem bom, do seu bom tesouro tira coisas boas, e o homem mau do mau tesouro tira coisas mas”. (Mateus 12:35)


O que temos visto na igreja?

João foi à igreja no domingo pela manhã.

Ele ouviu o organista esquecer uma nota na introdução do culto e estremeceu.

Ele também viu um adolescente conversando quando todos deveriam estar curvados em oração.

Ele percebeu que o homem na porta estava olhando quando colocou sua oferta e o fez demonstrando grande fervor.

Pegou também os deslizes do pregador ao cometer cinco erros gramaticais em seu sermão.

Ao sair pela porta lateral durante o hino final, murmurou para si mesmo: "Eu nunca mais venho aqui. Que grupo de imbecis e hipócritas".

José foi à igreja no domingo pela manhã.

Ouviu o organista tocar, na introdução, o hino "Castelo Forte" e ficou emocionado com a sua beleza.

 Ouviu uma moça bem jovem, em oração, exaltando a Deus e agradecendo-o pelo que estava fazendo em sua vida.

Ficou extremamente feliz ao ver que estavam recolhendo uma oferta para enviar às crianças famintas da Nigéria.

Ele apreciou, de maneira especial, o sermão ali exposto que respondia a algumas dúvidas que tinha há muito tempo.

Ao sair, no final, pensou consigo mesmo: "Como pode alguém sair de um lugar como esse sem sentir a presença de Deus?"

Tanto João como José foram à mesma igreja no mesmo domingo pela manhã.

Cada um encontrou o que estava procurando.

Quando nosso coração está cheio de amor e de bons pensamentos, não conseguimos enxergar o lado ruim ou as falhas daqueles que estão diante de nós.

Olhamos pelo prisma do positivo e o que notamos nas pessoas é apenas o que elas têm de bom e mais bonito em seu modo de viver.

A vida é muito mais bela e agradável quando firmamos o propósito no coração de apenas contemplar o que de mais belo ela nos oferece.

Compreenderemos melhor os amigos e os nossos relacionamentos serão muito mais duradouros e felizes.

O que você vai procurar amanhã na vida dos seus amigos?

E no domingo, quando for à igreja?

segunda-feira, maio 18, 2015

MAIS VALIOSO QUE UM CENTAVO

"... como ouvirão, se não há quem pregue? 
E como pregarão, se não forem enviados? 
Como está escrito: Quão formosos são os pés dos que anunciam coisas boas!" (Romanos 10:14, 15

Em uma reunião de crianças nos Estados Unidos, uma menina disse que toda vez que tinha uma pequena moeda na mão ela se lembrava de orar por um missionário. 

A professora perguntou o motivo da lembrança e ela respondeu: Uma pequena moeda é - one cent (um centavo de dólar) e um missionário é - one sent (um enviado) do Senhor para pregar a Palavra de Deus em todo o mundo. 

Nós, que somos cristãos e filhos de Deus, de que lado estamos no trabalho missionário que foi confiado por Cristo à Sua igreja, do lado dos que seguem até os confins da terra, buscando os perdidos e mostrando-lhes o caminho da salvação ou do lado dos que ficam, e oram, e incentivam, e contribuem financeiramente para que o mundo seja alcançado pelo Senhor? 

Que valor temos dado aos heróis cristãos que, deixando casa, conforto, parentes e amigos, dizem ao Senhor: "Eis-me aqui, envia-me segundo Sua vontade"? 

Temos compreendido que o trabalho desses "servos fiéis" é importante e necessário para que o reino de Deus alcance os mais remotos e difíceis lugares do mundo? 

Temos dobrado nossos joelhos para que sejam guardados, sustentados e abençoados em qualquer lugar onde estejam? 

Temos estado felizes por poder participar junto a eles, mesmo que seja com uma pequena doação mensal? 

Os missionários, que deixam o conforto de seus lares, sabem que não terão lugar fixo para morar, que seus filhos, pelas mudanças constantes e pelas muitas escolas por onde passarão, não terão oportunidade de fazer muitos amigos. 

Mas, trazem em seus rostos um sorriso sincero e agradecido a Deus, pelo privilégio de estar servindo ao Senhor dos Exércitos, ao Rei dos reis, ao Senhor dos senhores. 

Sejamos autênticos cristãos e amemos aos nossos missionários espalhados por todos os cantos da terra. 

Oremos por eles e contribuamos para seu sustento. 

É o mínimo que devemos fazer. 

Seja um missionário... no campo ou na retaguarda... e você será muito feliz!

terça-feira, maio 12, 2015

A FEIURA DA MODA

"Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim" (João 14:6).

"Moda é um tipo de feiura tão intolerável que temos de trocar a cada seis meses." (Oscar Wilde) 

Há pessoas que, na vida espiritual, também vivem correndo atrás da "moda"!

Hoje a moda é um tal guru que faz e acontece. 

Daqui a pouco trocam por um certo líder espiritual que faz muito mais que o antigo guru. 

