Seguidores

Versículo do Momento

LEIA A BÍBLIA

sexta-feira, novembro 29, 2013

PODEROSA, GRACIOSA, A ORAÇÃO








"Pedi, e dar-se-vos-á: buscai e achareis;
batei, e abrir-se-vos-á.  Pois todo que pede, recebe;o que busca encontra; e, a quem bate, abri-se-lhe-á".
(Mateus 7,7-8)
Vivemos em um mar de problemas; são tantos que pensamos não poder suportar. Passamos por crises de todas as espécies, das mais graves até as mais simples; destacamos, por exemplo, o rompimento do lar, e sabemos ser o mais triste dos problemas, pois a família é o projeto principal de nosso Deus. Destacamos as crises financeiras, as doenças de todas as espécies, muitas ainda sem solução para a ciência.

Destacamos ainda, a crise social, que tem sufocado o povo, e ainda muito mais os menos favorecidos; guerras e grandes desentendimentos entre Nações. Tantos são os problemas que nos amparamos nos ensinamentos bíblicos e pensamos: o dia final se aproxima. Dentro desse contexto, o que fazer para amenizar e suportar tantas adversidades, onde encontrar solução para estes problemas em nossas vidas?
-
Parece que andamos esquecidos de que temos um Deus maravilhoso, nosso Pai Celeste, que nunca falhou e nunca falhará; Ele nos deixou a mais graciosa arma: a oração - precisamos nos colocar como filhos de Deus diante d'Ele mesmo e assim, pedir. Jesus Cristo, no evangelho de Mateus, nos deixou preciosa promessa no versículo acima.
-
Temos buscado soluções e resposta por todos os lados. O desespero aumenta e só lembramo-nos de Deus quando não suportamos mais, quando chegamos ao fundo do poço. Exemplo disto foi a experiência do rei Ezequias: doente, recebeu através do profeta Isaías a notícia de que morreria. Contritamente, orou ao Senhor, suplicando Sua misericórdia; quase de imediato, recebeu de Deus a resposta: "Ouvi a tua oração e vi as tuas lágrimas; eis que Eu te sararei; ao terceiro dia subirás à casa do Senhor. E acrescentarei aos teus dias 15 anos, e das mãos do rei da Assíria te livrarei, a ti e a esta cidade; e apararei esta cidade por amor de Mim, e por amor de Davi, Meu servo." (II Reis, 20. 5-6).
-
A oração é necessária... Sim, vital... A fim de que nos mantenhamos dentro da vontade e do plano divino. Muitas exortações são feitas ao cristão para que ore, ore muito e ore constantemente. A oração incessante é uma medida muito sábia, haja vista os inimigos que temos de enfrentar: o mundo, a nossa própria carne e o acusador (diabo). Os filhos de Deus têm pouca força para opor-se a tão perverso trio. O poder necessário à persistência e à vitória vem novamente através da oração.

É verdade que muito frequentemente somos obrigados a orar às cegas. Devemos pedir a Deus para que Ele tome certas decisões por nós, as quais não seríamos capazes de tomar acertadamente. Porém, não devemos nos esquecer de que Deus não é cego, e que, com nossas mãos bem apertadas nas d'Ele, não existirão erros de decisão. Oremos ao Senhor.

Por Rilvan Stutz






Holdings – Tel Aviv – Jafra – Israel
Blog- “A Serviço do Senhor”
Diác. Rilvan Stutz “ O servo com Cristo”   
Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo, obrigado e volte mais vezes...

Rádio Rei dos Reis