De repente, descobrem que uma tal seita promete mundos e fundos e que o melhor é esquecer tudo que se cria anteriormente e mergulhar de cabeça naquela "nova onda". 

E assim, homens e mulheres gastam seu tempo e, às vezes, muito mais, tentando encontrar uma felicidade que jamais será encontrada nesses modismos. 

O máximo que encontrarão, à semelhança do que escreveu o autor de nossa ilustração, é feiura e desilusão. 

Se queremos viver em alegria, se queremos ter paz no coração, se queremos caminhar nesse mundo com a certeza de que estamos seguindo o rumo certo, devemos abrir o coração para Jesus, nosso Senhor e Salvador, o único que pode perdoar nossos pecados, escrever nossos nomes no Livro da Vida e esperar-nos de braços abertos para com Ele estar por toda a eternidade. 

Por que precisamos nos aventurar em modas feias se podemos ter sempre a beleza de Cristo em nós? Para que precisamos nos angustiar através de modas tempestuosas se podemos nos regozijar no Sol da Justiça em quem não há dúvidas ou incertezas? 

Que motivos temos para arriscar nossa felicidade em "modas" que nada nos garantem a não ser prováveis decepções? 


Os que confiam em Deus jamais serão abalados por modismos que necessitam ser trocados em curtos períodos de tempo. 

Não invente moda! 

Jesus é o Caminho certo para dias felizes e abençoados.

sábado, maio 09, 2015

É POSSÍVEL A MINHA VITÓRIA?

"Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais ele fará" (Salmos 37:5). 


Quando o ator Charlton Heston se mostrou preocupado a respeito de não ser capaz de vencer a corrida de bigas no filme Ben Hur, o diretor Cecil B. DeMille lhe disse: "Seu trabalho é se manter em cima da biga. O meu é assegurar a sua vitória". 

Da mesma maneira, cada um de nós deve fazer apenas aquilo que Deus deseja que façamos e deixar a vitória por conta dEle. 

Muitas vezes ficamos tão ansiosos na busca de um propósito, pela realização de um sonho, pela conquista de um ideal, que esquecemos de colocar tudo diante de Deus, pedir sua direção e esperar que nos conduza pelos caminhos da vitória. 

Questionamo-nos se temos ou não condições ou capacidade para uma grande conquista e deixamos de lado a palavra que nos assegura: "Tudo é possível ao que crê". 

A atitude mais sábia a tomar, em qualquer empreendimento, é obedecer ao Senhor, confiar nEle e esperar o momento de comemorar a vitória. 

Ele nos prometeu e é certo que cumprirá a Sua Palavra. 

Se queremos ser "mais que vencedores", precisamos "crer mais e mais"! 

A vitória vem de Deus e devemos confiar sem restrições. 

Nada é difícil para Ele, não há obstáculos que Ele não possa superar, não há batalhas que não seja capaz de vencer, não há impossível que não possa ultrapassar. 

Sem Ele nada podemos fazer, mas, com Ele não há limites para o nosso sucesso. 

Sua vitória está difícil de alcançar? 

É possível consegui-la mesmo assim? 

Claro! Basta esperar um pouco... e confiar!

segunda-feira, maio 04, 2015

NÃO TENHO NENHUM TALENTO

"A um deu cinco talentos, a outro, dois e a outro, um..." (Mateus 25:15). 

"Eu não tenho nenhum talento particular; apenas tenho curiosidade de conhecer de tudo." (Albert Einstein - Físico) 

Queremos, com ansiedade, mostrar nossos talentos. 

Procuramos apresentar nossa capacidade de desenvolver isso ou aquilo, nossa competência para determinadas atividades, nossa superioridade sobre os demais para assumir cargos especiais em algum segmento profissional. 

Queremos ser destaques! 

Queremos notoriedade! 

Mas, quando recebemos talentos que certamente abençoariam nossas vidas e as vidas de nossos irmãos e amigos, os ignoramos, tratamo-los com indiferença, não lhes damos o valor que, certamente, merecem. 

Queremos mostrar talentos e rejeitamos os melhores. 

Queremos luzes sobre nós, por causa de nossos talentos e nós mesmos as apagamos por virar as costas aos talentos que nos fariam brilhar. 

Deus nos dá talentos de amor para que o amor se espalhe através de nós. 

Ele nos dá talentos de semear esperança, mas, guardamos essas sementes abençoadoras no fundo de uma gaveta qualquer. 

Ele nos dá talento para louvar, através do canto ou de algum instrumento musical e são mantidos calados e escondidos. Talvez você diga: "Quero mostrar meu talento" e Deus apenas sorri e diz: "Quais? 

Você tem tantos... escolha qualquer um dos que lhe dei". 

Muitos dizem: "Não tenho nenhum talento", mas isso não é verdade. 

Deus dá talentos a todos e devemos compartilhá-los com nossos amigos. 

Descubra seus melhores talentos e use-os para a glória do Senhor. 

Você vai usar os seus talentos ou mantê-los enterrados?

Rádio Rei dos Reis